Bruno Mars

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bruno Mars
O cantor durante uma performance em Las Vegas, Nevada, em setembro de 2010
Informação geral
Nome completo Peter Gene Hernandez
Nascimento 8 de outubro de 1985 (28 anos)
Local de nascimento Honolulu, Havaí
 Estados Unidos
Gênero(s) Pop, R&B, soul, hip hop
Ocupação(ões) Cantor, compositor
Instrumento(s) Vocais, bateria, guitarra, piano, teclado, violão, harmónica, ukelele
Período em atividade 2010 — presente
Outras ocupações Produtor, arranjador vocal, multi-instumentista, dançarino Dublador
Gravadora(s) Elektra Records, Atlantic Records
Afiliação(ões) The Smeezingtons, B.o.B, Travie McCoy, Cee Lo Green, Flo Rida, Charice, David Guetta, Chris Brown, Lil Wayne
Influência(s) Michael Jackson, Elvis Presley, James Brown, Prince, Led Zeppelin, The Police, Bob Marley, The Beatles, Celine Dion, Amy Winehouse
Página oficial BrunoMars.com

Peter Gene Hernandez (Honolulu, 8 de outubro de 1985[1] ), mais conhecido pelo nome artístico Bruno Mars, é um cantor, compositor, produtor musical, e multi-instrumentista americano de descendência filipina Judeu[2] porto-riquenha, nascido e criado no Havaí.. Vindo de uma família com uma grande tradição musical, Mars começou a cantar e a se apresentar como um artista amador durante a infância. Depois de se formar no Ensino Médio, decidiu mudar-se para Los Angeles, na Califórnia, com o objetivo de investir cada vez mais em sua carreira musical. Em Los Angeles, ele formou a equipe de produtores The Smeezingtons, ao lado de Philip Lawrence e Ari Levine.

Depois do seu fracasso com a gravadora Motown Records, Mars assinou com a Atlantic Records em 2009. Durante os primeiros meses como artista da editora, ele co-escreveu os arranjos e fez participações em músicas como "Nothin' on You" (2010), do rapper B.o.B, e "Billionaire" (2010), do cantor americano Travie McCoy. Também participou da composição dos êxitos mundiais "Right Round" (2009), do rapper Flo Rida com participação de Kesha, "Wavin' Flag" (2010), do cantor somali K'naan, e "Fuck You!" (2010), de Cee Lo Green. Em Outubro de 2010, lançou o seu álbum de estúdio de estreia, Doo-Wops & Hooligans. O álbum atingiu o seu pico na terceira colocação da tabela musical Billboard 200 nos EUA, e recebeu o certificado de disco de platina pela Recording Industry Association of America (RIAA) após vender mais de um milhão de cópias no país.

Seu primeiro single como artista principal, "Just The Way You Are" (2010), ocupou a primeira posição da tabela de singles americana Billboard Hot 100 por quatro semanas consecutivas. O segundo e mais bem sucedido single de Mars até hoje, "Grenade" (2010), ocupou a mesma posição por oito semanas não consecutivas. O sucesso dos dois singles nos Estados Unidos fazem de Mars um dos seis artistas masculinos na história que alcançaram o topo da Billboard com os dois primeiros singles do mesmo álbum, e o primeiro a fazê-lo em treze anos. Inspirado por lendários artistas como Michael Jackson e Elvis Presley, o intérprete é considerado um dos mais "versáteis e completos artistas de música pop da actualidade", segundo um crítico do prestigiado jornal The New York Times.[3]

Em 2011, os seus dois primeiros singles foram os campeões de vendas a nível mundial. "Just the Way You Are" vendeu mais de 12,5 milhões de exemplares, e "Grenade", 10,2 milhões. "The Lazy Song", o terceiro single de Doo-Wops & Hooligans, foi a décima canção mais vendida, registr ando mais de 6,5 milhões. A soma das vendas dos três singles é igual a 28 milhões de unidades.[4] [5] . Seu segundo álbum de estúdio, intitulado Unorthodox Jukebox[6] , foi lançado em 11 de dezembro de 2012, do qual o primeiro single, a música "Locked Out of Heaven", foi lançado em 1 de outubro, além do single promocional "Young Girls", lançado em 6 de novembro do mesmo ano[7] . E também o terceiro single lançado no dia 19 de novembro que se chama "Moonshine"

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Distrito e praia de Waikiki, onde Bruno nasceu e viveu a maioria dos anos de sua vida

Peter Gene Hernandez nasceu e foi criado no bairro de Waikiki, na cidade de Honolulu, no estado americano do Havaí. Seu pai, Pete Hernandez, tem nacionalidade porto-riquenha, e a sua mãe, Bernadette "Bernie" Hernandez (falecida em 1 de junho de 2013[8] ) era filipina.[9] [10] [11] [12] Sua mãe emigrou para o Havaí ainda criança, e o seu pai mudou-se inicialmente de Porto Rico para o Brooklyn, em Nova York, na adolescência, antes de fixar residencia no Havaí e posteriormente conhecer Bernie.[13] Com seis anos de idade, Peter foi apelidado de "Bruno" pelo seu pai, devido a sua semelhança com o jogador de wrestling profissional ítalo-americano Bruno Sammartino.[14] Os pais de Mars se conheceram durante um concerto, onde a sua mãe era uma dançarina de hula-hula (dança típica do Havaí), e o seu pai tocava percussão.[13] Mars é um dos seis filhos do casal, sendo o terceiro mais velho, tendo vindo de uma família musical, que o expôs a uma mistura diversificada dos géneros reggae, rock, hip hop e rhythm and blues (R&B).[15] [16] Além de dançarina, sua mãe era cantora, e o seu pai era multi-instrumentista e constantemente usava a sua habilidade musical para interpretar canções de rock'n'roll de Little Richard.[17] O tio materno de Peter era cover de Elvis Presley. Com de três anos de idade, o seu tio o tinha levado a um espectáculo, onde este cantou músicas de Michael Jackson, The Isley Brothers, e The Temptations.[11] Aos quatro anos, Peter começou a se apresentar por cinco dias por semana com a banda da sua família, The Love Notes, na qual ele ficou conhecido na ilha por sua personificação de Miní Elvis Presley.[18]

"Crescer no Havai fez-me o homem que sou. Eu costumava fazer um monte de shows no Havai com a banda do meu pai. Todo mundo na minha família canta, todo mundo toca instrumentos. Meu tio é um guitarrista incrível, meu pai é um percussionista incrível, meu irmão é um grande baterista, na verdade ele actua na nossa banda."

