Brincadeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Brincar)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde julho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Brincadeira é a ação de brincar, de entreter, de distrair. Pode ser uma brincadeira recreativa como brincar de "esconde-esconde" (" jogar às escondidas", em Portugal) ou um gracejo, como trocadilhos ou insinuações.

"O brincar é uma necessidade básica e um direito de todos. O brincar é uma experiência humana, rica e complexa". (ALMEIDA, M. T. P, 2000)

A bricadeira contribui muito para o desenvolvimento da criança, onde através dela, o professor estimula a autonomia em cada indivíduo. Ainda, quando a criança encontra-se no Pré-Operatório (caráter lúdico do pensamento simbólico), segundo Jean Piaget, ela é extremamente egocêntrica, centrada em si mesma e para tudo deve haver uma explicação. A brincadeira nessa etapa da educação passa a ser fundamental, pois ela consegue lidar com os diferentes pontos de vista de seus colegas e tenta resolver diferentes problemas de diferentes formas, sempre com o auxílio da professora e respeitando as regras/combinados. A importância de brincar na educação infantil é essencial e necessária, pois ajuda na construção da identidade, na formação de indivíduos e na capacidade de se comunicar com o outro, reproduzindo seu cotidiano e caracterizando o processo de aprendizagem.

Brincadeiras recreativas[editar | editar código-fonte]

As brincadeiras recreativas distinguem-se por terem regras simples e flexíveis, não se necessitando de quadras, tabuleiros, instruções, treinamento, peças ou dispositivos especiais para delas se participar.

Na maioria das vezes, devido à sua simplicidade,as brincadeiras são feitas por crianças. Somente algumas, como a mímica, são, ocasionalmente, feitas, também, por adolescentes ou adultos.

A cabrar acriança (de crianças, em Portugal), por ser livre de regras e objetivos pré-estabelecidos, é solta e despreocupada, o que proporciona uma certa liberdade. As crianças brincam para gastar energia e se divertirem. Na maioria das vezes, utilizam um brinquedo em seus jogos. Este brinquedo é visto pelos adultos como um objeto auxiliar da brincadeira, mas para a crianças isso vai além. Ela o vê como uma fonte de conhecimentos e um "simulador da realidade". Como exemplo, podemos citar a menina que brinca que a boneca é a sua filha.

Uso das expressões no Brasil e em Portugal[editar | editar código-fonte]

Existem diferenças sutis de uso no Brasil e em Portugal, como as apresentadas como exemplo na tabela abaixo. No Brasil são brincadeiras as atividades recreativas que têm regras informais e flexíveis, como o "esconde-esconde" ou o "pega-pega". Já em Portugal, o fato de haver regras faz com que uma atividade recreativa seja chamada de jogo.

No Brasil Em Portugal
brincar de médico brincar aos médicos
brincar de carrinho brincar com os carrinhos
brincar de boneca brincar com as bonecas
brincar de esconde-esconde jogar às escondidas
brincar de pega-pega ou pique-pega jogar à apanhada
jogar bola jogar à bola

Brincadeiras no convívio social[editar | editar código-fonte]

O termo brincadeira é utilizado, quando se fala das relações sociais, para se designar alguma ação cujo objetivo claro é divertir. Nesse caso, incluem-se os gracejos, as piadas, os trocadilhos e outras ações do gênero.

As brincadeiras de crianças também podem ser educativas. Brincadeiras com regras pré-estabelecidas e com objetivos, estimulam a responsabilidade, a disciplina, entre outros valores sem que as crianças se sintam obrigadas a cumprir. As responsabilidades na vida da criança irão favorecer o seu convívio na sociedade.

Além do conhecimento de uma maneira espontânea, as brincadeiras trazem vantagens em todas as etapas da vida das crianças. O desenvolvimento da criatividade e da coordenação motora, o estimulo da imaginação e das habilidades das podem ser trabalhadas nas brincadeiras independente da faixa etária das crianças.

Chama-se de brincadeira de mau gosto àquela em que quem a faz procura fazer graça às custas de outro, em que pode estar presente ou não, ainda citando situações que devem ser levadas a sério, geralmente merecedoras de pena ou reflexão.

Wikilivros
O Wikilivros tem um livro chamado Brincadeiras a qualquer hora
Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete Brincadeira.