Bryan Caraway

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Bryan Caraway
Data de nascimento 4 de agosto de 1984 (30 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Yakima, Washington
Outros nomes Kid Lightning
Nacionalidade Americano
Altura 1,73 m
Peso 61 kg
Divisão Peso Galo
Peso Pena
Envergadura 170 cm
Modalidade Jiu Jitsu Brasileiro, Wrestling
Luta por Estados Unidos
Equipe Dutch Rudder
Anos ativo 200-presente
Cartel no MMA
Total 25
Vitórias 19
Por nocaute 1
Por finalização 17
Por decisão 1
Derrotas 6
Por nocaute 1
Por finalização 2
Por decisão 3
Outras informações
Bryan Caraway no Sherdog

Bryan Caraway (Yakima, 01984-08-04 4 de agosto de 1984) é um lutador americano de artes marciais mistas, atualmente compete no Peso Galo do Ultimate Fighting Championship. Profissional desde 2005, Caraway já lutou nas promoções do Strikeforce, EliteXC, WEC e UFC. Caraway participou do reality show The Ultimate Fighter: Team Bisping vs. Team Miller.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Começo da carreira[editar | editar código-fonte]

Caraway decidiu ir para o profissional após acumular um recorde de 6-1 no amador em seu estado nativo de Washington.[1] Seu oponente para a estréia foi o futuro lutador do UFC, Ian Loveland. Caraway perdeu quando o médico lateral interrompeu a luta devido à uma laceração no rosto de Caraway. Caraway conseguiu um recorde de 4-1 com quatro vitórias seguidas, finalizando todos seus quatro oponentes, um deles prestes a ser um Ultimate Fighter e lutador do WEC, Noah Thomas.

Caraway encarou outro futuro lutador do UFC John Gunderson, perdendo por finalização no segundo round. Caraway se recuperou da sua segunda derrota, e venceu seis lutas em seguida, novamente, finalizando todos os oponentes. Com as seis vitórias seguidas, e acumulando um recorde de 10-2, Caraway ganhou um contrato com o Strikeforce. Sua estréia no Strikeforce foi no Strikeforce: Melendez vs. Thomson onde ele derrotou Alvin Cacdac. Caraway também lutou pelo EliteXC, sendo derrotado pelo futuro campeão, Wilson Reis.

Caraway lutou mais uma vez pelo Strikeforce antes de entrar para o World Extreme Cagefighting em 2010.

World Extreme Cagefighting[editar | editar código-fonte]

Caraway foi derrotado por finalização no primeiro round em sua estréia no WEC contra Mark Hominick em 10 de Janeiro de 2010 no WEC 46.[2]

Caraway era esperado para enfrentar Fredson Paixão em 6 de Março de 2010 no WEC 47.[3] Porém, uma lesão forçou Caraway a se retirar da luta e foi substituído por Courtney Buck.[4] Caraway então enfrentou Paixão no card do WEC 50, e foi derrotado por decisão dividida. Caraway foi retirado da promoção após as duas derrotas.

Pós WEC[editar | editar código-fonte]

Caraway derrotou Marlin "Pit Bull" Weikel por finalização em 19 de Fevereiro de 2011 no CageSport MMA XIII.[5]

Caraway foi destaque no documentário sobre artes marciais mistas Fight Life, com lançamento no verão de 2011, o filme foi dirigido pelo cineasta James Z. Feng e produzido pela RiLL Films.[6]

The Ultimate Fighter[editar | editar código-fonte]

Em 2011, Caraway entrou para o UFC para competir no The Ultimate Fighter: Team Bisping vs. Team Miller. No primeiro episódio, Caraway enfrentou Eric Mariott para garantir uma vaga na casa do Ultimate Fighter. Caraway derrotou Mariott por decisão unânime (20-18, 20-18 e 20-18).

Caraway foi a segunda escolha dos penas da Equipe Mayhem e o quarto no total. Na primeira luta preliminar da temporada, Caraway foi escolhido para enfrentar Marcus Brimage. Caraway controlou Brimage no chão durante o primeiro round, e no segundo round venceu a luta por finalização para ir às semifinais.[7] Nas semifinais, Caraway enfrentou Diego Brandão, perdeu por nocaute no primeiro round.

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Caraway fez sua estréia no UFC em 3 de Dezembro de 2011 no The Ultimate Fighter 14 Finale e lutou contra o também lutador do Ultimate Fighter, Dustin Neace. Caraway venceu a luta por finalização no segundo round. Uma semana antes da luta Caraway foi hospitalizado com uma pneumonia.[8]

Caraway fez sua estréia no Peso Galo contra Mitch Gagnon em 21 de Julho de 2012 no UFC 149.[9] Ele venceu por finalização no terceiro round.

Caraway era esperado para enfrentar Mike Easton em 8 de Dezembro de 2012 no UFC on Fox: Henderson vs. Diaz, substituindo o lesionado T.J. Dillashaw.[10] Porém em 21 de Novembro, Caraway se returou da luta com uma lesão e foi substituído por Raphael Assunção.[11]

Caraway enfrentou Takeya Mizugaki em 3 de Março de 2013 no UFC on Fuel TV: Silva vs. Stann.[12] Ele perdeu a luta por decisão dividida.[13]

Caraway enfrentou Johnny Bedford em 27 de Abril de 2013 no UFC 159, substituindo o lesionado Erik Perez.[14] Ele venceu a luta lá e cá por finalização no terceiro round.[15] Caraway foi premiado com o prêmio de Finalização da Noite após o vencedor original do bônus, Pat Healy perder o bônus ao ser pego no doping por uso de maconha.[16] Caraway fez declarações ofensivas sobre o ocorrido, e foi mal interpretado por Nate Diaz, que o respondeu ofensivamente via Twitter.[17] Se não bastasse isso, Cat Zingano que enfrentou a namorada de Caraway Miesha Tate no The Ultimate Fighter 17 Finale o acusou de agressão nos bastidores do evento.[18]

