Brian Ray

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brian Ray
Brian Ray, Tel Aviv.JPG
Brian Ray em uma apresentação com Paul McCartney em Tel Aviv, 2008.
Informação geral
Nome completo Brian Thomas Ray
Nascimento 4 de janeiro de 1955 (59 anos)
Origem Los Angeles, Califórnia,  Estados Unidos
Gênero(s) Rock, pop
Instrumento(s) Guitarra, vocal, baixo
Período em atividade 1972 - presente
Outras ocupações Músico, cantor, compositor
Afiliação(ões) The Bayonets, Paul McCartney
Página oficial http://www.brianray.com/

Brian Thomas Ray (Los Angeles, 4 de janeiro de 1955)[1] é um cantor, compositor, guitarrista, baixista americano. Mais conhecido pelo seu trabalho como guitarrista e baixista com Paul McCartney, apesar de ter um extensa lista de artistas com quem trabalhou, além de seu trabalho solo.

Infância[editar | editar código-fonte]

Brian cresceu no Sul da Califórnia.[2] Brian começou a tocar guitarra com 9 anos,s ua irmã mais velha, Jean estimulou seu interesse pela música rock através de sua coleção de discos. Ela era "provavelmente a pessoa mais importante e influente"[3] no início da vida de Brian.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1973, logo após terminar o ensino médio, Ray começou sua carreira musical como parte de Bobby Pickett e Crypt Kicker Five, tocando o "Monster Mash" em um benefício de angariação de fundos organizada pelo e para Phil Kaufman. Kaufman tomou Ray e viria a apresentá-lo a cantora Etta James em um ensaio, assim como James estava à beira de um retorno na carreira. Essa breve introdução acabaria por levar a 14 anos de carreira de Ray como diretor musical Etta James e guitarrista. Enquanto trabalhava com Etta, Brian também dividiu o palco com outros músicos com Keith Richards, Santana, Joe Cocker, Bonnie Raitt, John Lee Hooker e Bo Diddley. Nesse tempo ele também se focou mais em compor músicas. Brian passou o fim dos anos 80 tocando com artistas como Peter Frampton, Rita Coolidge, Michael Steele e Steve LeGassick, com quem virou parceiro de compor músicas por 13 anos. Foi essa parceria em composição com LeGassick que criaria o sucesso de 1987 Smokey Robinson premiado "One Heartbeat".

Antes de trabalhar com Paul McCartney em 2002, Brian estava trabalhando em uma turnê pela França com dois artistas franceses, Mylène Farmer e Johnny Hallyday. Abe Laboriel Jr. que já havia trabalhado com Brian, mencionou que Paul McCartney estava em busca de um guitarrista que poderia facilmente alternar entre baixo e guitarra. Após o encontro com o produtor de McCartney para Driving Rain, David Kahne, Ray se juntou a Paul McCartney para o Halftime show no Super Bowl XXXIX, em 2002.[4]

Ray se juntou ao resto da banda de Paul McCartney para a turnê Driving Rain, divulgando o álbum Driving Rain. A partir de então, ele tem aparecido nos álbuns a solo de McCartney, como Back in the World, Back in the U.S. and Memory Almost Full, bem como o três DVD de Paul: Paul McCartney in Red Square, The Space Within US e Good Evening New York City.[5]

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Após décadas tocando, gravando e escrevendo com muitos artistas, Brian Ray lançou seu primeiro álbum solo, Mondo Magneto, no dia 16 de Outubro de 2006, através de sua gravadora Whooray Records.

"As pessoas sempre me perguntaram quando eu ia fazer minhas próprias coisas", Ray disse: "Eu acho que eu estava ocupado."

Músicos no Mondo Magneto incluem Scott Shriner do Weezer, Davey Faragher da banda de Elvis Costello, bem como Abe Laboriel Jr., Wix Wickens e Rusty Anderson, da banda de Paul McCartney.

Quando Brian perguntou a cantora de blues e ex-chefe de Etta James, se ela iria cantar com ele no álbum sua resposta foi simples e imediata - "Eu vou fazer de tudo por Brian."

Em abril de 2009, Ray revelou que ele estava trabalhando em um segundo álbum, intitulado This Way Up. E em 9 de agosto de 2010 Brian o lançou.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Artista Notas
1976 Etta Is Betta Than Evvah Etta James
1977 Crackin' Crackin'
1978 The Reggie Knighton Band The Reggie Knighton Band
1978 Deep in the Night Etta James
1981 Hot Spot Steve Goodman
1987 One Heartbeat Smokey Robinson
1989 Joy Crystal Lewis
1992 Backstreets of Desire Willy DeVille
Love Lessons Rita Coolidge
1994 Live from San Francisco Etta James Álbum ao vivo; co- produtor e diretor musical, guitarra
1995 Loup Garou Willy DeVille
1996 Greatest Hits Brenda Russell Compositor, produtor e guitarrista
1998 Johnny allume le feu au Stade de France Johnny Hallyday Álbum ao vivo; guitarra
2000 100% Johnny Live à la Tour Eiffel Johnny Hallyday Álbum ao vivo; guitarra
2001 Laundry Service Shakira
2002 Back in the U.S. Paul McCartney DVD ao vivo; guitarra e baixo
2003 Back in the World Paul McCartney DVD ao vivo; guitarra e baixo
2004 Blues to the Bone Etta James
2005 Chaos and Creation in the Backyard Paul McCartney
Paul McCartney in Red Square Paul McCartney DVD ao vivo; guitarra e baixo
Mondo Magneto Brian Ray Primeiro álbum solo
Undressing Underwater Rusty Anderson
2007 The Space Within US Paul McCartney DVD ao vivo; guitarra e baixo
Le coeur d'un homme Johnny Hallyday Guitarra
Memory Almost Full Paul McCartney
2008 Pistola Willy DeVille
Ca ne finira jamais Johnny Hallyday
2009 Good Evening New York City Paul McCartney DVD ao vivo; guitarra e baixo
All I Ever Wanted Kelly Clarkson Guitarra[6]
2010 "This Way Up" Brian Ray Álbum solo

[7]

Referências

  1. Brian Ray on MySpace. Página visitada em 2009-01-17.
  2. Ray, Brian. Brian Ray Biography. Página visitada em 2009-01-17.
  3. Ray, Brian (August 23). Music from my sister, Jean. Página visitada em 2009-01-18.
  4. Gracen, Jorie B.. "Meet Brian Ray". Página visitada em 2009-01-19.
  5. Brian Ray on IMDB. Página visitada em 2009-01-19.
  6. http://www.allmusic.com/album/r1484560
  7. Discogs Artist Discography. Página visitada em 2009-01-20.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]