Botafogo Futebol Clube (Ribeirão Preto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Botafogo de Ribeirão Preto)
Ir para: navegação, pesquisa


Botafogo
Escudo do Botafogo Futebol Clube
Nome Botafogo Futebol Clube
Alcunhas Maior do Interior
Bota
Fogão
Pantera das Américas
Pantera da Mogiana
Torcedor/Adepto Botafoguense
Mascote Pantera Negra
Fundação 12 de outubro de 1918 (95 anos)
Estádio Luís Pereira (anterior)
Santa Cruz (atual)
Capacidade 50.000[1]
Localização Ribeirão Preto, SP,  Brasil
Presidente Brasil Gustavo Assed Ferreira
Patrocinador Brasil Claro
Brasil Sicoob Credicoonai
Brasil HF Equipamentos
Brasil Bebidas Poty
Brasil São Francisco Saúde
Material esportivo Alemanha Adidas
Competição São Paulo Campeonato Paulista
São Paulo A1 2014
Brasil D 2014
Em Andamento
Em julho
São Paulo A1 2013
Brasil D 2013
7º colocado
27º Colocado
São Paulo A1 2012
São Paulo CP 2012
15º colocado
16º colocado
Ranking nacional 39º Lugar, 555 pontos
Website botafogosp.com.br
Kit left arm botafogosp14h.png Kit body botafogosp14h.png Kit right arm botafogosp14h.png
Kit shorts arg10h.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm botafogosp14a.png Kit body botafogosp14a.png Kit right arm botafogosp14a.png
Kit shorts flamengo13h.png
Kit socks 3 stripes white.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Botafogo Futebol Clube Mais conhecido como Botafogo de Ribeirão Preto é um clube brasileiro de futebol da cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, fundado em 12 de outubro de 1918. Atualmente, disputa a Série A1 do Campeonato Paulista, ao lado dos grandes clubes do estado.

História[editar | editar código-fonte]

No começo do século XX, a cidade de Ribeirão Preto tinha disputas bastante acirradas entre clubes de futebol. Cada bairro tinha pelo menos um clube representando-o. Na Vila Tibério, eram três: União Paulistano, Tiberense e Ideal Futebol Clube. Por conta disso, o bairro nunca conseguia alcançar bons resultados nos campeonatos disputados na cidade. Em 1918, representantes do Ideal, através de reuniões realizadas num local onde hoje encontra-se o "Bar Piranha", propuseram uma fusão dos clubes do bairro. Além dos integrantes das diretorias dos três clubes, participaram também funcionários da antiga Estrada de Ferro Mogiana e da Companhia Antarctica Paulista.

Houve um consenso com relação à formação de uma nova agremiação que iria representar o bairro, mas na hora da escolha do nome não se chegava a uma conclusão. Após acaloradas discussões, um dos membros teria dito: "Ou vocês definem logo o nome ou então 'bota fogo' em tudo e acabem com essa história..." Isto acendeu a ideia de todos eles e o nome do clube teve uma definição inesperada. A ameaça incendiária do dirigente acabou ajudando na escolha do nome. A proposta foi aceita e, em 1918, surgiu o Botafogo Futebol Clube. Alguns fatos contribuiram diretamente para a escolha do nome. A atual rua Saldanha Marinho, chamava se "Botafogo" por ser um lugar onde eram queimados os lixos da cidade e ficava próximo a Companhia Antarctica Paulista. Outro fato é que a expressão "bota fogo" era muito usada pelos funcionários da Estrada de Ferro Mogiana. Ambos presentes na fundação.

A estreia do Botafogo aconteceu em Franca, contra o Esporte Clube Fulgêncio, um time daquela cidade. A partida terminou 1 x 0 em favor do time de Ribeirão Preto. O primeiro título do Botafogo foi o de Campeão do Interior, em 1927. Em 1956, o clube foi o campeão do Centenário de Ribeirão Preto, vencendo o Comercial na final, por 4 x 2. O Botafogo recebeu ainda a Taça dos Invictos, após ficar 19 partidas sem perder. No mesmo ano, o time também foi campeão da Segunda Divisão do Campeonato Paulista.