- Mars falando sobre a influência musical da sua família em 2010.[19]

Em 1990, Mars apareceu na revista MidWeek como "Little Elvis", passando a ter uma participação especial no filme Honeymoon in Vegas de 1992.[11] [20] Mais tarde, ele refletiu sobre a influência que Elvis tinha em sua música: "Eu vejo o melhor. Eu sou um grande fã de Elvis. Eu sou um grande fã do Elvis dos anos 50, quando ele sobe no palco e assusta as pessoas, porque ele era uma força e as meninas enlouqueciam! Você pode dizer a mesma coisa sobre Michael Jackson, Prince ou sobre a banda The Police. São apenas rapazes que sabem que as pessoas estão lá para ver um concerto, assim, eu assisto esses rapazes e adoro estudá-los porque eu sou um fã".[21] Em 2003, pouco depois de se formar na Escola Secundária Presidente Theodore Roosevelt, com a idade de dezessete anos, Peter se mudou para Los Angeles, Califórnia, para prosseguir uma carreira musical.[22]

Bruno formou-se na Escola Secundária Presidente Theodore Roosevelt, em Honolulu, Havaí

Carreira[editar | editar código-fonte]

2004 — 2010: Início da carreira e It's Better If You Don't Understand[editar | editar código-fonte]

Pouco depois de se mudar para Los Angeles, assinou um contrato discográfico com a editora Motown Records em 2004, em um acordo que "não deu em nada".[23] No entanto, a experiência do artista com a Motown provou ser benéfica para a sua carreira, quando ele conheceu o compositor e produtor Philip Lawrence, que também trabalhava na editora. Mars, Lawrence, e o engenheiro musical Ari Levine começaram a escrever músicas juntos, e formaram a equipa de produção The Smeezingtons. Em 2006, Lawrence apresentou Mars ao seu futuro gerente na editora Atlantic Records, Aaron Bay-Schuck.[23] Depois de ouvi-lo tocar duas canções no violão, Bay-Schuck quis contratá-lo imediatamente, mas demorou cerca de três anos para a Atlantic finalmente assinar com Bruno.[24] Enquanto isso, Bay-Schuck contratou o cantor e os The Smeezingtons para escreverem e produzirem canções para artistas da editora.[24] De acordo com Aaron, em uma entrevista com o sítio HitQuarters, Mars tinha afirmado que seu objectivo final era ser um artista a solo, e que estava disposto a escrever e produzir para outros artistas, tanto para ajudar a melhorar as ,suas composições e ajudá-lo a descobrir o tipo de artista que ele finalmente queria ser.[24]

Antes de se tornar num artista a solo bem sucedido, Hernandez foi um reconhecido produtor musical, tendo composto músicas para artistas como Alexandra Burke, Travie McCoy, Adam Levine, Brandy, Sean Kingston, e Flo Rida.[15] [25] Ele também co-escreveu o êxito "Get Sexy" (2009), da banda Sugababes, e ofereceu vocais de apoio no álbum Sweet 7 (2010). Sua primeira aparição musical como cantor foi na faixa "3D" do segundo álbum de estúdio da banda Far East Movement, Animal (2009).[26] Ele também fez uma participação no single de estreia do cantor de hip hop Jaeson Ma, "Love", em agosto de 2009.[27] [28] [29] Bruno alcançou proeminência como um artista solo depois de fazer uma participação e co-escrever as canções "Nothin' on You", do rapper B.o.B, e "Billionaire", de Travie McCoy, tendo ambas as canções alcançado as dez melhores posições de vários países, incluindo os Estados Unidos.[30] [31] [32] [33] A 11 de Maio de 2010, foi lançado o seu primeiro extended play (EP), It's Better If You Don't Understand.[34] O EP atingiu o seu pico na nonagésima nona posição da tabela Billboard 200, e gerou somente um single, "The Other Side", que conta com as participações de Cee Lo Green e B.o.B.[35] [36] Mars colaborou com Green mais uma vez em agosto de 2010, ao co-escrever o single "Fuck You!". Nos MTV Video Music Awards de 2010, Bruno interpretou uma mistura de "Nothin' on You" e "Airplanes" com B.o.B e Hayley Williams.[37]

2010 — 2011: Doo-Wops & Hooligans[editar | editar código-fonte]

Mars a realizar uma performance em Houston, Texas, em novembro de 2010.

A 4 de outubro de 2010 foi lançado o álbum de estúdio de estreia do artista, Doo-Wops & Hooligans, para o formato digital. Em sua primeira semana de comercialização, estreou no número três da Billboard 200 na semana de 13 de outubro de 2010, vendendo somente 55 mil cópias.[38] [39] [40] Mais tarde, recebeu o certificado de disco de platina pela Recording Industry Association of America (RIAA) pelo embarque de mais de um milhão de exemplares,[41] [42] e foi o terceiro álbum mais vendido do Reino Unido em 2011, tendo comercializado mais de 1,214,420 unidades.[43] O primeiro single do álbum, "Just the Way You Are" — lançado antes do álbum — se posicionou no topo da Billboard Hot 100,[44] bem como em várias outras tabelas musicais.[45] O seu vídeo musical, dirigido por Ethan Lader e lançado a 8 de setembro de 2010, apresenta a actriz peruana-australiana Nathalie Kelley.[46] O segundo single do álbum, "Grenade" (2010), teve também um desempenho gráfico muito bom, tendo alcançado a primeira posição das tabelas de quinze países, incluindo os EUA e a Austrália.[47] [48] Em outubro de 2010, o cantor abriu a digressão Hand All Over Tour, da banda americana Maroon 5, e juntou-se a McCoy em uma digressão europeia que teve seu início a 18 de outubro de 2010.

