Bola de Natal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ornamentos natalinos composto por bolas e sinos.

Originalmente as bolas da árvore de natal eram frutos de verdade. Os de casca amarela referem-se aos frutos de ouro do Paraíso, como desdobramentos do Sol.[1]

Segundo a mitologia grega as ninfas Hespérides, filhas de Atlas e Héspera, vivem num jardim de maçãs de ouro, cuja entrada é defendida por um dragão.[2]

A diversificação de formas que passaram a acompanhar as tradicionais bolas liga-se à "ilustração" do mundo. O posicionamento na árvore guardava uma relação de hierarquia: quando mais elevada estivesse, maior a espiritualidade que representava.[1]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Simbolismo da árvore de Natal. Instituto René Guénon de Estudos Tradicionais. Página visitada em 21 de dezembro de 2012.
  2. Dicionário da Mitologia Grego e Romana, Pierre Grimal, ed. Bertrand Brasil