Caraway é esperado para enfrentar Lucas Martins em 22 de Fevereiro de 2014 no UFC 170.[19] Porém, uma lesão o tirou da luta, sendo substituído por Aljamain Sterling.[20]

Caraway enfrentou Erik Pérez em 7 de Junho de 2014 no UFC Fight Night: Henderson vs. Khabilov e saiu vencedor por finalização com um mata leão no segundo round.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
19-6 Brasil Raphael Assunção UFC Fight Night: MacDonald vs. Saffiedine 04/10/2014 Canadá Halifax, Nova Scotia
Vitória 19-6 México Erik Pérez Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Henderson vs. Khabilov 07/06/2014 2 1:52 Estados Unidos Albuquerque, New Mexico
Vitória 18-6 Estados Unidos Johnny Bedford Finalização (guilhotina) UFC 159: Jones vs. Sonnen 27/04/2013 3 4:44 Estados Unidos Newark, New Jersey Finalização da Noite
Derrota 17-6 Japão Takeya Mizugaki Decisão (dividida) UFC on Fuel TV: Silva vs. Stann 03/03/2013 3 5:00 Japão Saitama, Saitama
Vitória 17-5 Canadá Mitch Gagnon Finalização (mata leão) UFC 149: Faber vs. Barão 21/07/2012 3 1:39 Canadá Calgary, Alberta Estréia nos Galos; Luta da Noite
Vitória 16-5 Estados Unidos Dustin Neace Finalização (mata leão) The Ultimate Fighter 14 Finale 03/12/2011 2 3:38 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 15-5 Estados Unidos Marlin Weikel Finalização (mata leão) CageSport 13 19/02/2011 1 3:17 Estados Unidos Tacoma, Washington
Derrota 14-5 Brasil Fredson Paixão Decisão (dividida) WEC 50: Cruz vs. Benavidez 18/08/2010 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Derrota 14-4 Canadá Mark Hominick Finalização (chave de braço) WEC 46: Varner vs. Henderson 10/01/2010 1 3:48 Estados Unidos Sacramento, California
Vitória 14-3 Estados Unidos Eddie Pelczynski Finalização (triângulo) CageSport 7 03/10/2009 1 3:55 Estados Unidos Tacoma, Washington
Vitória 13-3 Estados Unidos Alex Zuniga Decisão (unânime) Strikeforce Challengers: Villasenor vs. Cyborg 19/06/2009 3 5:00 Estados Unidos Kent, Washington
Vitória 12-3 Estados Unidos Daniel Stenovich Finalização (triângulo) CageSport MMA 29/11/2008 1 1:47 Estados Unidos Tacoma, Washington
Derrota 11-3 Brasil Wilson Reis Decisão (unânime) EliteXC: Unfinished Business 26/07/2008 3 5:00 Estados Unidos Stockton, California
Vitória 11-2 Estados Unidos Alvin Cacdac Finalização (mata leão) Strikeforce: Melendez vs. Thomson 27/06/2008 1 1:39 Estados Unidos San Jose, California
Vitória 10-2 Estados Unidos Steve Sharp Finalização (triângulo) International Fighting Championship: Caged Combat 26/04/2008 2 2:35 Estados Unidos Nampa, Idaho
Vitória 9-2 Estados Unidos Dave Lehr Cochran Finalização (mata leão) Sport Fight 21: Seasons Beatings 22/12/2007 2 4:15 Estados Unidos Portland, Oregon
Vitória 8-2 Estados Unidos Eddy Belen Finalização (socos) SF - Clash at the Casino 2 30/06/2007 1 1:29 Estados Unidos Pendleton, Oregon
Vitória 7-2 Estados Unidos Saul Mitchell Finalização (chave de braço) MMAC - The Revolution 12/05/2007 1 3:04 Estados Unidos Washington, D.C.
Vitória 6-2 Estados Unidos Harris Norwood Finalização (mata leão) LOTC - Lords of the Cage 24/02/2007 2 4:00 Estados Unidos Anacortes, Washington
Vitória 5-2 Estados Unidos Andy Lukesh Finalização (mata leão) Sport Fight 18: Turning Point 06/01/2007 2 4:30 Estados Unidos Portland, Oregon
Derrota 4-2 Estados Unidos John Gunderson Finalização (chave de braço) Desert Brawl: Oregon vs. Texas 09/09/2006 2 4:10 Estados Unidos Redmond, Oregon
Vitória 4-1 Estados Unidos Trevor Harris Finalização (mata leão) Sport Fight 16: Clash at the Casino 24/06/2006 1 1:43 Estados Unidos Pendleton, Oregon
Vitória 3-1 Estados Unidos Jason Chuckelnaskit Finalização (mata leão) AX Fighting Championships: Impact 27/05/2006 2 n/a Estados Unidos Town and Country, Washington
Vitória 2-1 Estados Unidos Noah Thomas Finalização (mata leão) Professional Fighting Association: Pride & Fury 4 23/03/2006 1 3:31 Estados Unidos Worley, Idaho
Vitória 1-1 Estados Unidos Galen Bush Nocaute Técnico (socos) AX Fighting Championships: Assault at the Armory 18/03/2006 n/a n/a Estados Unidos Everett, Washington
Derrota 0-1 Estados Unidos Ian Loveland Nocaute Técnico (corte) Sport Fight 12: Breakout 16/09/2005 2 0:31 Estados Unidos Portland, Oregon

Referências