"Eu e estes rapazes [The Smeezingtons] trancamo-nos num estúdio não muito longe daqui para trabalhar neste álbum [Doo-Wops & Hooligans], especialmente 'Grenade', que é a canção em que trabalhamos mais duro. [...] Esse é o nosso troféu aqui mesmo. De todas as canções de que fomos suficientemente sortudos para fazer parte de neste ano, estamos mais orgulhosos dessa."

 — Mars a falar em uma entrevista sobre as nomeações ao Grammy Award.[49]

A 19 de setembro de 2010, Mars foi preso na cidade de Las Vegas, Nevada, por posse de cocaína. Ao falar com um agente da polícia, o intérprete teria afirmado que o que ele fez foi "insensato" e que "nunca usou drogas antes". Bruno considerou-se culpado do crime de posse de drogas, e em troca de sua confissão, foi informado que as acusações seriam apagadas de sua ficha criminal, visto que ele ficou fora de problemas por um ano, e pagou uma multa de USD 2 mil, fez duzentas horas de serviço comunitário, e concluiu um curso de aconselhamento de drogas. A 13 de fevereiro de 2011, o artista venceu o seu primeiro Grammy Award, tendo ganho um prémio na categoria "Melhor Performance Pop Vocal Masculina", e recebeu seis nomeações: "Melhor Canção de Rap" e "Melhor Colaboração Rap/Sung" por "Nothin' on You", "Gravação do Ano" por "Nothin' on You" e "Fuck You", "Canção do Ano" por "Fuck You", e "Produtor Não-Clássico do Ano" na sua quinquagésima terceira cerimónia anual.

A 16 de setembro de 2011, o grupo Bad Meets Evil lançou o single "Lighters", que conta com uma participação vocal de Mars. A canção foi recebida com críticas mistas pelos críticos especializados em música contemporânea, e Mars foi muito criticado por fazer esse tipo de música. Em setembro de 2011, foi anunciado na página oficial do cantor que a canção "It Will Rain" iria aparecer na banda sonora do filme The Twilight Saga: Breaking Dawn - Part 1. Em 30 de outubro do mesmo ano, o intérprete fez uma apresentação exclusiva da canção "Runaway Baby" no reality show britânico The X Factor, no mesmo dia que recebeu seis nomeações para o Grammy: "Álbum do Ano" e "Melhor Álbum Pop Vocal" por Doo-Wops & Hooligans, "Gravação do Ano", "Canção do Ano" e "Melhor Performance Solo Pop" por "Grenade", e "Produtor Não-Clássico do Ano" na sua quinquagésima quarta cerimónia anual.

Mars confirmou via Twitter que já começou a trabalhar no seu segundo álbum de estúdio.[50] [51] Ele disse que está interessado em trabalhar com a boy band britanica One Direction.[52] A 22 de março de 2012, foi noticiado que o artista assinou um contrato discográfico que lhe permitirá ter distribuição mundial com a BMG Chrysalis EUA.[53] Em junho de 2012, ele disse que o álbum estava "quase pronto" e, como uma brincadeira, que se intitula Prepare to Shit Yourself, com lançamento previsto para 2023.[54] Em outubro de 2012, Mars irá fazer a sua estreia televisiva na série de televisão de animação The Cleveland Show.[55] Ele, juntamente com Kanye West, Questlove, Nicki Minaj, e will.i.am irão interpretar versões ficcionais de si próprios.[56]

Nós temos duas canções originais com Kanye [West] e Will[.i.am] e Bruno [Mars], eu quero dizer, todos eles, foi fantastico. Cleveland inadvertidamente entra [no seu grupo de rap Illuminati] e depois é [sobre] como ele irá destruí-los ou [sobre] como eles irão o destruir."
 
Richard Appel, o produtor executivo de The Cleveland Show, a falar sobre a participação de Mars.[57] ,

2012 — presente: Unorthodox Jukebox[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, Mars confirmou através de sua conta no twitter que já estava trabalhando no segundo álbum de estúdio de sua carreira, o sucessor de Doo-Wops & Hooligans[58] . Durante uma entrevista em outubro de 2012, Bruno contou a revista Billboard que o álbum seria intitulado Unorthodox Jukebox. Dias depois, a data oficial para o lançamento do projeto também foi anunciada para 11 de dezembro de 2012, pelo selo Atlantic Records. Para promover o álbum, atualmente Mars usa um penteado afro.

O álbum teve sua produção iniciada no ano de 2011, quando Mars já havia finalizado a divulgação de seu álbum anterior, Doo-Wops & Hooligans. Segundo o cantor e compositor, o álbum representa um novo nível de liberdade profissional em sua carreira, uma vez que no trabalho realizado nele Mars está "indo ao estúdio e gravando e compondo" tudo o que ele queria.[59] O cantor revelou que no início de sua carreira conheceu o presidente de uma grande gravadora que lhe disse: "Sua música é uma m*rda, você não sabe quem é, sua música já está por toda parte e nós não sabemos como comercializá-la. Escolha um estilo e volte aqui".[59] Sobre isso, ele afirmou: "Aquilo foi terrível para mim, por que eu não estava tentando ser uma atração circense. Eu ouço vários tipos de música, e quero ter a liberdade e o luxo de poder dizer 'Hoje eu quero gravar um hip-hop, um R&B ou um soul'".[59]

