Booby Trap

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Booby Trap
Booby Trap em 2012
Informação geral
Origem Aveiro
País  Portugal
Género(s) Thrash metal, Crossover, Punk rock
Período em atividade 1993 - 1997
2012 - Presente
Editora(s) Fast'n'loud
Página oficial Facebook
Discografia no Bandcamp
Integrantes
Miguel Santos (bateria)
Pedro Azevedo (guitarra)
Pedro Junqueiro (voz)
Carlos Ferreira (baixo)
Ex-integrantes
Nuno Barbosa (guitarra)
Ricardo Melo (baixo)

Booby Trap em 1994

Os Booby Trap são uma banda de Thrash Metal/Crossover originária de Aveiro, Portugal. A banda esteve activa entre 1993 e 1997, tendo conseguido um êxito considerável no movimento underground do momento[1] . Voltaram a reunir-se em 2012, após 15 anos de interregno.

Origens (1993 - 1997)[editar | editar código-fonte]

No início da actividade, os Booby Trap participaram em vários concursos de música moderna portuguesa, então populares, tendo arrecadado o 1º lugar em vários, o mais importante dos quais o 1º Concurso de Música Moderna do Porto[2] , contra mais de 40 bandas, com júri constituído por Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta), Paulo Barros (Tarantula), João Ribas (Censurados), Hugo Moutinho (Jornal Blitz) e Paula Rocha (Rádio Minuto).

Em 1994 lançaram a sua demo, Brutal Intervention, que recebeu critícas favoráveis em vários programas de rádio e fanzines, mas terá sido a crítica muito favorável de António Freitas, no jornal Blitz, que ajudou a catapultar a banda. Em 1996 participaram com 10 temas no Split-CD Mosh It Up, com as bandas brasileiras TIT e Locus Horrendus, editado pela Fast'n'loud.

Antes de interromper a actividade, em 1997, os Booby Trap participaram em mais de uma centena de concertos do norte ao sul de Portugal, partilhando o palco com bandas nacionais e internacionais, tais como Cradle of Filth, Hypocrisy, Grave, Gorefest, Charged GBH, Dorsal Atlântica, Moonspell, Tarantula, Inkisição, entre muitas outras do panorama underground da década de 90.

Após a interrupção, os elementos participaram em diversas bandas e projectos incluindo: Miguel Santos nos Superego; Pedro Azevedo nos Wild Bull; Pedro Junqueiro nos Snowball, Konk e Wild Bull; Nuno Barbosa nos Strange Airplane e Ricardo Melo nos Anger.

Reunião (2012)[editar | editar código-fonte]

Em 2012, os Booby Trap aceitaram o convite da organização do Festival Vértice para um concerto de reunião da banda, depois de um intervalo de 15 anos[1] [2] . O festival foi organizado pela Câmara Municipal de Aveiro e realizou-se no emblemático Teatro Aveirense, contando com a presença de mais de uma dezena de bandas e DJs Aveirenses[3] . Aproveitando a reunião, foram também convidados e participaram no XIV Blindagem Metal Fest, partilhando o palco com os W.A.K.O., Echidna, I, Machinery e Dark Oath[4] .

Na nova encarnação, a formação da banda mantém três dos elementos fundadores, reforçados com a entrada de Carlos Ferreira (ex-Deep Pression e Hu-Matic) para o baixo e passando a contar apenas com uma guitarra. Após a recepção que tiveram nos concertos de reunião, a banda decidiu dar continuidade à sua actividade[5] .

Em Dezembro de 2012, os Booby Trap foram uma das bandas seleccionadas, entre mais de 100 concorrentes, para a edição 2013 do W:O:A METAL BATTLE PORTUGAL[6] , participando na eliminatória em Braga, a 5 de Janeiro de 2013, juntamente com os Brutal Brain Damage, Pestifer e Waste[7] .

