Brasão de armas do Egito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão de armas do Egito
Brasão de armas do Egito
Detalhes
Adoção 1984
Lema Jumhuriyat Misr al-Arabiya
("República Árabe do Egipto")

O Brasão de armas do Egito (em árabe: شعار مصر) é composto por uma águia dourada a olhar para a esquerda (dexter).

Descrição[editar | editar código-fonte]

A "águia de Saladino" detém uma inscrição nas suas garras em que o nome do estado aparece escrito em árabe, Jumhuriyat Misr al-Arabiya ("República Árabe do Egipto"). A águia carrega no seu peito um escudo com as cores da bandeira - mas com uma vertical, em vez de uma configuração horizontal. Durante a união com a Síria na República Árabe Unida (1958-1961), e até 1971, a águia detinha duas estrelas neste lugar. Entre 1972 e 1984, a águia foi substituída pelo falcão de Qureish em ouro, como parte do simbolismo da Federação das Repúblicas Árabes.

A águia como símbolo de Saladino é contestada por arqueólogos. O símbolo de uma águia foi encontrado no oeste do muro da cidadela do Cairo (construída por Saladino), e por isso é assumida por muitos de ser o seu símbolo pessoal. Há, no entanto, pouco a defender esta prova. Ele foi posteriormente adoptado por vários outros Estados árabes (Iraque, a Palestina e o Iémen).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.