A produção do disco também possui diferenças em relação a seu trabalho anterior, devido o fato dele ter colaborado com outros produtores musicais com os quais não havia trabalhado antes. Quanto a isso, Mars declarou: "Convidamos alguns chefes de cozinha sem nem mesmo ter uma receita. Nós poderíamos ter transformado isso em um desastre, ou poderíamos ter transformado tudo em algo incrível. O que nós fizemos foi uma coisa cheia de alma, experimental, eletrônica e difícil de explicar. E essa é a explicação para o título do álbum".[59] Unorthodox Jukebox conta com a produção de Mark Ronson, Jeff Bhasker (responsável pela produção de "We Are Young", da banda Fun., e por diversos sucessos interpretados por cantores como Beyoncé e Kanye West), Emile Haynie, Diplo (conhecido por trabalhos com M.I.A., Beyoncé e Supa Dups), do trio The Smeezingtons (do qual Mars faz parte) e muitos outros.[59] Com Diplo, Mars procurou pelos sons que fizessem "a galera na balada enlouquecer", o que fez o DJ afirmar que "em nossa geração, ele é o cara mais talentoso com o qual já trabalhei".[60]

Ao falar sobre o disco em entrevistas, Mars notou que o álbum possui uma maior variedade musical e que nele ele se recusou a "escolher um único estilo musical".[59] Mars também esteve em estúdio com os produtores Benny Blanco e Paul Epworth (sendo o último um dos responsáveis por 21, álbum da cantora Adele que é um dos discos mais vendidos do século XXI). Sobre suas contribuições na produção do álbum, Blanco declarou: "Eu fiz uma música muito legal com ele. Eu e Paul [Epworth] simplesmente ficamos juntos e logo em seguida Bruno escreveu uma música incrível em cima disso. Tudo meio que veio junto".[61] Ao falar sobre a canção, ele afirmou: "Ela se parece com uma espécie de retrocesso de 'Sinnerman', da Nina Simone".[61] Apesar disso, ainda não se sabe se essa música estará presente no álbum.

Mars também trabalhou com a cantora Esperanza Spalding na faixa "Old & Crazy", presente em uma versão exclusiva do álbum.[62] Ele pediu a cada um dos produtores envolvidos no projeto para que "saíssem de sua zona de conforto", ou seja, para que produzissem algo diferente do que já haviam produzido.[60] Ao gravar a canção "When I Was Your Man", ele afirmou que não queria "gravar nenhuma outra balada", mas que "essa é visceral - é a coisa mais honesta e real que eu já cantei... Foi quando as apostas não eram mais seguras, quando senti meu sangue fluindo".[60]

O 1º single do disco divulgado por Mars foi "Locked Out of Heaven",[63] que chegou ao top 5 das mais tocadas e baixadas em vários países, incluindo os Estados Unidos, onde atingiu a 1ª posição da Billboard Hot 100.[64] Logo em seguida, foram liberados os singles promocionais "Young Girls", "Moonshine" e "When I Was Your Man", que foram disponibilizados para download digital pago através da iTunes Store.[65] [66] [67] Dentre estas, "When I Was Your Man" foi escolhida como o segundo single do álbum, sendo lançada oficialmente em 15 de janeiro de 2013.[68] .A canção também alcançou a primeira posição na Billboard Hot 100

Mars realizou algumas performances para divulgar o disco, tendo apresentado-se na edição americana do Saturday Night Live,[69] durante a edição de 2012 do Victoria's Secret Fashion Show,[70] entre outros. Unorthodox Jukebox foi liberado para streaming através de sua página oficial em 4 de dezembro de 2012, há uma semana de seu lançamento, tendo previsão de permanência no website até a data de lançamento do disco nos Estados Unidos.[71]

Estilo musical[editar | editar código-fonte]

O artista a tocar teclado durante um concerto na cidade de Houston, Texas, a 24 de novembro de 2010.

A música de Mars tem sido notada por dispôr uma grande variedade de estilos e influências, incluindo o pop,[72] rock,[72] reggae,[72] rhytm and blues,[73] soul,[74] e hip hop.[75] O seu co-produtor, Phillip Lawrence, disse: "O que as pessoas não sabem é que existe um lado fraco de Bruno Mars." O próprio Mars diz: "Eu culpo isso em mim cantando para meninas na secundária."[76] Jon Caramanica, do The New York Times, chamou-o de "um dos mais versáteis e acessíveis cantores na [música] pop, com uma voz leve e influenciada pela [música] soul que é um encaixe simples na variedade de estilos, um dador universal."[3] Mars foi incialmente influenciado por artistas de R&B como Keith Sweat, Jodeci, e R. Kelly, bem como rock 'n' roll dos anos 50 e Motown.[77] Na escola secundária, ele começou a ouvir grupos de rock clássico, tais como The Police, Led Zeppelin, e os The Beatles.[77] Todos estes géneros musicais influenciaram o estilo musical de Mars; ele observou que "não é facil [criar] canções com essa mistura de rock e soul e hip hop, e há apenas um punhado deles."[77] O cantor tambem afirmou que é fã de Alicia Keys, Jessie J, Jack White, e The Saturdays.[78]

O Rei do Pop Michael Jackson foi um dos artistas que mais influenciaram Mars e seu estilo musical

Além disso, o cantor alega que este trabalho com outros artistas influenciou o seu estilo musical, dizendo que "'Nothin' on You' tinha uma vibração de Motown, 'Billionaire' era uma canção dirigida por uma guitarra acústica de reggae, conquanto, uma das minhas favoritas é a canção do Cee-Lo [Green]. Eu não acho que ningém poderia ter cantado aquela canção. E depois há 'Just the Way You Are'. Se você conhece a minha história, você sabe que eu amo todos os géneros musicais diferentes."[79] Ele cita doo-wop como a influência principal da sua música, referindo-se ao género como "somente canções de amor sinceras - tão encantadoras e simples e românticas".[79] Além disso, o intérprete afirma que crescer no Havai influenciou a sua música, dando às suas canções um som reggae. "No Havai, algumas das maiores estações de rádio são de reggae. As bandas locais são fortemente influenciadas por Bob Marley. Essa música une as pessoas. Não é música urbana ou música pop. São simplesmente canções. Isso é o que a faz cruzar tão bem. A canção vem em primeiro lugar."[13]