Em 1962, o clube fez uma excursão pela Argentina, onde conquistou nove vitórias, três empates e duas derrotas. Entre elas uma vitória sobre o Estudiantes por 5 x 2. Depois dessa viagem, o clube passou a ser conhecido como "Pantera da América".

No ano de 1977, o Botafogo foi campeão da Taça Cidade de São Paulo (Primeiro turno do Campeonato Paulista), fazendo a final com o São Paulo num jogo de tempo normal e prorrogação. O jogo finalizou em 0 X 0, dando o título ao Botafogo por ter feito melhor campanha.

Na década de 1990, dois vice-campeonatos e dois acessos: da Série C, em 1996, e da Série B, em 1998. No ano seguinte, o Botafogo foi rebaixado e, em 2000, disputou a Copa João Havelange no Módulo Amarelo (equivalente à Série B). Em 2001, o Bota foi vice-campeão paulista, feito extraordinário para um clube do interior, que disputa um dos campeonatos mais competitivos no mundo do futebol. Em 2002, foi rebaixado novamente, indo para a Série C. O Botafogo foi rebaixado para a série A3 em 2005 por conta de problemas com escalação irregular de jogador sem registro junto à Federação Paulista, no famoso "tapetão". No ano seguinte, conquistou acesso para A2 sendo Campeão da Serie A3.

Em 2008, voltou para elite do futebol paulista, tendo disputado a série A1 em 2009 e terminado na 15ª colocação. Em 2010, o Bota se classificou para a Série D do campeonato nacional, e sagrou-se Campeão do Interior vencendo na final o São Caetano, por 1 x 0.a partir de 2012 o time passou por um campeonato dificil onde quase caiu de divisão ganhando na ultima rodada no estadio santa cruz por 2 x 1 do guarani,em 2013 o botafogo fez um campeonato avazalador comparado com o de 2012 chegano a ficar em 7 lugar no estadual e se classificando para o brasileiro serie D onde nao conseguiu passar para a outra fase e termino desclassificado. Em 2014 o btafogo esta sendo patrocinado pela marca esportiva ADIDAS que patrocinou o time no campeonato estadual que teve um formato diferente dos outros,durante o campeonato o botafogo conseguiu grandes resultados em casa como ganhar de 3 x 1 do palmeiras, 1 x 0 do comercial sp em um jogo que ouve espetaculo da torcida tanto organizada quanto nao ,a organizada FFT (fiel força tricolor)fez um espetaculo levando seus banderões para o estadio santa cruz produzindo um espetaculo nunca visto em outro lugar,infelismente o time acabou perdendo para o ituano nas quartas de final do campeonato

Jogadores revelados no clube que atuaram pela Seleção Brasileira de Futebol[editar | editar código-fonte]

Brasil Paulo Egídio Brasil Zé Mario +
Brasil Baldochi (Tri-Campeão Mundial em 1970) Brasil Geraldão
Brasil Sócrates + Brasil Boiadeiro
Brasil Eurico Brasil Raí (Tetra-campeão Mundial 1994)
Brasil Doni
Brasil Cicinho Brasil Diego Alves
Brasil Bordon Brasil Lucas
Brasil Tim + Brasil Cochabamba

Jogadores de Seleção que defenderam as cores do clube[editar | editar código-fonte]

Paraguai Aguilera Brasil Mário Sérgio Brasil César Maluco
Brasil Palhinha Bolívia Pablo Escobar Togo Fábio Oliveira
Brasil Nélio Brasil Biro-Biro Brasil Edevaldo
Brasil Edson Abobrão Brasil Mauricinho Brasil Paulo Cesar Camassuti
Brasil Chicão Guiné Equatorial André Neles Chile Veiga
Brasil Ivan Brasil Dario Alegria Brasil Sérgio Guedes
Brasil Polozzi Brasil Peu Argentina Fabio de Los Santos
Trinidad e Tobago Zé Luiz Brasil Alessandro Brasil Jeferson

