Bom Jesus (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bom Jesus
"Terra do Tropeirismo"
Bom Jesus

Bom Jesus
Bandeira de Bom Jesus
Brasão de Bom Jesus
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 16 de julho de 1913 (101 anos)
Gentílico bom-jesuense[1]
Prefeito(a) José Paulo de Almeida (PMDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Bom Jesus
Localização de Bom Jesus no Rio Grande do Sul
Bom Jesus está localizado em: Brasil
Bom Jesus
Localização de Bom Jesus no Brasil
28° 40' 04" S 50° 25' 01" O28° 40' 04" S 50° 25' 01" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Nordeste Rio-grandense IBGE/2008 [2]
Microrregião Vacaria IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes São Joaquim (SC), Lages (SC), Vacaria, São José dos Ausentes, Monte Alegre dos Campos, São Francisco de Paula, Jaquirana, Lages (SC) e Cambará do Sul
Distância até a capital 250 km
Características geográficas
Área 2 625,681 km² [3]
População 11 556 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 4,4 hab./km²
Altitude 1046 m
Clima subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,75 alto PNUD/2000 [5]
PIB R$ 139 837,242 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 11 467,71 IBGE/2008[6]
Página oficial

Bom Jesus é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

Bom Jesus teve toda extensão do município primitivamente habitada por indígenas.

Mais tarde vieram os primeiros bandeirantes paulistas e tropeiros laguneses que procuravam não só gado, como caminhos melhores entre São Paulo e Colônia de Sacramento. Muitos destes pioneiros instalaram-se com fazendas de criação.

Todo o território pertencia ao município de Santo Antônio da Patrulha e depois a Vacaria, e era conhecido como o Terceiro Distrito da Costa, devido a proximidade com o mar. A distância que separava o distrito de Vacaria era grande e os meios de transportes tão precários que o povo começou a lutar pela criação de uma capela em local mais próximo e acessível.

Bom Jesus foi criado em 21 de maio de 1878 como nome de Capela do Senhor Bom Jesus do Bom Fim (nome dado pelo dono das terras Manoel Silveira de Azevedo, o qual indo à Guerra do Paraguai, fez a promessa que se voltasse são e salvo, iria formar uma capela com este nome).

Em 16 de julho de 1913, o município emancipou-se através do Decreto de nº 2000, durante o governo de Antônio Augusto Borges de Medeiros. No ano de 1918, passou a categoria de Paróquia, pelo decreto de D. Miguel de Lima Valverde, bispo de Santa Maria.

O interesse político por Bom Jesus deu-se devido ao fato de haver no município o maior posto de arrecadação de impostos e controle do Governo Imperial, na província de São Pedro do Rio Grande, localizado no rio Pelotas, no chamado Passo de Santa Vitória. Passou a categoria de cidade em 1940.

As famílias colonizadoras vieram de diferentes regiões, trazendo consigo diversos costumes, hábitos e usos para o nosso município.

Aos índígenas juntaram-se os portugueses, italianos, alemães e negros.

Pelos campos de Bom Jesus passaram grandes mártires em operação de guerra, como os farroupilhas: Anita Garibaldi, Bento Gonçalves, David Canabarro, entre outros.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 28º40'04" sul e a uma longitude 50º25'00" oeste, estando a uma altitude de 1046 metros.

Possui uma área de 2633,8 km² e sua população estimada em 2007 era de 11 843 habitantes.

Pessoas Notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE Cidades. Bom Jesus. Acesso em 27 de maio de 2011
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.