Liricamente, muitas das obras musicais de Mars foram descritas como "sem preocupações", "para sentir-se bem" e optimistas,[80] todavia, assuntos mais obscuros são endereçados para faixas como "Grenade", "Liquor Store Blues", e "Talking to the Moon", sendo que todas detalham relacionamentos que falharam e comportamentos auto-destrutivos.[74] [81]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Mars a actuar em um concerto em Houston, Texas, a 24 de novembro de 2010.

A discografia de Bruno Mars consiste em um álbum de estúdio, dois extended plays (EP), quatorze singles (incluindo cinco como artista convidado, e dois promocionais), e doze vídeos musicais.

Antes da sua carreira como artista solo, Mars co-escreveu e produziu músicas para muitos artistas, tais como Brandy, K'naan, Sean Kingston, Mike Posner, Shontelle, e as Sugababes.[82] Mars viu o sucesso em 2009, co-escrevendo o êxito internacional de Flo Rida com participação de Kesha, "Right Round".[83] No início de 2010, Mars apareceu em "Nothin' on You", o single de estreia do rapper B.o.B, que veio a alcançar o número um nos Estados Unidos e no Reino Unido.[84] [85] [86] Mais tarde naquele ano, ele foi apresentado no single de estreia de Travie McCoy, "Billionaire", que alcançou o número quatro na Billboard Hot 100.[87] [88] Estes dois singles receberam o certificado de disco de platina por duas vezes nos EUA pela Recording Industry Association of America (RIAA).[89]

O EP de estreia de Mars, It's Better If You Don't Understand, foi lançado em Maio de 2010 como um prelúdio para o seu álbum de estreia, e gerou o single "The Other Side", com participação de B.o.B e Cee Lo Green.[90] [91] "Just the Way You Are", lançado como o seu segundo single em julho de 2010, viu o sucesso internacional, permanecendo no topo da Billboard Hot 100 por quatro semanas consecutivas, e atingindo o número um em vários outros países.[92] [93] [94] [95] A canção foi o primeiro single de seu primeiro álbum de estúdio, Doo-Wops & Hooligans, que foi lançado em outubro de 2010, alcançando o número três na Billboard 200.[96] [97] [98] O segundo single do álbum, "Grenade", chegou a número um na Austrália, Canadá, Nova Zelândia, Reino Unido, e Estados Unidos.[99] [100] [101] "Just the Way You Are", "Grenade", "Nothin 'on You", e "Billionaire" já venderam um total combinado de mais de onze milhões de cópias nos EUA.[102] O terceiro single do álbum, "The Lazy Song", também teve um grande sucesso nas tabelas musicais, atingindo a primeira posição na Dinamarca, Nova Zelândia e Reino Unido. O quarto single de Doo-Wops, "Marry You", teve um sucesso menor a nível gráfico, tendo se posicionado na posição 85 nos Estados Unidos.[99] No entanto, a canção chegou ao topo na Polónia e na Eslováquia. Ainda em 2011, Mars gravou a canção "It Will Rain" para a banda sonora do filme The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 1. Se posicionou nas dez melhores em sete países, incluindo os EUA.[99] O quinto e último single de Doo-Wops & Hooligans, "Count on Me", foi lançado em novembro de 2011. Após ter atingido a décima terceira posição na Nova Zelândia, recebeu o certificado de platina tripla pelo embarque de mais de cinquenta mil exemplares.[103]

Ano Detalhes do álbum Singles
2010 It's Better If You Don't Understand
  1. "The Other Side"
Doo-Wops & Hooligans
  1. "Just the Way You Are"
  2. "Grenade"
  3. "The Lazy Song"
  4. "Marry You"
  5. "Count on Me"
2012 Unorthodox Jukebox[107]
  1. "Locked Out of Heaven"
  2. "When I Was Your Man"
  3. "Treasure"
  4. "Gorilla."

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

O repertório de prémios e nomeações de Mars consiste em setenta e oito nomeações e dezesseis prémios ganhos. Em 2011, Mars recebeu onze nomeações aos Billboard Music Awards, cinco pela canção "Just The Way You Are" e seis por sua profissão.[108] Nos Grammy Awards, recebeu um total de onze nomeações e venceu uma na categoria "Melhor Performance Pop Vocal Masculina" por "Just The Way You Are" em 2010.[109] Na cerimónia de 2011 dos MTV Video Music Awards Japan, o cantor foi nomeado nas categorias "Melhor Vídeo Masculino" e "Melhor Cantor", tendo vencido apenas a primeira.[110] Em 2010, recebeu duas nomeações aos BET Awards nas categorias "Melhor Colaboração" e "Melhor Vídeo Masculino", mas venceu nenhuma delas.[111]

No total, o artista venceu um Billboard Music Award, um Grammy Award, um People's Choice Award, um Soul Train Music Award, dois Teen Choice Awards, e dois MTV Europe Music Awards.[112]

Turnês[editar | editar código-fonte]

Mars fez somente uma turnê: a The Doo-Wops & Hooligans Tour, lançada para divulgar e promover o seu primeiro álbum de estúdio.[113] A turnê tem seis partes e consistiu em cento e três apresentações na América do Norte, Europa, Ásia, Oceânia, América Central e Caraíbas. A sua estreia ocorreu no dia 16 de novembro de 2010 na cidade californiana de San Francisco, e terminou no dia 28 de janeiro de 2012 em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.[114] O rapper Donis, da cidade de Atlanta, participou de alguns dos concertos de abertura e interpretou canções do seu EP Fashionably Late.[115] A cantora Janelle Monáe também abriu alguns concertos. Além das canções de Doo-Wops & Hooligans, Mars também interpretou músicas de It's Better If You Don't Understand.[116]

Curiosidades: Um garoto chamado Bruno Böcker do Brasil (São Roque, SP) é parecido com o cantor, e seus amigos os chamam de "Bruno Oceanos". E o Bruno Mars o elogio por uma rede social.