Fatos Históricos[editar | editar código-fonte]

  • A média de jogadores revelados pelo Botafogo que atuaram pela Seleção Brasileira em Copas é superior a muitos clubes grandes, como Palmeiras e Atlético-MG. Ao todo foram sete convocações: Tim (1938), Baldochi (1970), Sócrates (1982-1986), Raí (1994), Cicinho (2006) e Doni (2010).
  • O Botafogo Futebol Clube é um dos poucos clubes de que já venceu o tradicional Boca Juniors em La Bombonera. Em 11 de Julho de 1971, o clube ribeirão-pretano venceu o time portenho por 5 x 3. Paulinho, Marco Antônio, Ferreira (duas vezes) e Rubén Suñé (contra) marcaram os gols do Tricolor, e Raúl Savoy e Hugo Curioni, os do Boca. As duas equipes já haviam se enfrentado anteriormente, também em La Bombonera, em 1962, quando os anfitriões venceram por 2 x 1.[2]
  • O jogador Sócrates falecido recentemente em 4 de dezembro de 2011, ídolo do Botafogo, foi eleito em 1983 o melhor jogador sulamericano do ano e incluído pela FIFA, em 2004, na lista dos 125 melhores jogadores vivos da história. Era também considerado pela mídia especializada (CNN, World Soccer e Placar) como um dos grandes jogadores de todos os tempos.
  • Os Jogadores Raí e Zé Mario, foram convocados para a Seleção Brasileira de futebol ainda jogando pelo Botafogo. Zé Mário foi o primeiro jogador de um clube no interior do Brasil a ser convocado para a Seleção Brasileira de Futebol. Em exames de rotina os médicos à serviço da Seleção brasileira, descobriram que estava doente (Leucemia). Em 8 de Junho de 1977 atuou no amistoso Brasil e Inglaterra no Maracanã e contra a Seleção Paulista no dia 12 de Junho. Pouco tempo depois veio a falecer. A imprensa paulista e torcedores do clube, consideravam Zé Mário o craque daquele Botafogo de 1977, que "encheu os olhos" de Osvado Brandão com seus belos gols, na época treinador da Seleção Brasileira. Certamente jogaria a Copa de 1978 na Argentina se não fosse esta fatalidade.
  • Em 1962, o jogo Botafogo e Boca Juniors no estádio Labombonera, foi transmitido ao vivo pela rádio Bandeirantes de São Paulo. A rádio Bandeirantes naquele tempo era um dos principais meios de comunicação no Brasil. Na chegada dos jogadores ao Brasil, o Botafogo recebeu o apelido de "pantera das Américas" pelo jornal "A Gazeta Esportiva", pela excelente campanha realizada em gramados argentinos. Ao todo foram 14 jogos com 9 vitórias, 3 empates e apenas 2 derrotas.
  • O Botafogo tem a maior torcida da sua região com cerca de três milhões de habitantes, e detém 68% dela comprovadamente (pesquisa realizada pela Brunoro Sports em 1998). Tem o terceiro maior estádio particular do Brasil, o "Santa Cruz", sendo o trigésimo sétimo do mundo, com uma capacidade de 50 mil torcedores.
  • O clube serviu de inspiração para a fundação do Botafogo de Cordinhã (Cantanhede), em Portugal no ano de 1971. Além do nome homônimo, o clube Português possui o escudo idêntico ao Botafogo de Ribeirão Preto. Outro clube inspirado no Botafogo é o Clube Atlético Paulistinha de São Carlos.

