Bragança (Portugal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bragança
Brasão de Bragança Bandeira de Bragança
Brasão Bandeira
Castelo de Bragança.jpg
Castelo de Bragança: Torre de Menagem
Localização de Bragança
Gentílico Brigantino,
Bragançano,
Braganção,
Bragancense (raro)
Área 1 173,57 km²
População 35 341 hab. (2011)
Densidade populacional 30,11 hab./km²
N.º de freguesias 39
Presidente da
Câmara Municipal
Hernâni Dias (PSD)
Fundação do município
(ou foral)
1187
Região (NUTS II) Norte
Sub-região (NUTS III) Alto Trás-os-Montes
Distrito Bragança
Antiga província Trás-os-Montes
e Alto Douro
Orago Nossa Senhora das Graças
Feriado municipal 22 de Agosto (Nossa Senhora das Graças)
Código postal 5300
Sítio oficial www.cm-braganca.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Bragança OTE é uma cidade portuguesa, capital do distrito homónimo, na sub-região de Alto Trás-os-Montes, na Região Norte de Portugal, com cerca de 23 mil habitantes no perímetro urbano.[1] É sede do oitavo município português em extensão, com 1 173,57 km² de área,[2] e 35 341 habitantes (2011),[3] subdividido em 39 freguesias.[4]

O município é limitado a norte e leste por Espanha (províncias de Ourense e Zamora), a sueste pelo município de Vimioso, a sudoeste por Macedo de Cavaleiros e a oeste por Vinhais sendo das cidades de Portugal Continental a mais setentrional (que fica mais a Norte).

Os celtas baptizaram a cidade, fundada no século II a.C., com o nome de Brigância, que se foi latinizando até passar a ser "Bragança". Este nome é a origem do gentílico mais comum: brigantino.

História[editar | editar código-fonte]

Na área do actual concelho de Bragança, existia já uma povoação importante ao tempo da ocupação romana. Durante algum tempo, teve a designação de "Julióbriga", dada a Brigância pelo imperador Augusto em homenagem a seu tio Júlio César.

Destruída durante as guerras entre cristãos e mouros, encontrava-se em território pertencente ao mosteiro beneditino de Castro de Avelãs quando a adquiriu, por troca, em 1130, Dom Fernando Mendes, cunhado de Dom Afonso Henriques. Reconstruída no lugar de Benquerença, Dom Sancho I concedeu-lhe foral em 1187, e libertou-a em 1199 do cerco que lhe impusera Afonso IX de Leão, pondo-lhe, então, definitivamente, o nome de "Bragança".

O regente Dom Pedro, em 1442, elevou Bragança a cabeça de ducado concedido a seu irmão ilegítimo dom Afonso, 8º conde de Barcelos, que fora genro de Dom Nuno Álvares Pereira.

Em 1445, Bragança recebeu a concessão de uma feira franca e, em 1446, Dom Afonso V elevou-a à categoria de cidade.

A 5 de março de 1770, Bragança tornou-se sede duma diocese. Passou a ter unida a si, desde 27 de Setembro de 1780, a diocese de Miranda (criada a 22 de maio de 1545), ficando a sede em Bragança, e por isso a designação oficial da diocese é de "Bragança e Miranda".

A 26 de Abril de 1919 é feita Oficial da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.[5]

Demografia[editar | editar código-fonte]

População do concelho de Bragança (1801 – 2011)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2011
27 961 16 929 30 513 29 750 37 553 35 380 33 055 34 750 35 341

Personagens brigantinas[editar | editar código-fonte]

Monumentos[editar | editar código-fonte]

Domus Municipalis[editar | editar código-fonte]


Castelo[editar | editar código-fonte]

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Bragança tem um clima temperado, com influências tanto continentais como atlânticas. O verão é tipicamente quente e seco e os dias costumam ser soalheiros, durante as ondas de calor a temperatura pode passar dos 35 graus Celsius. Durante este período a precipitação é escassa e a maior parte da que cai é devido a trovoadas de fim de tarde. O inverno é longo, frio e húmido e é nesta estação que se encontram os meses mais chuvosos. Apesar disso, longos períodos com dias de sol não são incomuns. É das cidades portuguesas em que mais neva,[carece de fontes?] no entanto esta pode variar bastante de ano para ano, de invernos com menos de 5 dias de neve (2007/2008) para com mais de 20 dias (2008/2009).[carece de fontes?] A 12 de Fevereiro de 1983, foi registada por uma estação meteorológica do IPB a temperatura de -17,5 graus centígrados,[6] a mais baixa registada em Portugal sob condições-padrão.[carece de fontes?]