Ano Detalhes da digressão
2011 The Doo-Wops & Hooligans Tour

Notas de rodapé

  1. De Castro, Cynthia (5 de janeiro de 2011). Bruno Mars: The Fil-Am Artist with Universal Appeal (em inglês). Asian Journal. AJ Press Los Angeles. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  2. //www.loversbrunomars.com.br/bruno-mars-e-capa-da-rolling-stone-leia-materia-traduzida/}}
  3. a b Caramanica, Jon (5 de outubro de 2010). Bruno Mars in Ascension (em inglês). The New York Times. The New York Times Company. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  4. Digital music report 2012 (PDF) (em inglês). International Federation of the Phonographic Industry (25 de janeiro de 2012). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  5. Bruno Mars: The Billboard Cover Story (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc. (14 de setembro de 2009). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  6. [1]
  7. [2]
  8. Mãe de Bruno Mars morreu devido a aneurisma cerebral. Página visitada em 4-6-2013.
  9. ACE Title Search: Hernandez Peter Gene (em inglês). American Society of Composers, Authors and Publishers. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  10. Jeffries, David. Bruno Mars > Biography (em inglês). Allmusic. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  11. a b c Moniz, Melissa (14 de abril de 2010). Starring Bruno Mars (em inglês). MidWeek. Black Press. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  12. Yi, David (12 de outubro de 2010). Bruno Mars, Far East Movement lead Asian-American pop music wave taking over the Billboard charts (em inglês). New York Daily News. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  13. a b c Farber, Jim (3 de outubro de 2010). Bruno Mars follows his summer of hits with a big debut album 'Doo-Wops & Hooligans' (em inglês). New York Daily News. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  14. Lewis, Pete. Bruno Mars: Out of this World! (em inglês). Blues & Soul. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  15. a b Lester, Paul (13 de setembro de 2010). New band of the day: Bruno Mars (No 865) (em inglês). The Guardian. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  16. Bruno Mars and Phillip Lawrence (em inglês). American Society of Composers, Authors and Publishers (18 de março de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  17. Bruno Mars Interview (em inglês). JustBrunoMars.com. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  18. Bruno Mars on Songwriting, Singing as a Tot, Working with Ne-Yo (em inglês). Vibe. Vibe Media Group (4 de outubro de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  19. Greetings From Bruno Mars [Video] (em inglês). Elektra Records. BrunoMars.com. Página visitada em 13 de fevereiro de 2012.
  20. Bruno Mars gravitates toward a stellar solo career (em inglês). USA Today (15 de setembro de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  21. Gentry, Colin (22 de setembro de 2010). 4Music.com meets Bruno Mars (em inglês). 4Music. Box Television. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  22. Cline, Georgette (11 de maio de 2010). 10 Questions for Bruno Mars (em inglês). Rap-Up. Devin Lazerine. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  23. a b Jones, Steve (25 de janeiro de 2011). Bruno Mars' musical orbit seems inescapable (em inglês). USA Today. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  24. a b c Interview with Aaron Bay-Schuck (em inglês). HitQuarters (13 de dezembro de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  25. Wete, Brad (13 de abril de 2010). So who is Bruno Mars? A Q&A with the guy behind B.O.B's smash hit 'Nothin' On You' (em inglês). Entertainment Weekly. Time Inc. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  26. Animal by Far East Movement FM (em inglês). iTunes Store. Apple Inc. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  27. Jaeson Ma Releases New Single Glory (em inglês). PR Newswire. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  28. Love – Single (em inglês). iTunes Store. Apple Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  29. Get Sexy (em inglês). American Society of Composers, Authors and Publishers. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  30. B.o.B feat. Bruno Mars – Nothin' on You (song) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  31. Travie McCoy feat. Bruno Mars – Billionaire (song) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  32. Bruno Mars: Top 75 Releases (em inglês). The Official Charts Company. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  33. Trust, Gary. Weekly Chart Notes: P!nk, Bruno Mars, Band Perry (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  34. Bruno Mars Blasts Off Into the Top Ten Albums Chart on iTunes With New Digital EP; Acclaimed Singer/Songwriter/Producer Follows B.o.B's #1 Blockbuster, "Nothin' On You" With Much-Anticipated Solo Debut; Four-Song EP Features Guest Appearances From B.o.B and the Legendary Cee Lo Green; Major TV Performances Slated Throughout May; "IT'S BETTER IF YOU DON'T UNDERSTAND" Arrives at All Digital Retailers Today (em inglês). Marketwire (11 de maio de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  35. Histórico de Bruno Mars na Billboard 200 (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  36. Rodriguez, Jayson (15 de julho de 2010). Bruno Mars Shows His 'Darker' Self On 'The Other Side' Video (em inglês). MTV News. MTV Networks. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  37. Dinh, James (13 de setembro de 2010). B.o.B, Hayley Williams Perform Rousing 'Airplanes' At VMAs (em inglês). MTV News. MTV Networks. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  38. Caulfield, Keith. Toby Keith's 'Gun' Fires at No. 1 on Billboard 200 (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  39. Doo-Wops & Hooligans (em inglês). Amazon.com. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  40. Bruno Mars Unveils Eagerly Awaited Debut Album "DOO-WOPS & HOOLIGANS" Slated to Arrive October 5th; New Single "Just The Way You Are" Shaping Up as Massive Hit, With Top 3 Success on iTunes "Top Singles"; Sold-Out New York City Live Debut Set for Tonight, Followed by US Tour Alongside Maroon 5 in October (em inglês). Marketwire. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  41. RIAA (em inglês). Recording Industry Association of America. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  42. Langhorne, Cyrus (8 de fevereiro de 2012). DRAKE SCHEMES ATOP THE COMPETITION, LMFAO & RIHANNA RETURNS TO TOP 10, YOUNG JEEZY KEEPS THE CHART HOT (em inglês). Sohh.com. Página visitada em 29 de mio de 2012.
