Bombocas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bombocas
Bombocas2009.jpg
Bombocas em 2009
Informação geral
Origem Lisboa
País  Portugal
Género(s) Música popular
Período em actividade 1997 - presente
Gravadora(s) Vidisco (1997-1998)
Espacial (1998-presente)
Afiliação(ões) Emanuel
Página oficial www.bombocas.com
Integrantes
Paula
Rita

As Bombocas são um grupo feminino de música popular portuguesa. Ao longo da carreira, o grupo passou por algumas mudanças relativamente aos elementos. É actualmente constituído por duas cantoras: a Paula e a Rita, duas fontes de energia, boa disposição, calor e ritmo. Há 15 anos, em 1997, o cantor Emanuel cria e aposta num grupo com o objectivo de ser "o Emanuel no feminino". O nome surge através de uns bombons que existiam na altura que se chamavam "Bombocas". O sucesso confirmou-se e, com a música do produtor Emanuel, esta girlsband portuguesa já percorreu Portugal de Norte a Sul, ilhas e estrangeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Emanuel cria as Bombocas e, através da editora Vidisco, sai o primeiro álbum - "Não queriam mais nada".

No ano de 1998, o grupo assina com a editora Espacial (até hoje) e é lançado um novo trabalho com a balada "Deixa a outra", balada essa que dá nome ao álbum.

Em 1999, sai o terceiro trabalho - "De uma vez por todas". Fazem uma tournée pela África do Sul, pelo Canadá e, junto com os emigrantes de Toronto, levam a sua música até Cuba. São consideradas Rainhas da Música Popular na TV Galiza, no programa Luna.[1]

Em 2000, é lançado o álbum "Confessa o teu amor". Voltam à América, desta vez à República Dominicana, onde são, mais uma vez, muito bem recebidas. Nesse mesmo ano, a música "É tudo treta" faz parte da banda sonora do filme Amo-te Teresa.

No ano de 2001, o grupo passa a chamar-se Dandy. Editam um álbum com um dos maiores sucessos da sua carreira - "Enlouquecer por amor". É esse tema que as lança para a comunicação social, tocando inúmeras vezes nas rádios nacionais e internacionais e passando durante mais de três anos em televisão. No mesmo ano dão a conhecer a boa música de Emanuel ao México.

Em 2002, o grupo volta a chamar-se Bombocas e edita o álbum "O Regresso". Com a música "Aqui no bairro" integram a banda sonora da novela Sonhos Traídos, da TVI.

Em 2003, o público é brindado com um trabalho que junta 12 dos temas com maior êxito, denominado de "Os maiores sucessos".

Em 2005, é lançado o álbum "Já os topamos", tema que facilmente fica no ouvido. Os espectáculos ganham cada vez mais adeptos, mais cor e mais energia.

Em 2006, Emanuel passa um dos seus sucessos para a versão feminina - "Tic, tic das mulheres" - tema que deu nome ao álbum desse ano. São convidadas para uma tournée na Califórnia, tournée essa que recordam com saudade.

Em Maio de 2007, para comemorar os 10 anos de carreira, lançam o álbum "Êxitos" e dá-se realização de uma festa numa discoteca em Lisboa, que contou com a presença de familiares, amigos e colegas de profissão. Voltam então a cantar junto dos emigrantes do Canadá, que as recebem com muito carinho.

Em 2008, é lançado o álbum "Salta-me a tampa", um dos êxitos do Verão.

Em Junho de 2010, com uma nova formação e um novo produtor musical, Daniel Duarte, lançam o álbum "Eles são todos iguais", muito bem conseguido e gravado com um carinho e empenho especial. Iniciam mais uma tournée, desta vez do outro lado do mundo, na cidade de Sydney, na Austrália, onde foram convidadas a realizar dois espectáculos, com o apoio da RTP Internacional.

A Tour 2011 foi iniciada em Janeiro, com um regresso a terras americanas, desta vez a Cuba e, de seguida, em Fevereiro, ao Canadá (Toronto), com a companhia da Gente da Nossa TV e dos emigrantes portugueses em Toronto. 2011 foi assim mais um ano bem sucedido para as Bombocas, que, para além de uma boa Tour por Portugal, percorreram também vários países da Europa e voltaram por mais duas vezes ao Canadá (Toronto e Montréal), onde realizaram 4 espectáculos.

A Tour 2012 teve início com mais uma tournée pela América do Norte, em Cuba Havana e Varadero) no Festival de Inverno Gente da nossa TV, com a apresentadora Nellie Pedro e inúmeros emigrantes residentes no Canadá.

Em Junho do mesmo ano, as Bombocas estiveram presentes em Turlock, na Califórnia, juntamente com os emigrantes portugueses, numa tourada tipicamente portuguesa. De seguida voltaram a Toronto para a comemoração do 10 de Junho, Dia de Portugal.

A comemorar 15 anos de carreira, em Junho de 2012, foi lançado o álbum "Baila Comigo Amor", mais uma vez pela Editora Espacial. Um álbum divertido e popular, bem ao jeito das Bombocas, desta vez com alguns temas de ritmos um pouco diferentes, desde o kuduro ao kizomba, finalizando também com uma balada, como não poderia deixar de ser.

No ano de 2013, em Junho, é lançado um novo trabalho. O tema "Coisinha Bonita" dá nome ao álbum que conta com a especial participação do grande nome Ricardo Landum. Nome este que compõe 3 dos 5 temas inéditos. Presentes no álbum estão também 8 êxitos da já longa e bem sucedida carreira das Bombocas.


Os países onde se apresentam mais frequentemente são França, Suíça, Luxemburgo, Alemanha e Bélgica.

[1] [2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • "Não queriam mais nada" - 1997
  • "Deixa a outra" - 1998
  • "De uma vez por todas" - 1999
  • "Confessa o teu amor" - 2000
  • "Enlouquecer por amor" - 2001
  • "O regresso" - 2002
  • "Os maiores sucessos" - 2003
  • "Já os topamos" - 2005
  • "Tic, tic das mulheres" - 2006
  • "Êxitos" - 2007
  • "Salta-me a tampa" - 2008
  • "Eles são todos iguais" - 2010
  • "Baila comigo amor" - 2012
  • "Coisinha Bonita" - 2013

Notas e referências

  1. a b Música Portuguesa. Bombocas. Página visitada em 05/11/2009.
  2. Aldeia da Ponte. As Bombocas. Página visitada em 05/11/2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]