Survival (2013 - presente)[editar | editar código-fonte]

Em Novembro de 2013 a banda lança o álbum Survival, o primeiro registo sonoro em 16 anos. O álbum foi gravado na sua própria sala de ensaios, convertida em estúdio[8] . O álbum reúne 8 temas + 1 tema bónus e conta com a participação de Zé Luis Rocha, vocalista da banda aveirense The Last of Them no tema de abertura Survive. A distribuição do álbum ficou a cargo da própria banda, como é normal no meio em que a banda se insere. No entanto, a banda recorreu também ao serviço Bandcamp para realizar a distribuição no formato digital [9] . As primeiras reacções no meio underground e na página Facebook da banda foram positivas, realçando o som mais maduro e trabalhado mas claramente em linha com as raízes da banda.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Demos[editar | editar código-fonte]

  • 1994 - Brutal Intervention (13 temas) - Lançamento de Autor

Split-CDs[editar | editar código-fonte]

  • 1996 - Mosh It Up (com as bandas TIT e Locus Horrendus, inclui 10 temas dos Booby Trap), editado pela Fast'n'loud (FL010)

Álbums[editar | editar código-fonte]

  • 2013 - Survival (8 temas + 1 tema de bónus) - Lançamento de Autor

Participações em Compilações[editar | editar código-fonte]

  • 1994 - Portugal Rebelde Vol. 1 (tema 2 - Booby Trap) - Editado pela Global
  • 1995, Reeditado 1996 - Play It Loud (temas 7 - Sit, Watch and Do Nothing; 31 - The Gutter) - Editado pela Fast'n'loud (FL004)
  • 1996 - Compilação Antimilitarística Ibérica (tema 14 - Fight) - Editado pela Deflagra
  • 2014 - 13 Portuguese Metal Compilation vol. II (tema 4 - Survive) - Editado pela 13MetalComp [10]
  • 2014 - Aveiro Rocks a Lot (ARAL), Volume 1 (tema 10 - Calem-se Já!) - Editado pela Associação Cultural e Recreativa 'Recreio do Castor' [11] [12] [13] [14]

Referências

  1. a b Agência LUSA. Festival de música em Aveiro marca regresso ao palco dos Booby Trap. Página visitada em 12 de Junho de 2012.
  2. a b Câmara Municipal de Aveiro. Festival Vértice promete agitar Teatro Aveirense. Página visitada em 12 de Junho de 2012.
  3. Simões, Sandra. (11 de Junho de 2012). "Música e teatro marcam Verão no TA". Diário de Aveiro.
  4. (2 de Junho de 2012) ""Os Ílhavos" recebem festival de Metal a 2 de Junho". Diário de Aveiro.
  5. Booby Trap. Biografia. Página visitada em 18 de Junho de 2012.
  6. SWR inc.. W:O:A METAL BATTLE PORTUGAL 2013. Página visitada em 21 de Dezembro de 2012.
  7. SWR inc.. W:O:A METAL BATTLE PORTUGAL 2013, ROUND #1 @ BRAGA. Página visitada em 21 de Dezembro de 2012.
  8. Gui Rodrigues. Entrevista: Booby Trap. Página visitada em 23 de Novembro de 2013.
  9. Survival. Página visitada em 23 de Novembro de 2013.
  10. 13MetalComp. 13 Portuguese Metal Compilation vol. II. Página visitada em 20 de Janeiro de 2014.
  11. Rádio Terra Nova. 'Aveiro Rocks a Lot': Projeto visa promover bandas de música de Aveiro. Página visitada em 6 de Março de 2014.
  12. Margarida Malaquias, Diário de Aveiro. Aveiro Rocks a Lot!!. Página visitada em 6 de Março de 2014.
  13. Associação Cultural e Recreativa 'Recreio do Castor'. Bandas. Página visitada em 6 de Março de 2014.
  14. Rádio Terra Nova. Projecto 'Aral - Aveiro Rocks a Lot' valoriza projectos musicais locais.. Página visitada em 12 de Março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]