Dados climatológicos para Bragança (1981-2010)
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima registada (°C) 20,4 20,4 25,7 28,6 33,6 36,9 38,8 39,5 37,7 30,6 22,4 18,8 39,5
Temperatura máxima média (°C) 8,8 11,4 15,1 16,3 20,0 25,5 29,2 29,1 25,1 18,4 12,8 9,5 18,4
Temperatura média (°C) 4,5 6,2 9,2 10,7 14,0 18,8 21,7 21,6 18,4 13,1 8,3 5,5 12,7
Temperatura mínima média (°C) 0,2 0,9 3,2 5,1 8,0 12,0 14,2 14,0 11,6 7,9 3,7 1,3 6,8
Temperatura mínima registada (°C) -11,4 -11,6 -10,2 -5,1 -2,0 3,4 4,4 4,4 1,4 -3,8 -8,6 -9,7 -11,6
Precipitação (mm) 92,8 64,2 53,5 65,2 65,0 35,4 15,4 17,4 47,7 102,2 92,4 121,6 772,8
Dias de neve 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2
Fonte: Instituto Português do Mar e da Atmosfera (1981–2010)[7] (Records: 1971-2010) 26 de Fevreiro de 2013
Fonte #2: Climate Zone (Dias de neve) [8] 26 de Fevreiro de 2013

Transportes[editar | editar código-fonte]

Estradas[editar | editar código-fonte]

Aeroporto[editar | editar código-fonte]

Aeródromo de Bragança (codico BGC).

Comboio[editar | editar código-fonte]

Bragança não tem comboio desde o início da década de 1990 quando a linha do Tua foi encerrada.

Camionagem[editar | editar código-fonte]

A "Serviço de Transportes Urbanos de Bragança" (STUB)[9] é uma empresa que presta serviços de transporte públicos urbanos na cidade de Bragança. Tem, actualmente, dezasseis linhas para o espaço urbano e para a periferia.

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Bragança.

O concelho de Bragança está dividido em 39 freguesias:

Geminações[editar | editar código-fonte]

O concelho de Bragança é geminado com as seguintes cidades:[10]

Referências

  1. INE (2013) – "Anuário Estatístico da Região Norte (2012)", p. 31.
  2. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 (ficheiro Excel zipado)
  3. INE (2012) – "Censos 2011 (Dados Definitivos)", "Quadros de apuramento por freguesia" (tabelas anexas ao documento).
  4. Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  5. http://www.ordens.presidencia.pt/
  6. Contribuição para o estudo do clima da bacia superior do Rio Sabor, tese de doutoramento do professor catedrático Dionísio Gonçalves
  7. Normais Climatológicas - 1981-2010 (provisórias) - Bragança. Página visitada em 26 de fevreiro de 2013.
  8. Bragança weather history (em inglesa). Climate Zone. Página visitada em 26 February 2013.
  9. STUB - Serviço de Transportes Urbanos de Bragança. Disponível em http://www.cm-braganca.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=6767. Acesso em 7 de agosto de 2012.
  10. http://www.anmp.pt/anmp/pro/mun1/gem101l0.php?cod_ent=M5300

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Distrito de Bragança

AFE.png BGC.png CRZ.png FEC.png MCD1.png MDR.png MDL1.png MGD.png TMC.png VFL.png VMS.png VNH.png
Alfândega da Fé Bragança Carrazeda de Ansiães Freixo de Espada à Cinta Macedo de Cavaleiros Miranda do Douro Mirandela Mogadouro Torre de Moncorvo Vila Flor Vimioso Vinhais