Brava Gente Brasileira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Brava Gente Brasileira
Luciana Rigueira, destaque no cartaz do filme.
 Brasil
2000 • 104 min 
Direção Lúcia Murat
Roteiro Lúcia Murat
Elenco Luciana Rigueira
Floriano Peixoto
Leonardo Vilar
Buza Ferraz
Sérgio Mamberti
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Brava Gente Brasileira é um filme brasileiro de 2000, do gênero drama, dirigido por Lúcia Murat.

"Brava Gente Brasileira" é um dos versos que o jornalista Evaristo da Veiga escreveu para o refrão do Hino da Independência, que ganhou música do imperador Dom Pedro I e que foi, até 1890, o hino nacional brasileiro.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme retrata a relação conflituosa entre portugueses e índios no século XVIII.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Brasília (2001)

  • Vencedor nas categorias
Melhor atriz (Luciana Rigueira)
Melhor trilha sonora (Lívio Trachtenberg)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.