Bullshit!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Bullshit!
Informação geral
Formato
Duração 30 min
País de origem EUA
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Randall Moldave
Star Price (2003-2006)
Eric Small
Mark Wolper
Elenco Penn Jillette
Teller
Exibição
Transmissão original 24 de Janeiro de 2003– presente
N.º de temporadas 4
N.º de episódios 49

Bullshit! (que poderia ser traduzido como "Cascata!", "Tretas!", "Lorota!" ou "Bobagem!") é uma série televisiva Norte-Americana, indicada ao prêmio Emmy, no ar desde 2003 no canal a cabo Showtime. No Brasil, era transmitido até recentemente pelo canal FX. A série é apresentada pela dupla de humoristas/ilusionistas Penn & Teller, refletindo suas opiniões céticas, ateístas e liberais sobre assuntos controversos através de um humor propositalmente agressivo.

O objetivo do show é desmascarar (o termo correto seria "debunk") alegações de paranormalidade, pseudociências, teorias de conspiração, charlatães e concepções errôneas comuns, atráves do pensamento crítico e ceticismo científico.

Uma crítica ao show é o excesso de palavrões (como referir-se ao entrevistado com uma visão contrária à deles: "And then there's this asshole!"). No primeiro episódio, Penn Jilette explica que chamar uma pessoa de charlatão e mentiroso renderia passar uma vida na corte respondendo a processos. Mas chamar de "asshole" e o que ele diz de "bullshit" resolvem o problema.

Outra crítica é que o programa apresenta argumentos unilaterais e que não trata dos assuntos com um debate sério sobre o tema, mas através de uma retórica sensacionalista. O que realmente é o objetivo do programa. No episódio "Ghostbusters", Penn Jillete declara:

"De acordo com algumas pesquisas, 51% dos americanos acreditam que coisas inexplicadas são causadas por fantasmas. (...) nós temos certeza de que nenhum desses 51% assistirão esse programa. E nós não os queremos. Nós não ligamos de pregar para os convertidos se os não convertidos são tão f.. estúpidos. Nós estamos entre amigos aqui, e gostamos desse jeito."

Formato[editar | editar código-fonte]

Em cada episódio, Penn e Teller deixam clara a sua posição em relação ao tópico escolhido e em seguida passam a criticar a posição oposta. Penn Jillette declara que as declarações nas entrevistas estão dentro do contexto e que antes da entrevista os participantes sabem qual o assunto abordado e qual a posição tomada pelos apresentadores no programa. Os entrevistados são geralmente pessoas de projeção nacional ou internacional na área, ou experts sobre o assunto abordado. Entre os céticos que participaram do programa, destacam-se James Randi, Michael Shermer e Robert L. Park.

Os defensores da posição oposta apresentam seus argumentos em entrevistas, mas freqüentemente são mostrados como contraditórios ou falaciosos. Por exemplo, em "Safety Hysteria", um produtor de "protetores de radiação" para telefones celulares admite que não há correlação comprovada entre o campo magnético produzido pelo aparelho e câncer cerebral, mas assegura aos telespectadores de que "você não pode estar seguro demais". Quando conta que não é cientista, mas sim publicitário, implica-se que não tem o conhecimento adequado sobre o assunto, e sim que explora o medo popular com o objetivo de lucro.

Penn e Teller conduzem no programa experimentos informais, que admitem como não científicos ("unscientific bullshit experiments") com o propósito de satirizar o assunto. Por exemplo, no programa "Bottled Water" um ator fazendo-se passar por especialista em águas oferece aos clientes de um restaurante requintado diferentes águas de fontes diversas e pergunta aos mesmos as suas opiniões. Após uma sequência de descrições variadas de sabores pelos clientes, o ator revela que todas eram provenientes de uma mangueira do jardim do restaurante. Já no episódio "Conspiracy Theories", Teller atira com um rifle em um melão recoberto por fibra de vidro para demonstrar que a cabeça humana tende a se inclinar em direção oposta à trajetória da bala, um argumento muito utilizado na teoria de que Kennedy foi alvo de uma conspiração pois a cabeça se inclinou em direção à posição de Lee Harvey Oswald. No mesmo episódio, Penn demonstra ser capaz, sem tratamento militar, de dar o número de tiros que Oswald teria disparado no curto espaço de tempo.

