Brejinho das Ametistas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Brejinho das Ametistas é o nome do distrito situado ao sul da cidade de Caetité, antigo centro minerador de ametista, e terra natal do cantor Waldick Soriano.

Com a economia gravitando em torno da atividade mineradora, o distrito rural situa-se a 27 quilômetros da sede municipal. Muitas vezes envolvida em disputas, a exploração de ametista promove súbitas riquezas ao sabor do resultado das lavras.[1]

A mina mais importante, ali, é chamada de Paraguai, que era administrada no século XX pelo preposto de uma firma alemã, Kurt Walter Dreher. Ali, em 2001, ocorreu um grave conflito, que envolveu o detentor de escrituras das terras, Durval Fernandes, a Cooperativa de Garimpo e particulares, como membros da família Soriano.[1]

No território do distrito está a fonte de água que abastece a zona urbana caetiteense, nas fontes de Moita dos Porcos e da Passagem da Pedra.[2] Na região da Moita dos Porcos ficam importantes sítios arqueológicos, dentre as quais a Gruta das Vargens, que contém um trabalho primitivo único pela grandiosidade e ineditismo das inscrições, em baixo-relevo.[3]

Referências

  1. a b Correio da Bahia (30/12/2007). 30/12/2007. Página visitada em 6/4/2011.
  2. Helena Lima Santos: Caetité, pequenina e ilustre. Tribuna do Sertão, Brumado, 1996.
  3. Carlos Etchevarne, Escrito na Pedra, Prêmio Odebrecht, 2008