Bundesamt für Verfassungsschutz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sede do Bundesamt für Verfassungsschutz em Colônia.

O Bundesamt für Verfassungsschutz (BfV, em português: Ofício Federal para a Proteção da Constituição), fundado no começo dos anos 50, é o serviço de inteligência interno da Alemanha, com sede em Colônia.

O órgão, sob autoridade controlada pelo Ministro do Interior e regulamentada pela Lei relativa à cooperação entre o Estado Federal e os Länder em matéria de protecção da Constituição e ao Gabinete Federal para a Protecção da Constituição (Bundesverfassungsschutzgesetz - BVerfSchG) de 20 de dezembro de 1990, é responsável pela vigilância e o cumprimento da Constituição da Alemanha.[1]

O BfV dispõe de um orçamento de 137 milhões de euros e emprega mais de 2.400 pessoas (dados de 2005).

Atual presidente do BfV é o jurista Heinz Fromm (desde 2002).

Funções[editar | editar código-fonte]

A função do BfV consiste na recolha e análise de informações relativas às pretenções anti-constitucionais extremas e atividades políticas anti-democráticas do espectro político da Alemanha que possam destabilizar a segurança interna e a ordem pública como também danificar a reputação do Estado.

O BfV observa - entre outros - as atividades do partido político de extrema-direita Partido Nacional Democrata Alemão (em alemão: Nationaldemokratische Partei Deutschland) e a organização Cientologia, considerada anti-constitucional.

Notas e Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bundesamt für Verfassungsschutz