Brigitte Lahaie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Brigitte Lahaie
Brigitte Lahaie - Salon du livre de Paris - 24 mars 2014.JPG
Brigitte Lahaie (2014).
Nacionalidade: França francesa
Brigitte Lahaie no IMDb

Brigitte Lahaie, nome artístico de Brigade Van Meerhaegue, (Tourcoing, 12 de outubro de 1955) é uma atriz pornográfica francesa que iniciou sua carreira aos 20 anos de idade, tendo participado de várias produções entre 1976 e 1980.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em 1980, tendo se tornado uma espécie de ídolo da idade de ouro da indústria de filmes adultos da França, ela decidiu pôr um fim à sua carreira hardcore e começou a aparecer em filmes mais "tradicionais" e "grandes" produções, tais como I comme Icare (Henri Verneuil, 1980) no qual interpreta uma stripper, e em Pour la peau d'un flic (Alain Delon, 1981) no qual faz o papel de uma enfermeira. Todavia, fez também algumas produções softcore e vídeos do subgênero Nazi exploitation durante este período.

Ao fim de sua carreira de atriz, tornou-se famosa para o público em geral participando do famoso programa de rádio francês, Les Grosses Têtes, que é transmitido pela RTL.

Ela também tentou tornar-se cantora, tendo lançado um single, Caresse tendresse. Não fez nenhum sucesso comercial nem teve qualquer repercussão profissional.

Presentemente, ela é a apresentadora do programa diário Lahaie, l'Amour et Vous na RMC Info (das 14:00 às 16:00, hora local) o qual lida basicamente com temas ligados a relacionamentos afetivos e sexuais. Também apresenta um talk show num canal fechado de sexo explícito da TV francesa.

Brigitte Lahaie também é conhecida por seu longevo interesse em equitação, surgido quando ela viu o filme White Mane na adolescência.

Filmografia (incompleta)[editar | editar código-fonte]

  • Parties fines: primeiro filme de Gérard Kikoïne, no qual Brigitte Lahaie foi "lançada".
  • Belles d'un soir: filme cult que reúne três das mais famosas atrizes pornôs francesas dos anos 1970: Brigitte Lahaie, Véronique Maugarsky e Martine Grimaud.
  • Parties de chasse en Sologne: grande êxito comercial em fins dos anos 1970.
  • Je suis à prendre: outro cult na cena pornô francesa.
  • La clinique des phantasmes: produção de Gérard Kikoïne com cenas de fetichismo, voyeurismo e belas atrizes; fez muito sucesso quando foi lançado em 1981.
  • La Rabatteuse: lançado em 1978.
  • Les petites écolières: (apresentando Marylin Jess): filme mais famoso de Frédéric Lansac e o último filme pornográfico de Brigitte Lahaie.
  • Henry & June: filme em língua inglesa mais famoso do qual ela tomou parte. Brigitte faz uma ponta, como uma prostituta.
  • Faceless (ou Les Prédateurs De La Nuit, 1988): dirigido pelo realizador Jess Franco.
  • Ela estrelou pelo menos cinco filmes dirigidos por Jean Rollin: Fascination, The Grapes of Death (ou Les Raisins de la Mort), La Nuit des Traquées, Les Deux Orphelines Vampires e La Fiancée de Dracula.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Moi, la scandaleuse (1989) (autobiografia)
  • La femme modèle (1991) (romance)
  • Le sens de la vie (romance)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]