Boca (2010)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Boca (filme de 2012))
Ir para: navegação, pesquisa
Boca
 Brasil
2010 • cor • 100 min 
Direção Flavio Frederico
Produção Kinoscopio
Roteiro Mariana Pamplona
Flavio Frederico
Elenco Daniel de Oliveira
Hermila Guedes
Jefferson Brasil
Milhem Cortaz
Paulo César Peréio
Maxwell Nascimento
Camila Lecciolli
Juliana Galdino
Leandra Leal
Claudio Jaborandy
Gênero ação/drama
Idioma português
Música Eduardo Bid
Cinematografia Adrian Teijido
Edição Vânia Debs
Distribuição Nossa Distribuidora
Lançamento 28 de setembro de 2012
Orçamento R$ 3 milhões
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Boca é um filme brasileiro de drama e ação de 2010 dirigido por Flavio Frederico e roteirizado pelo mesmo e Mariana Pamplona. Ele foi lançado em 28 de setembro de 2012 pela Nossa Distribuidora sendo uma adaptação do livro homônimo de Hiroito de Moraes Joanides. A estreia do filme ocorreu no Festival do Rio em 2 de outubro de 2010.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Hiroito (Daniel de Oliveira) é um filho de origem grega e um homem de família nobre, em busca de prazer ele vai a Boca do Lixo, em um centro antigo de São Paulo nos anos de 50 e 60. Após seu pai ser assassinado ele acaba sendo o principal suspeito da morte, se tornando um traficante de drogas e explorador de meretrizes.[2]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme Boca do Lixo, gravado em 2010 foi exibido no mesmo ano no Festival do Rio, sendo após vendido a uma distribuidora europeia chegando ao Brasil através de sites de compartilhamento e DVDs piratas com legendas em inglês.[3] O filme foi distribuído para mais de 15 países.

Em 2012, o título do longa foi modificado para Boca, segundo os produtores do filme ele talvez haveria alguma rejeição pelo "lixo" e que anos atrás poderia se tratar de filmes eróticos.[4]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival do Rio de Janeiro de 2010

  • Venceu nas categorias de melhor fotografia e melhor montagem.[5]

Cine PE – Festival do Audiovisual de 2012

  • Venceu nas categorias de melhor diretor (Flávio Frederico), trilha sonora (BiD), direção de arte (Alberto Grimaldi) e atriz (Hermila Guedes).[6]

Referências

  1. Produções paulistas e cariocas dominam a Première Brasil do Festival do Rio 2010 UOL (26 de agosto de 2010). Página visitada em 8 de agosto de 2012.
  2. Barbosa, Neusa (27 de setembro de 2012). Estreia: 'Boca' traça biografia do bandido paulista Hiroito Joanides Reuters, Cineweb. G1. Página visitada em 11 de outubro de 2012.
  3. Rodrigo Fonseca (30 de abril de 2012). ‘O poderoso chefão’ brasileiro é febre no mercado de DVDs piratas O Globo. Página visitada em 8 de agosto de 2012.
  4. Cauê Muraro (9 de maio de 2012). Após fama no circuito paralelo, 'Boca' estreia no 2º semestre com novo final G1. Página visitada em 8 de agosto de 2012.
  5. Luna Markman (30 de abril de 2012). Erro na montagem do filme 'Boca' interrompe exibição no Cine PE G1. Página visitada em 8 de agosto de 2012.
  6. Cine PE fecha edição 2012 com três filmes campeões G1 (3 de maio de 2012). Página visitada em 8 de agosto de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.