Brycon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaBrycon
Brycon hilarii em Bonito, no Mato Grosso do Sul, no Brasil

Brycon hilarii em Bonito, no Mato Grosso do Sul, no Brasil
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Characiformes
Família: Characidae
Subfamília: Bryconinae
Género: Brycon
Espécies
Ver texto.

Brycon é um gênero de peixes caracídeos.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Este gênero é formado por peixes onívoros que se alimentam de folhas, frutas e sementes, assim como de insetos e pequenos peixes. Fazem parte, do gênero, a piraputanga (Brycon hilarii = Brycon microleps), a pirapitinga (Brycon opalinus) e o matrinxã ou jatuarana (Brycon amazonicus = Brycon cephalus). A piraputanga ocorre na bacia do Rio Paraguai; a pirapitinga, em rios da Mata Atlântica; e o matrinxã na bacia Amazônica. A piracanjuba (Triurobrycon lundii), que ocorre nos rios Grande e Paraná, também é incluída no gênero como Brycon orbignyanus. A piabanha (Brycon insignis) ocorre no Rio Paraíba do Sul.

Nomes de espécies deste gênero[editar | editar código-fonte]

  • Brycon alburnus (Günther, 1860);
  • Brycon amazonicus (Spix & Agassiz, 1829);
  • Brycon argenteus Meek & Hildebrand, 1913;
  • Brycon atrocaudatus (Kner, 1863);
  • Brycon behreae Hildebrand, 1938;
  • Brycon bicolor Pellegrin, 1909;
  • Brycon brevicauda Günther, 1864
  • Brycon cephalus (Günther, 1869);
  • Brycon chagrensis (Kner, 1863);
  • Brycon coquenani Steindachner, 1915;
  • Brycon coxeyi Fowler, 1943;
  • Brycon dentex Günther, 1860;
  • Brycon devillei (Castelnau, 1855);
  • Brycon falcatus Müller & Troschel, 1844;
  • Brycon ferox Steindachner, 1877;
  • Brycon fowleri Dahl, 1955;
  • Brycon guatemalensis Regan, 1908;
  • Brycon henni Eigenmann, 1913;
  • Brycon hilarii (Valenciennes, 1850);
  • Brycon insignis Steindachner, 1877 - Tiete tetra;
  • Brycon labiatus Steindachner, 1879;
  • Brycon lundii Lütke
  • Brycon medemi Dahl, 1960;
  • Brycon meeki Eigenmann & Hildebrand, 1918;
  • Brycon melanopterus (Cope, 1872);
  • Brycon moorei Steindachner, 1878;
  • Brycon nattereri Günther, 1864;
  • Brycon obscurus Hildebrand, 1938;
  • Brycon oligolepis Regan, 1913;
  • Brycon opalinus (Cuvier, 1819);
  • Brycon orbignyanus (Valenciennes, 1850);
  • Brycon orthotaenia Günther, 1864;
  • Brycon pesu Müller & Troschel, 1845 - mourning tetra;
  • Brycon petrosus Meek & Hildebrand, 1913;
  • Brycon polylepis Mosco Morales, 1988;
  • Brycon posadae Fowler, 1945;
  • Brycon rubricauda Steindachner, 1879;
  • Brycon sinuensis Dahl, 1955;
  • Brycon stolzmanni Steindachner, 1879;
  • Brycon striatulus (Kner, 1863);
  • Brycon unicolor Mosco Morales, 1988;
  • Brycon vermelha Lima & Castro, 2000 &
  • Brycon whitei Myers & Weitzman, 1960.

Relação Taxonômica[editar | editar código-fonte]

A genética molecular indica que Brycon seria próximo ao gênero Salminus: ambos são colocados na mesma sub-família por alguns autores.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.