Bruno Zevi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bruno Zevi
Arquitetura
Nacionalidade Itália Italiano
Nascimento 22 de janeiro de 1918
Local Roma
Morte 9 de janeiro de 2000 (81 anos)
Local Roma
Atividade
Campo(s) Arquitetura

Bruno Zevi (Roma, 22 de janeiro de 1918 — Roma, 9 de janeiro de 2000) foi um arquiteto e urbanista italiano, conhecido sobretudo como historiador e crítico da arquitetura modernista.

Em 1938, após a instituição de leis raciais na Itália, vai para Londres e, depois, para os Estados Unidos. É diplomado em 1942 pela Graduate School of Design da Harvard University que, na época, era dirigida por Walter Gropius. Em 26 de dezembro de 1940, casa-se com Tullia Calabi. Durante sua temporada nos Estados Unidos, recebeu fortes influências da arquitetura orgânica e principalmente de Frank Lloyd Wright.

Deixa os EUA e volta a Londres em 1943. Em 1944, está novamente na Itália, onde cria a Apao - Associação para a Arquitetura Orgânica (Associazione per l'architettura organica) e, no ano seguinte, a revista Metron. No pós-guerra, com Lina Bo e Carlo Pagani, funda o semanário La Cultura della Vita.[1] A partir de 1948 ensina História da Arquitetura no Instituto Universitário de Arquitetura de Veneza (Istituto Universitario di Architettura di Venezia) e, em 1964, torna-se professor da Faculdade de Arquitetura da Università degli Studi di Roma "La Sapienza". Muito ativo no campo da crítica da arquitetura, publica, em 1948, Saper vedere l'architettura (Saber ver a arquitetura); de 1954 a 2000 assina uma coluna semanal de arquitetura na revista Cronache e, depois, na revista L'Espresso.Em 1955, funda a revista mensal L'architettura. Cronache e storia. [2]

Referências

  1. Nuove interpretazioni per il centenario di Lina Bo Bardi. Por Claudio Dolci]. Area - rivista di architettura e arti del progetto, 14 de outubro de 2014.
  2. CARVALHO, Waleska Almeida de .O Armário do Arquiteto: o diálogo de Bruno Zevi com a história . Salvador: UFBA, 2005.


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) arquiteto(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.