Bruce Fordyce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Bruce Fordyce (nascido em 03 de dezembro de 1955 em Hong Kong que na época pertencia ao Reino Unido) é um maratonista e ultramaratonista sul-africano. Ele é mais conhecido por ser o recordista de número de vitórias da ultramaratona Comrades onde ele foi venceu nove vezes, sendo que oito vitórias foram consecutivas. Ele também venceu a ultramaratona "London to Brighton" em três anos consecutvos. Ele é o atual detentor do recorde mundial das 50 milhas e o ex-recordista mundial dos 100 km.

Início da vida e da educação[editar | editar código-fonte]

Nascido em Hong Kong, a família de Fordyce se mudou para Joanesburgo, quando ele tinha 13 anos de idade. Ele completou a sua carreira escolar em "Woodmead High School" e posteriormente estudou na Universidade de "Witwatersrand", onde obteve seu diploma de Bacharel em Artes em 1977 e Bacharel em Artes com Honras em 1979. Durante esse tempo ele também era um membro do "Conselho Representativo de Estudantes" da universidade, bem como um membro do comitê da "Wits Athletic Club".

Ultramaratona Comrades[editar | editar código-fonte]

Em 1977, quando Fordyce competiu pela primeira vez na ultramaratona Comrades foi 43º colocado de um total de 1.678 corredores, depois foi 14º em 1978, 3º em 1979, 2º em 1980,[1] e depois foi vencedor oito anos consecutivos de 1981 até 1988, ele venceu novamente em 1990. Nenhum outro corredor na história da "Comrades" conseguiu esta façanha. Fordyce também deteve o recorde de tempo da Comrades nos dois sentidos, em 1986 Fordyce fez o tempo recorde de descida "down" (Pietermaritzburg a Durban)em 5h24m07s que durou por 21 anos, até que foi quebrado em 2007 pelo russo Leonid Shvetsov com o tempo de 5h20m49s e em 1988 Fordyce fez o tempo recorde de subida "up" (Durban a Pietermaritzburg) em 5h27m42s que durou por 20 anos, até que foi quebrado em 2008 por Leonid Shvetsov com o tempo de 5h24m49s.

Resultados de Bruce Fordyce na ultramaratona Comrades
Ano Colocação Tempo Direção
1977 43 06:45:00 Subida
1978 14 06:11:00 Descida
1979 3 05:51:15 Subida
1980 2 05:40:31 Descida
1981 1 05:37:28 Subida
1982 1 05:34:22 Descida
1983 1 05:30:12 Subida
1984 1 05:27:18 Descida
1985 1 05:37:01 Subida
1986 1 05:24:07 Descida
1987 1 05:37:01 Subida
1988 1 05:27:42 Subida
1990 1 05:40:25 Subida
1991 328 06:57:02 Descida
1994 19 06:01:54 Subida
1995 2232 08:42:48 Descida
1996 329 06:59:30 Subida
2000 2691 08:41:11 Subida
2001 2790 08:50:52 Descida
2002 4252 09:48:46 Subida
2003 2784 08:53:12 Descida
2004 3088 09:26:02 Subida
2005 2311 08:45:20 Descida
2006 3596 09:41:11 Subida
2007 3861 09:48:18 Descida
2008 3710 10:07:33 Subida
2009 3818 09:48:21 Descida
2010 965 07:55:03 Descida
2011 488 07:30:31 Subida
2012 1099 08:06:10 Descida

Ele completou 30 Comrades, incluindo os notáveis resultados de fazer duas vezes tempos idênticos em 1985 e 1987. Em 2011 ele deixou de ganhar uma medalha de prata por 31 segundos (finalizando no tempo de 7 horas, 30 minutos e 31 segundos).

Ultramaratona "London to Brighton"[editar | editar código-fonte]

Fordyce ganhou a ultramaratona "London to Brighton" por 3 anos seguidos (1981, 1982 e 1983).[2] [3]

Detentor do recorde mundial[editar | editar código-fonte]

Fordyce é o atual detentor do recorde mundial das 50 milhas - marca obtida em 1983 durante a ultramaratona "London to Brighton" – Ele é o ex-recordista mundial dos 100 km que foi obtido em 1989 (ano em que ele pulou a ultramaratona Comrades).[1]

Ativismo político[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira vitória na Comrades em 1981, Fordyce usava uma braçadeira preta para protestar contra as comemorações do 20º aniversário da república apartheid[2] atraindo vaias e até mesmo alguns tomates podres jogados por um corredor próximo. Neste protesto Fordyce afirmou: "foi um dos momentos de maior orgulho da minha vida".[1] Ele brincou dizendo que "ele colocou a palavra 'comrade' (que significa camarada) de volta para a 'Comrades Marathon'".

Livros, jornalismo e falando em público[editar | editar código-fonte]

Além de ter escrito dois livros sobre a Ultramaratona Comrades, Fordyce também é atualmente (2004), um colunista de esportes para vários jornais e revistas. Ele também é um palestrante motivacional e Diretor-Presidente da "South African Sports Trust".

Outras homenagens[editar | editar código-fonte]

Em 2004, ele foi eleito o 64º no "Top 100 Great South Africans". Em 2007, ele recebeu um título honorário de doutorado da Universidade de Witwatersrand.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Bloomfield, Mark (2005). UltraRunning Interview: Comrades Champion Bruce Fordyce. UltraRunning.
  2. a b Bruce Fordyce to Receive Honorary Degree from Wits University, his Alma Mater. University of the Witwatersrand (20 November 2007).
  3. Morgan, Brad (February 2010). Bruce Fordyce: Comrades King. southafrica.info.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]