Brian Bowles (lutador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brian Bowles
Nome de nascimento Brian David Bowles
Data de nascimento 22 de Junho de 1980 (33 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Charleston, West Virginia
Nacionalidade Americano
Altura 1.70 m
Peso 61 kg
Divisão Peso Galo
Envergadura 179 cm
Modalidade Boxe, Wrestling, Jiu Jitsu Brasileiro
Luta por Athens, Georgia
Equipe The HardCore Gym, American Top Team
Treinador Adam & Rory Singer
Chad Shafer
Graduação      Faixa Marrom em Jiu Jitsu Brasileiro
Anos ativo 2006-presente
Cartel no MMA
Total 13
Vitórias 10
Por nocaute 3
Por finalização 6
Por decisão 1
Derrotas 3
Por nocaute 2
Por finalização 1
Outras informações
Página Oficial http://www.brianbowles.tv/
Brian Bowles no Sherdog

Brian David Bowles (Charleston, 01980-06-22 22 de junho de 1980) é um lutador americano de artes marciais mistas, atualmente compete no Peso Galo do Ultimate Fighting Championship. Ele foi Campeão Peso Galo do WEC. Bowles é rankado como 4° de acordo com o site Sherdog.[1]

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Começo da carreira[editar | editar código-fonte]

Bowles começou sua carreira em organização regionais, conseguindo duas interrupções no primeiro round e acumulando o recorde invicto de 3-0.

World Extreme Cagefighting[editar | editar código-fonte]

Em suas duas primeiras lutas pela organização, ele finalizou Charlie Valencia com um mata leão e nocauteou Marcos Galvão no WEC 31 com uma enxurrada de socos que atordoaram seu oponente e um forte cruzado de direita para finalizar, ambas acabando nos primeiros minutos do segundo round.

No WEC 35 ele finalizou um dos lutadores no topo da categoria dos galos Damacio Page com uma guilhotina no primeiro round, encaixando a finalização com seu adversário ainda em pé.[2] E no fim de 2008 Bowles conseguiu mais uma vitória notável na organização, derrotando Will Ribeiro (que tinha o cartel de 10-1) no terceiro round novamente com uma guilhotina, no WEC 37. Ele era esperado para lutar no WEC 40 contra Miguel Torres, mas foi forçado a se retirar da luta com uma lesão, e foi substituído pelo top 10 da categoria Takeya Mizugaki. Torres defendeu com sucesso seu cinturão contra Mizugaki.

Torres e Bowles se enfrentaram no WEC 42 em 9 de Agosto de 2009 no Hard Rock Hotel and Casino em Las Vegas, Nevada. Bowles derrotou Torres por nocaute no primeiro round para se tornar o Campeão Peso Galo do WEC.

Bowles fez sua primeira defesa de título contra Dominick Cruz em 6 de Março de 2010 no WEC 47.[3] Bowles perdeu por interrupção médica ao fim do segundo round porque quebrou sua mão.

Bowles era esperado para enfrentar Wagnney Fabiano em 11 de Novembro de 2010 no WEC 52.[4] Porém, Bowles foi forçado a se retirar do card com uma lesão no pé.[5]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Em 28 de Outubro de 2010, o World Extreme Cagefighting fundiu-se com o Ultimate Fighting Championship. Como parte da fusão, todos os lutadores do WEC se transferiram para o UFC.[6]

Bowles enfrentou o ex-oponente Damacio Page em 3 de Março de 2011 no UFC Live: Sanchez vs. Kampmann.[7] Em o que Joe Rogan descreveu como "um cometa que se aproxima a cada 1.000 anos", Bowles derrotou Page com uma guilhotina aos 3:30 do primeiro round, da mesma forma e exatamente ao mesmo tempo que derrotou Page no primeiro confronto.[2]

Bowles enfrentou Takeya Mizugaki em 2 de Julho de 2011 no UFC 132.[8] Ele venceu por decisão unânime, marcando a primeira vez em que foi para a decisão em sua carreira.

Bowles enfrentou Urijah Faber em 19 de Novembro de 2011 no UFC 139.[9] Ele perdeu a luta por finalização no segundo round.[10]

Bowles enfrentou George Roop em 25 de Maio de 2013 no UFC 160.[11] Bowles perdeu por nocaute técnico no segundo round.[12]

Campeonatos e realizações[editar | editar código-fonte]

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 10-3 George Roop Nocaute Técnico (socos) UFC 160: Velasquez vs. Silva II 25/05/2013 2 1:43 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Derrota 10-2 Urijah Faber Finalização (guilhotina) UFC 139: Shogun vs. Henderson 19/11/2011 2 1:27 Estados Unidos San Jose, California Pela chance de disputar o Título dos Galos.
Vitória 10-1 Takeya Mizugaki Decisão (unânime) UFC 132: Cruz vs. Faber 02/07/2011 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 9-1 Damacio Page Finalização Técnica (guilhotina) UFC Live: Sanchez vs. Kampmann 03/03/2011 1 3:30 Estados Unidos Louisville, Kentucky Finalização da Noite.
Derrota 8-1 Dominick Cruz Nocaute Técnico (interrupção médica) WEC 47: Bowles vs. Cruz 06/03/2010 2 5:00 Estados Unidos Columbus, Ohio Perdeu o Cinturão Peso Galo do WEC.
Vitória 8-0 Miguel Torres Nocaute (socos) WEC 42: Torres vs. Bowles 09/08/2009 1 3:57 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Ganhou o Cinturão Peso Galo do WEC. Nocaute da Noite.
Vitória 7-0 Will Ribeiro Finalização (guilhotina) WEC 37: Torres vs. Tapia 03/12/2008 3 1:11 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Finalização da Noite.
Vitória 6-0 Damacio Page Finalização (guilhotina) WEC 35: Condit vs. Miura 03/08/2008 1 3:30 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Finalização da Noite.
Vitória 5-0 Marcos Galvão Nocaute (soco) WEC 31: Faber vs. Curran 12/12/2007 2 2:09 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 4-0 Charlie Valencia Finalização (mata leão) WEC 28: Faber vs. Farrar 03/06/2007 2 2:33 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 3-0 Shane Weinischke Finalização (mata leão) ISCF - Invasion 09/02/2007 1 1:38 Estados Unidos Atlanta, Georgia
Vitória 2-0 Charles Nutt Nocaute Técnico (socos) Wild Bill's Fight Night 4 08/09/2006 1 4:28 Estados Unidos Duluth, Georgia
Vitória 1-0 Tim Honeycutt Finalização (mata leão) Wild Bill's Fight Night 2 12/05/2006 3 4:55 Estados Unidos Duluth, Georgia

Referências[editar | editar código-fonte]