Entre as entrevistas e experiências, Penn Jillette é mostrado em estúdio apresentando a sua opinião, enquanto Teller, sem dizer uma palavra, apresenta algum truque de ilusionismo pertinente ao assunto de modo bem humorado. Em outras situações, a sátira é mais clara, como no episódio "Sex, Sex, Sex", aonde ambos aparecem cercados de pessoas nuas para satirizar a obsessão da sociedade com o sexo e o repúdio dos puritanos à nudez.

Penn e Teller freqüentemente terminam o programa com um apelo ético sobre o "porquê" tal crença é perigosa e deve ser discutida. Os apresentadores geralmente declaram que é normal e compreensível que as pessoas tenham aquela crença e direcionam a crítica para aqueles que acreditam explorar a alheia, em busca de fama ou dinheiro.

Episódios[editar | editar código-fonte]

Primeira temporada (2003)[editar | editar código-fonte]

Alegações de sequestros por alienígenas, assim como a indução de falsas memórias por hipnose, são abordados no episódio "Alien Abductions".
O Criacionismo disfarçado como ciência com o nome de Design inteligente é introduzido nas aulas de Ciência e criticado no programa.
O que o seu cachorro pensa ? Segundo o episódio "ESP", telepatas alegam poder ler os pensamentos de animais de estimação.
# Título original Tradução Foco e sinopse
1-01 "Talking to the Dead" "Falando com os mortos" Procura desmarcarar supostos paranormais que alegam poder se comunicar com os mortos, usando técnicas como leituras fria e quente, além de outras táticas.
1-02 "Alternative Medicine" "Medicina alternativa" Procura desmascarar as terapias alternativas conhecidas como magnetoterapia, quiropraxia e reflexologia (essas práticas são pouco difundidas no Brasil, mas produtos de magnetoterapia são comercializados em grande quantidade).
1-03 "Alien Abductions" "Abdução alienígena" Procura desmascarar relatos de abdução alienígena e o uso de hipnose nesses casos, induzindo a formação de falsas memórias. Também critica a indústria de livros, vídeos, convenções e outros produtos relacionados à ufologia.
1-04 "End of the World" "Fim do mundo" Critica profecias sobre o fim do mundo e livros sobre o assunto, expondo erros de interpretação e a grande quantidade de previsões erradas. Também critica os cursos de sobrevivência para pessoas que acreditam que precisarão aprender a sobreviver na selva após o apocalipse.
1-05 "Second Hand Smoke / Baby Bullshit" "Fumo passivo / Baby bullshit" Argumenta que os dados científicos que mostram danos causados pelo fumo passivo seriam exagerados. Depois, critica a indústria de produtos para a criação de bebês, que alegam acelerar o seu desenvolvimento ou elevar seu QI.
1-06 "Sex, Sex, Sex" "Sexo, sexo, sexo" Critica produtos relacionados ao ato sexual, como afrodisíacos, implantes de mama e métodos para o aumento do pênis, sendo que os últimos são comprovadamente ineficazes.
1-07 "Feng Shui / Bottled Water" "Feng Shui / Água engarrafada" Desmascara a "ciência" do Feng Shui como científicamente inválido e depois critica a noção de que a água engarrafada seja realmente tão superior à de torneira.
1-08 "Creationism" "Criacionismo" Desmascara a falta de validade científica do criacionismo e critica os movimentos que tentam questionar a Teoria da Evolução e introduzir o criacionismo nos currículos escolares.
1-09 "Self-Helpless" "Auto-sem ajuda" Critica produtos e seminários de auto-ajuda, focando em programas que ensinariam a andar sobre fogo e vidro. Apesar de ser uma indústria bilionária, ofereceria apenas respostas simplistas para problemas complexos.
1-10 "ESP" "PES" Argumentam que, após décadas e milhões de dólares gastos em investigações sobre a percepção extra-sensorial, não foram encontradas evidências científicas que suportem a existência desse fenômeno. E discutem alegadas manifestações de PES, como "detetives psíquicos", visão remota, viagem astral, retrocognição e até telepatia utilizada para comunicação com animais de estimação.
1-11 "Eat This!" "Coma isso!" Procura desmascarar as falsas promessas da indútria de dietas, como a dieta de Hollywood e a de Atkins. Também argumenta a favor do uso de alimentos transgênicos como uma forma de resolver o problema da fome.
1-12 "Ouija Boards / Near Death Experiences" "Tábuas de Ouija" / "Experiências de quase-morte" Desmascara como funcionam as tábuas de ouija e os relatos de "experiências de quase-morte".
1-13 "Environmental Hysteria" "Histeria ambientalista" Critica o alarmismo de várias opiniões ambientalistas, como aquecimento global, qualidade da água e extinção de espécies, além de entidades como o Greenpeace.

