Bombardeio de Praga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Bombardeio de Praga ocorreu no fim da Segunda Guerra Mundial (14 de Fevereiro, 1945) quando a Força Aérea Estadunidense fez um ataque aéreo sobre Praga. A cidade era a capital da Tchecoslováquia e (desde a Ocupação nazista e, 1939) a principal cidade do Protetorado da Boêmia e Morávia. De acordo com pilotos estadunidenses, foi o resultado de um erro de navegação durante o Bombardeio de Dresden. Dresden situa-se a 100 km ao norte de Praga.

Impacto do ataque[editar | editar código-fonte]

Cerca de sessenta B-17 Flying Fortress da Força Aérea Estadunidense lançaram cerca de 152 toneladas de bombas em muitas áreas povoadas de Praga. O ataque atingiu bairros Vyšehrad, Zlíchov, Karlovo náměstí, Nusle, Vinohrady, Vršovice e Pankrác. O bombardeio resultou em 701 mortos e 1.184 feridos. Cerca de cem casas e sítios históricos foram completamente destruídos e outros duzentos gravemente danificados. Todos os mortos eram civis, e nenhuma das fábricas da cidade, que poderiam ser usadas pela Wehrmacht (Forças armadas alemãs), foi danificada.

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Mesmo os Estadunidenses tendo pedido desculpas muitas vezes, ainda não está claro que o ataque foi um acidente causado por más condições de tempo e o fato de Praga e Dresden serem parecidas do ar, ou se foi um ataque proposital. De acordo com algumas testemunhas, uma seção da maior formação de aviões a caminho do norte (para Dresden), separou-se e fez o ataque. Devido à natureza não sistemática do bombardeio e ao fato de que Praga era uma cidade Aliada, na época ainda ocupada por Nazistas, a maioria dos historiadores acredita que foi acidental.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Algumas das construções mais famosas de Praga, como a Casa Dançante e a Igreja Emaús, foram construídas em locais onde bombas destruíram edifícios.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bombardeio de Praga