Brewster Buffalo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.


Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «Brewster F2A Buffalo» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (junho de 2014)
F2A Buffalo
Descrição
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Brewster Aeronautical Corporation
Produção 1938-1941
Quantidade
produzida
509 unidade(s)
Primeiro voo 2 de dezembro de 1937 (76 anos)
Entrada em serviço abril de 1939
Missão Caça monoposto
Tripulação 1
Dimensões
Comprimento 8,03 m
Envergadura 10,67 m
Altura 3,66 m
Área (asas) 19,4 m²
Peso
Tara 2146 kg
Peso bruto máximo 3247 kg
Propulsão
Motores 1x motor a pistão radial Wright R-1820-40 Cyclone 9 de 9 cil. refrigerado a ar de 1 200 hp (895 kW)
Performance
Velocidade máxima 517 km/h
Alcance 1533 km
Tecto máximo 10119 m
Relação de subida 12,4 m/s
Armamento
Metralhadoras 2x M2 Browning de calibre .50 12,7 mm (0,50 in) no nariz
2x M2 Browning de calibre .50 12,7 mm (0,50 in) nas asas
Notas
Dados da Wikipédia anglófona - Buffalo F2A-3

Brewster F2A "Buffalo" foi um dos primeiros caças de fabricação norte-americana usados na Segunda Guerra Mundial.

Utilizado pela força aérea de diversos países no começo do conflito, o Buffalo foi o primeiro avião monoplano usado em porta-aviões pela marinha americana, em 1939. No início da Guerra do Pacífico em dezembro de 1941, ele sofreu pesadas baixas como integrante da RAF e da força aérea das Índias Orientais Holandesas no Sudeste da Ásia e como parte da força aérea dos Estados Unidos na Batalha de Midway.

Seus problemas de construção e desempenho, que deixavam à mostra sua fragilidade contra caças inimigos mais modernos, lhe deram o apelido de “caixão voador” por parte de aviadores navais americanos. Apesar de sua reputação de fragilidade, foi bastante efetivo na força aérea finlandesa, na guerra entre a Finlândia e a União Soviética, no começo da Segunda Guerra Mundial na Europa.

Apesar de sua fragilidade latente em comparação com os caças alemães nos combates aéreos nos céus da Europa, o Buffalo foi integrado às centenas nas esquadrilhas da Grã Bretanha, Bélgica e Holanda. Entretanto, logo substituído por aviões mais modernos, como os Hurricanes britânicos na frente européia e os Wildcats americano, na frente do Pacífico, acabou deixando o serviço ativo na primeira linha de combate.

Apenas um deles sobreviveu quase intacto à guerra, capturado pelos russos aos finlandeses num lago, e devolvido aos norte-americanos após longas negociações pós-guerra, e se encontra hoje no Museu Naval de Pensacola, na Flórida, EUA.

Especificações (F2A-3)

Dados de: United States Navy Aircraft since 1911.[nota 1]

Descrições gerais
Motorização
Performance
Armamentos


Notas das especificações

  1. Swanborough, Gordon and Peter M. Bowers. United States Navy Aircraft since 1911. London: Putnam, Second Edition, 1976. ISBN 0-370-10054-9.


Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Brewster Buffalo