  43. Sexton, Paul (3 de jneiro de 2012). UK's Top Selling 2011 Albums and Singles: By the Numbers (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  44. Pietroluongo, Silvio (22 de setembro de 2010). Bruno Mars Lands Atop Hot 100, Rihanna Roars Into Top 10 (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  45. Bruno Mars – Just the Way You Are (song) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  46. Wete, Brad (8 de setembro de 2010). Bruno Mars wows his lady with cassette tape drawings in 'Just the Way You Are' video: Watch here (em inglês). Entertainment Weekly. Time Inc. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  47. Grenade – Single (em inglês). iTunes Store Austrália. Apple Inc. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  48. Bruno Mars – Grenade (song) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  49. Sager, Jessica (1 de dezembro de 2011). Bruno Mars Talks Grammy Noms (em inglês). Pop Crush. Página visitada em 23 de agosto de 2012.
  50. Mars, Bruno. Bruno Mars (BrunoMars) on Twitter (em inglês). Twitter. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  51. Bruno Mars Hits Record Studio To Work On New Album (em inglês). Capital FM (11 de abril de 2012). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  52. Dennis, Alicia Diaz (2 de julho de 2012). Tuned In: Bruno Mars Wants to Collaborate with One Direction (em inglês). Zimbio. Página visitada em 13 de julho de 2012. "One Direction has been singing praise of Bruno Mars for months now, and it seems their witty British flattery has finally paid off. At the launch of Spotify's new Artist Apps last week, Mars reportedly stated his intention to team up with the "What Makes You Beautiful" singers: "I love those One Direction guys man, and one of these days we will make it happen. We can put something really good together. They are a really good group, and I am so happy that they have done so well so quickly. Yeah bring it on!""
  53. Williams, Paul (22 de março de 2012). BMG Chrysalis captures Bruno Mars (em inglês). Music Week. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  54. Bruno Mars On New Album Progress: "I'm Halfway Done" (em inglês). Capital FM (6 de junho de 2012). Página visitada em 13 de julho de 2012.
  55. Platon, Adelle (9 de julho de 2012). NICKI MINAJ, KANYE WEST, BRUNO MARS TO STAR ON 'THE CLEVELAND SHOW' (em inglês). Vibe. Página visitada em 13 de julho de 2012.
  56. Alexander, X.. Bruno Mars, Kanye West, Nicki Minaj & More Get Animated For ‘The Cleveland Show’: Morning Mix (em inglês). Idolator. Página visitada em 13 de julho de 2012.
  57. Hilton, Perez (12 de julho de 2012). BMG Chrysalis captures Bruno Mars (em inglês). Perez Hilton.com. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  58. [3]
  59. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas An.C3.BAncio_do_lan.C3.A7amento
  60. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Inspira.C3.A7.C3.A3o
  61. a b Horowitz, Steven J. (19 de julho de 2012). "Bruno Mars' New Music Has 'Throwback Nina Simone' Feel, Says Producer" (em inglês). Rolling Stone. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  62. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Target_Edition
  63. Williott, Carl (1º de outubro de 2012). "Bruno Mars' "Locked Out Of Heaven": Hear The New Single" (em inglês). Idolator. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  64. "Locked Out of Heaven - Bruno Mars (Billboard Charts)" (em inglês). Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  65. "Young Girls - Single de Bruno Mars". Apple Inc.. iTunes Store (Brasil). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  66. "Moonshine - Single de Bruno Mars". Apple Inc.. iTunes Store (Brasil). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  67. "When I Was Your Man - Single de Bruno Mars". Apple Inc.. iTunes Store (Brasil). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  68. When I Was Your Man é lançada como segundo single. =Cabo branco fm. Página visitada em 04 de março de 2013.
  69. Torres, Leonardo (1º de outubro de 2012). "Bruno Mars se apresentará no "Saturday Night Live" neste mês". MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  70. Tolipan, Heloisa; Willmersdorf, Pedro (4 de dezembro de 2012). "Passarela estrelada: Justin Bieber, Rihanna e Bruno Mars participam de desfile!". Jornal do Brasil. Blog da Heloisa Tolipan. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  71. "Bruno Mars divulga novo álbum 'Unorthodox jukebox' em site; ouça". Globo.com. G1 (5 de dezembro de 2012). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  72. a b c Cohen, Sandy (4 de outubro de 2010). Music Review: Singer-songwriter-producer Bruno Mars shows range and pop flair on debut CD (em inglês). The News. The Canadian Press. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  73. Mervis, Scott (7 de outubro de 2010). For the Record: Bruno Mars (em inglês). Pittsburgh Post-Gazette. Block Communications. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  74. a b Greenblatt, Leah (29 de setembro de 2010). Doo-Wops & Hooligans (2010) (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  75. Caramanica, Jon (5 de outubro de 2010). Bruno Mars in Ascension (em inglês). The New York Times. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  76. Wood, Mikael (18 de agosto de 2010). Bruno Mars Is Not Soft (em inglês). The Village Voice. Village Voice Media. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  77. a b c Bruno Mars On Damian Marley Track, Hip-Hop Influences, B.o.B. (em inglês). Vibe. Vibe Media Group (4 de outubro de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  78. Copsey, Robert (20 de janeiro de 2011). Bruno Mars "in awe" of Alicia Keys (em inglês). Digital Spy. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  79. a b Johnson, Kevin C. (24 de novembro de 2010). Bruno Mars learned music biz by collaborating with big acts (em inglês). STL Daily. STL Media Group. