Burns Tri-Sonic

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Burns Tri-Sonic
BurnsVistaSonic2.jpg
Fabricante Burns of London
Período 1960-
Tipo mono-núcleo
Tipo de íman cerâmico
Especificações de saída
Voltagem (Valor eficaz), V {{{voltagemve}}}
Voltagem (pico), V {{{voltagempico}}}
Corrente, µA {{{corrente}}}


O Burns Tri-Sonic é um captador mono-núcleo para guitarra eléctrica com ímans cerâmicos e cobertura de crómio produzido pela Burns London. Os Tri-Sonic são mais largos que os captadores mono-núcleo comuns (i.e., captadores da Fender), o que implica que para a sua instalação seja necessário trabalhar a madeira do corpo da guitarra.

História[editar | editar código-fonte]

Inicialmente produzidos pela Burns London em 1960, os captadores foram usados em vários modelos de guitarras da Burns lançados nessa década. Uma versão para baixo foi também produzido.[1] O guitarrista de Queen Brian May comprou um conjunto de três quando fez a Red Special. Uma re-edição dos Tri-Sonic é actualmente produzida pela Kent Armstrong.

Referências

  1. Day, Paul. The Burns Book (em inglês). [S.l.]: pp Publishing, 1979. p. 11–15.
Ícone de esboço Este artigo sobre eletrônica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.