Segunda temporada (2004)[editar | editar código-fonte]

A legalização da maconha é discutida no episódio "War on Drugs'.
A reciclagem realmente vale a pena ?
A Bíblia, segundo uma suposta visão científica, é abordada no programa.
# Título original Tradução Foco e sinopse
2-01 "PETA" "PETA" Críticas a movimentos de defesa dos animais, focando nas organizações People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) e Animal Liberation Front (ALF), especialmente em relação ao uso de terrorismo por radicais e a oposição dessas organizações ao uso de animais para pesquisas médicas.
2-02 "Safety Hysteria" "Histeria de segurança" Critica a paranóia norte-americana em relação ao medo de tiroteios em escolas, terrorismo e guerra nuclear e o consumo de produtos guiado pelo medo, como máscaras de bolso contra bioterrorismo e pára-quedas.
2-03 "The Business of Love" "O négócio do Amor" Discute amor e relacionamentos, sem deixar de criticar a chamada "Indústria do Amor", que inclui livros de aconselhamentos sobre romances, websites de relacionamentos e agências de namoro.
2-04 "War on Drugs" "Guerra às drogas" Defende a descriminalização do uso de drogas, tendo por base o conceito de liberdade individual e a alegada ineficácia nos atuais métodos de combate ao tráfico de drogas.
2-05 "Recycling" "Reciclagem" Discute as reais vantagens da reciclagem, levando em consideração que a reutilização de materiais consome mais energia e dinheiro do que materiais novos, com poucas exceções, como as latas de alumínio.
2-06 "The Bible: Fact or Fiction?" "A Bíblia: Fato ou Ficcção?" Críticas a episódios sem comprovação científica e a inconsistências na Bíblia, além de questionamentos da mesma como guia moral.
2-07 "Yoga, Tantric Sex, Etc." "Yoga, Sexo Tântrico, Etc." Críticas à cultura New Age, focando em tarô, sexo tântrico, yoga e uso de ervas dentro de um contexto místico.
2-08 "Fountain of Youth" "Fonte da Juventude" Críticas às tentativas desesperadas de se manter jovem, incluindo cirurgias estéticas desnecessárias, cremes de eficácia duvidosa, injeções de botox e colágeno e terapias sem qualquer respaldo científico, como quelação e hormônio do crescimento.
2-09 "Death, Inc." "Morte, Inc." Críticas à indústria da morte (funerárias e cemitérios) e suas táticas de se aproveitarem da fragilidade emocional das pessoas em luto para cobrar altos preços por caixões de luxo e outros itens desnecessários.
2-10 "Profanity" "Profanação" Discute o hábito de falar palavrões e a censura destes na mídia, sob o aspecto da liberdade de expressão.
2-11 "12-Stepping" "Programa dos 12 Passos" Críticas ao programa de 12 passos, como o utilizado pelos Alcoólicos Anônimos, argumentando-se que trata-se de uma doutrinação religiosa muitas vezes compulsória e grandemente ineficaz, além de discutir opções.
2-12 "Exercise vs. Genetics" "Exercício vs. Genética" Críticas sobre a indústria do fitness, como a extorsão de dinheiro em academias, abuso e uso incorreto de suplementos nutricionais e a falsa promessa de mudança de biotipo por programas e aparelhos de ginástica, além de discutir que todas essas técnicas desconsideram a importância do fator genético na definição do corpo.
2-13 "Hypnosis" "Hipnose" Críticas sobre a hipnose de palco e alegações de curas de doenças com essa técnica.

Terceira temporada (2005)[editar | editar código-fonte]

