Buraco coronal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Buraco coronais são áreas onde a coroa solar é mais escura, fria, e possui uma densidade de plasma mais baixa do que a média da coroa (cerca de 100 vezes menos do que a média). Foram encontrados quando telescópios de raios X da Skylab revelaram a estrutura da coroa solar. Buracos coronais estão relacionados com concentrações unipolares de linhas de campo magnético abertas, sendo a região onde tais linhas estendem-se indefinitivamente no espaço, ao invés de retornarem para o Sol. Assim sendo, estas regiões permitem a saída de material da coroa solar para o espaço, razão pelo qual tais regiões são mais frias, escuras e menos densas que outras partes da coroa solar.[1]

Referências

  1. Coronal hole. Página visitada em 27-10-2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.