Torcidas Organizadas[editar | editar código-fonte]

  • A torcida organizada, Fiel Força Tricolor, fundada em 1992, possui um dos maiores bandeirões do Brasil, oitavo maior do mundo, medindo 135x33 metros, sendo 90% pintado. Em 2008, a FFT desfilou no carnaval de Ribeirão Preto como bloco, celebrando os 90 anos de fundação do Botafogo. O atual presidente da torcida é o João Paulo Piva.
  • Associação Recreativa e Cultural Torcida Organizada "Força Jovem Tricolor". Fundada em 1976 Agora volta em 2013 para trazer novidades para a arquibancada tricolor , a torcida já conta com cerca de 15 membros ativos e vem crescendo cada dia mais. O Atual presidente da torcida é Jhonatan Adorni e vice Thales dos Santos.
  • Em 2011. Surgiu a torcida Kamikaze tricolor, fundada por ex integrantes da Fiel força tricolor.

Mascote[editar | editar código-fonte]

A pantera tem como características principais a força e a flexibilidade no mundo animal. Dentro dos gramados, o Botafogo ganhou o apelido de “Pantera da Mogiana” pelas vitórias obtidas contra as equipes pertencentes a esta região do Estado de São Paulo. A conquista do título inédito de Campeão do Interior, em 1927, fez do Botafogo uma equipe temível, exatamente como uma pantera.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estádio Santa Cruz, com as cores do clube
Setor das Cadeiras Cativa do Estádio Santa Cruz
Estádio Santa Cruz, localizado na Zona Sul de Ribeirão Preto

FUTEBOL PROFISSIONAL[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacionais
Competição Títulos Temporadas
Argentina Sesquicentenário da Argentina 1 1972
Torneio Internacional da Argentina 4 1962, 1969, 1971, 1972
Liga Desportiva da Argentina 1 1984
Guatemala Pentagonal da Guatemala 1 1966
Costa Rica Torneio Carmencita Granados 1 1984
Costa Rica Copa Damián Castillo Durán 1 1982
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Brasil Taça de Prata 1 1983
Brasil Campeonato Brasileiro Série B 1 1976
Interestaduais
Competição Títulos Temporadas
São Paulo Copa Ribeirão Preto 1 1967*
Estaduais
Competição Títulos Temporadas
São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Série A2 2 1956, 2000
São Paulo Campeonato Paulista do Interior 2 1927, 2010
São Paulo Taça Cidade de São Paulo 1 1977
São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Primeiro Turno 1 1960
São Paulo Campeonato Paulista - Série A3 1 2006
São Paulo Taça dos Invictos 1 1956 (19 jogos)
São Paulo Torneio Vicente Feola 1 1976
São Paulo Torneio Início 1 1957
Municipais/Regionais
Competição Títulos Temporadas
BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça do Centenário de Ribeirão Preto 1 1956
BandeiraRibeiraoPreto.svg Estatueta de Bronze de Segundo Lugar na Taça Villa Brasil 1 1924
BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça Sudan 1 1933
BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça Ribanco 1 1969
BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça Ribeirão Preto 1 1974

VICE-CAMPEÃO

TORNEIOS NACIONAIS

TORNEIOS INTERESTADUAIS

  • Goiás Quandrangular Interestadual Cidade de Goiânia: 1965

TORNEIOS ESTADUAIS

TORNEIOS MUNICIPAIS/REGIONAIS

  • BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça Villa Brasil: 1924
  • BandeiraRibeiraoPreto.svg Torneio Diário da Manhã: 1933
  • BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça Dunlop: 1936
  • BandeiraRibeiraoPreto.svg Troféu Marechal Castelo Branco: 1970
  • BandeiraRibeiraoPreto.svg Taça Welson Gasparini: 1992

CATEGORIAS DE BASE[editar | editar código-fonte]