Edwin Aldrin fotografado por Neil Armstrong - Apollo 11. A conquista da Lua teria sido uma farsa, segundo teoria conspiratória desmistificada no programa.
O Sudário de Turim - relíquia sagrada ou farsa ?
# Título original Tradução Foco e sinopse
3-01 "Circumcision" "Circuncisão" Críticas ao hábito de circuncisar bebês nos Estados Unidos, sendo ou não judeus.
3-02 "Family Values" "Valores Familiares" Críticas ao conceito de "família tradicional americana" e ao preconceito contra pais homossexuais.
3-03 "Conspiracy Theories" "Teorias de Conspiração" Críticas à teorias de conspiração, como o complô para o assassinato do presidente Kennedy e que a viagem à lua foi uma farsa.
3-04 "Life Coaching" "Life Coaching" Críticas à atividade de consultoria pessoal (coaching).
3-05 "Holier Than Thou" "Mais Sagrado que Você" Crítica às afirmações de santidade de Madre Teresa de Calcutá, Mahatma Gandhi e Tenzin Gyatso (o 14o. Dalai Lama) por parte de seus seguidores.
3-06 "College" "Faculdade" Críticas à ditadura do politicamente correto em Universidades.
3-07 "Big Brother" "Big Brother" Crítica às teorias e paranóia em relação à vigilância por parte do governo e a preocupação quanto ao direito à privacidade, que foi abolida graças ao Patriotic Act.
3-08 "Hair" "Cabelo" Críticas em relação à obsessão em relação ao cabelo e pêlos, especialmente em relação à calvície e métodos de eficácia duvidosa para combatê-la.
3-09 "Gun Control" "Controle de Armas" Defende o direito de portar armas e argumenta que esse direito existe não apenas para defesa pessoal contra criminosos, mas também contra o governo, e que esse foi o motivo da Segunda Emenda (da Constituição dos Estados Unidos).
3-10 "Ghostbusters" "Caçadores de Fantasmas" Desmascara a falta de evidência científica apresentada por caçadores de fantasmas.
3-11 "Endangered Species" "Espécies em Extinção" Argumenta que o Endangered Species Act, nos Estados Unidos, não defende as espécies em extinção e em alguns casos prejudica os cidadãos.
3-12 "Signs From Heaven" "Sinais do Paraíso" Críticas a pareidolias, como visões de Jesus e da Virgem Maria em objetos, e sobre a legitimidade do Santo Sudário.
3-13 "The Best" "O Melhor" Crítica à necessidade obscessiva de possuir ou desfrutar sempre "do melhor", desde ter os gadgets de última geração até comer pratos exóticos.

Quarta temporada (2006)[editar | editar código-fonte]

Anos depois do ataques terroristas, o local aonde ficavam as Torres gêmeas continua sem destino certo.
# Título original Tradução Foco e sinopse
4-01 "The Boy Scouts" "Os Escoteiros" Críticas sobre a discriminação contra homossexuais e ateus pela Boy Scouts of America, instituição responsável pelo escotismo nos Estados Unidos.
4-02 "Prostitution" "Prostituição" Argumenta a favor da legalização da prostituição.
4-03 "The Death Penalty" "Pena de Morte" Críticas em relação à pena de morte.
4-04 "Cryptozoology" "Criptozoologia" Críticas sobre a criptozoologia, uma pretensa área da biologia voltada ao descobrimento de novas espécies, mas centrada em criaturas mitológicas, como o Pé-grande ou o Monstro de Loch Ness.
4-05 "Ground Zero" "Ground Zero" Discute os motivos pelos quais o "Ground Zero", local aonde antes do atentado de 11 de setembro estava o World Trade Center, continua um local vazio.
4-06 "Pet Love" "Amor aos animais de estimação" Críticas aos exageros em relação a animais de estimação.
4-07 "Reparations" "Reparações" Crítica às políticas de reparação racial, como indenizações aos "afro-descendentes" pelo escravagismo ou aos "americanos nativos" pelos danos passados.
4-08 "Manners" "Maneiras" Críticas em relação a normas de boas maneiras que não fazem sentido nos dias de hoje.
4-09 "Numbers" "Números" Mostra como os números podem ser usados para enganar, especialmente em estatísticas tendenciosas.
4-10 "Abstinence" "Abstinência Sexual" Crítica à política educacional promovida pelo governo norte-americano e entidades religiosas no sentido de promover a abstinência sexual entre os jovens, política esta sabidamente ineficaz e que aumenta o risco de doenças sexualmente transmissíveis.

Indicações e premiações[editar | editar código-fonte]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Writer's Guild of America
  • Comedy/Variety (Including Talk) - Series (2004)

Indicações[editar | editar código-fonte]

Writer's Guild of America
  • Comedy/Variety (Including Talk) - Series (2005)
  • Comedy/Variety (Including Talk) - Series (2006)
Emmy Awards
  • Outstanding Reality Program (2005)
  • Outstanding Writing for Nonfiction Programming (2005)
  • Outstanding Reality Program (2004)
  • Outstanding Writing for Nonfiction Programming (2004)
  • Outstanding Main Title Design (2003)
  • Outstanding Main Title Theme Music (2003)
Director's Guild of America
  • Outstanding Directorial Achievement in Reality Programs (2006)

Ver também[editar | editar código-fonte]