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  80. Vick, Megan (6 de agosto de 2010). Bruno Mars, "Just the Way You Are" (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  81. Toor, Amar (5 de outubro de 2010). [=http://www.aolradioblog.com/2010/10/05/bruno-mars-grenade/ Bruno Mars, 'Grenade' – New Song] (em inglês). AOL Radio Blog. AOL. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  82. Bruno Mars: Credits (em inglês). Allmusic. Rovi Corporation. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  83. Bruno Mars: Biography (em inglês). Allmusic. Rovi Corporation. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  84. Nabavian, Evan J. (19 de fevereiro de 2010). B.o.B. featuring Bruno Mars, "Nothin' On You" (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  85. Caulfield, Keith (5 de maio de 2010). B.o.B Hits No. 1 On The Billboard 200 (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  86. Nothing A Winner For B.o.B (em inglês). The Official Charts Company (23 de maio de 2010). Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  87. Bertoldi, Melanie (23 de Abril de 2010). Travie McCoy featuring Bruno Mars, "Billionaire" (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  88. Histórico de Travie McCoy nos Estados Unidos (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  89. RIAA - Gold & Platinum - October 05, 2010: Travie Mc Coy certified singles (em inglês). Recording Industry Association of America (2011). Página visitada em 8 de junho de 2011.
  90. Rodriguez, Jayson (1 de setembro de 2010). Bruno Mars Is '100 Percent' Done With Debut LP (em inglês). MTV News. MTV Networks. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  91. Fried, Melanie (16 de julho de 2010). Bruno Mars Brings Cee-Lo to 'The Other Side' (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  92. Marketwire (19 de julho de 2010). Bruno Mars Ready With New Solo Single; "Just The Way You Are" Drops July 20th, Heralding Hugely Anticipated Debut Album; Elektra Recording Artist and Acclaimed Singer/Songwriter/Producer to Join Maroon 5 and One Republic on Tour. Press release. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  93. Caulfield, Keith; Pietroluongo, Silvio (14 de outubro de 2010). Chart Moves: 'Glee,' Mavis Staples, Stephen Colbert, 'Social Network,' Pink (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  94. Histórico de Bruno Mars na Canadian Hot 100 (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  95. Chart Stats - Bruno Mars (em inglês). Chart Stats. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  96. Vick, Megan (6 de agosto de 2010). Bruno Mars, "Just the Way You Are" (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  97. Marketwire (25 de agosto de 2010). Bruno Mars Unveils Eagerly Awaited Debut Album "DOO-WOPS & HOOLIGANS" Slated to Arrive October 5th; New Single "Just The Way You Are" Shaping Up as Massive Hit, With Top 3 Success on iTunes "Top Singles"; Sold-Out New York City Live Debut Set for Tonight, Followed by US Tour Alongside Maroon 5 in October. Press release. Página visitada em 25 de agosto de 2010.
  98. Histórico de Bruno Mars na Billboard 200 (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  99. a b c Bruno Mars Album & Song Chart History (Hot 100) (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  100. Pietroluongo, Silvio (14 de outubro de 2010). Bruno Mars Holds at No. 1 on Hot 100, Taylor Swift Sets Debut Record (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  101. Bruno Mars – Grenade (song) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  102. Grein, Paul (5 de janeiro de 2011). Week Ending Jan. 2, 2011: This Is No Bomb (em inglês). Yahoo!. Yahoo! Music. Chart Watch. Página visitada em 5 de janeiro de 2011.
  103. RIANZ > Latest Gold & Platinum Singles (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Hung Medien (2011). Página visitada em 8 de junho de 2011.
  104. Doo-Wops & Hooligans (em francês). Amazon.fr. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  105. Doo-Wops & Hooligans (em inglês). Amazon.com. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  106. Doo-Wops & Hooligans (Deluxe) (+video) (+digital booklet) (em inglês). Amazon.com. Página visitada em 8 de junho de 2011.
  107. Lansky, Sam (28 de setembro de 2012). Bruno Mars Announces ‘Unorthodox Jukebox’ Album & Release Date (em inglês). BuzzMedia. Idolator. Página visitada em 2 de outubro de 2012.
  108. Full 2011 Billboard Music Awards Finalists List (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  109. Final Nominations List: 53rd Grammy Awards (PDF) (em inglês). National Academy of Recording Arts and Sciences (2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  110. MTV Video Music Aid Japan Awards 2011 - Nominees (em inglês). Jpop Asia (29 de abril de 2011). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  111. Chery, Carl (18 de maio de 2010). Drake, Jay-Z and Nicki Minaj Lead Pack of BET Awards Nominees (em inglês). Black Entertainment Television. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  112. Chris Brown Leads BET Awards 2011 Nominations (em inglês). Rap-Up (17 de maio de 2011). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  113. BEHIND THE GROOVE// Bruno Mars Launches The Doo Wops & Hooligans Tour (em inglês). Centric TV. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  114. Tour Dates (em inglês). Bruno Mars.com. Página visitada em 29 de maio de 2012.
  115. Donnis Hits the Road With Bruno Mars Joining the "Doo-Wops & Hooligans" Tour Kicking Off November 16th; Recently Named One of BET's Music Matters Artists; Continues North American Tour Alongside Matt & Kim; "FASHIONABLY LATE" Available at iTunes and All DSPs Now (em inglês). Marketwire (26 de outubro de 2010). Página visitada em 29 de maio de 2012.
  116. Lipshutz, Jason (15 de fevereiro de 2011). Bruno Mars and Janelle Monae Announce Joint Tour (em inglês). Billboard. Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 29 de maio de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bruno Mars
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Bruno Mars
Portal A Wikipédia possui o
Portal Bruno Mars