CAMPEÃO

TORNEIOS ESTADUAIS

VICE-CAMPEÃO

TORNEIOS ESTADUAIS

Elenco 2014[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
Brasil Gilvan
Brasil João Lucas
Camarões Loïc Feudjou
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Matheus Mancini Z
Brasil Carlos Henrique Z
Brasil Henrique Mattos Z
Brasil Lima Z
Brasil Rafael Caldeira Vindo de Empréstimo Z
Brasil Daniel Borges LD
Brasil Alex Silva LD
Brasil Giovanni LE
Brasil Augusto Ramos LE
Brasil Diogo LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Léo V
Brasil César Gaúcho V
Brasil Hudson V
Brasil Gilmak V
Brasil Timor-Leste Felipe M
Brasil Wellington Bruno M
Brasil VItor M
Brasil Camilo M
Brasil Sérgio Mota M
Atacantes
Jogador
Brasil Isaac
Brasil Afonso
Brasil Borebi
Brasil Mike
Brasil Willian
Brasil Leandro
Brasil Marcelo Macedo

Ex-Presidentes[editar | editar código-fonte]

  • Gustavo Assed 2012/2013...
  • Silvio Martins 2012 (Renunciou)
  • Luiz Pereira 2010/2011
  • Virgílio Pires Martins 2008/2009
  • Luiz Pereira 2006/2007
  • Walcris da Silva 2002/2005
  • Luiz Carlos Bianchi 2002
  • Ricardo Christiano Ribeiro 1998/2001
  • Laerte Alvez (1994-1997)
  • José Antonio Montefeltro 1990/1993
  • Osvaldo Silva 1986/1989
  • Faustino Jarruche 1984/1985
  • Miguel Mauad Neto 1982/1983
  • Benedito Sciência da Silva 1980/1981
  • Atílio Benedini Neto 1976/1979
  • Faustino Jarruche 1974/1975
  • Ricardo Christiano Ribeiro 1972/1973
  • Walter Strambi 1970/1971
  • Osvaldo Silva 1969
  • Farjala Moisés/Osvaldo Silva 1968
  • Francisco Oranges 1967
  • Waldomiro da Silva 1956/1966
  • João Rucian Ruiz 1955
  • Costábile Romano 1953/1954
  • Luiz Manoel Marinho 1952
  • Costábile Romano 1949/1951
  • Osvaldo de Abreu Sampaio/Durvalino Cened 1948
  • Domingos Baptista Spinelli 1947
  • José Elias de Almeida 1944/1946
  • Arthur Fernandes de Oliveira 1942/1943
  • Mario Marques 1941
  • Adelmo Silva 1940
  • Francisco Prata 1939
  • Edison Dutra Barroso 1938
  • Adriano dos Santos 1937
  • Luiz Pereira 1936
  • José de Magalhães 1935
  • Adriano dos Santos 1934
  • Francisco Prata 1931/1933
  • Antonio Augusto da Silva 1929/1930
  • Adriano dos Santos 1925/1928
  • Francisco Prata 1924
  • Alvino Grotax 1922/1923
  • José Novas 1920/1921
  • Pedro Aguiar / Egydio Cabral 1919
  • Joaquim Gagliano 1918

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Campeonato Participações
Paulista da 1ª divisão 49
Campeonato Brasileiro da 1ª divisão 6
Campeonato Brasileiro da 2ª divisão 13
Campeonato Brasileiro da 3ª divisão 4
Campeonato Brasileiro da 4ª divisão 2
Copa do Brasil 3
Copa Paulista de Futebol 6
Torneio Laudo Natel 3

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

OBS.: atualizado em 12 de novembro de 2011[3]

Referências

  1. Botafogo Futebol Clube.
  2. BRANDÃO, Caio (08/03/2012). As outras vitórias brasileiras contra o Boca na Bombonera. Futebol Portenho. Página visitada em 25/04/2012.
  3. CBF. Ranking da CBF (PDF). Página visitada em 12/11/11.

Ver também[editar | editar código-fonte]