Cássio José de Abreu Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cássio
José de Abreu Oliveira.jpg
Informações pessoais
Nome completo Cássio José de Abreu Oliveira
Data de nasc. 8 de Janeiro de 1980 (35 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Brasil
Nacionalidade Austrália australiana e  Brasil
Altura 1,69 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Lateral-esquerdo
Clubes de juventude
Brasil Flamengo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2000–2004
2002
2003
2004
2005
2005–2006
2005
2006–2007
2007–2014
Brasil Flamengo
Brasil Internacional (emp.)
México Atlas (emp.)
Paraguai Olimpia
Estados Unidos New England Revolution
Brasil Ceará
Brasil Brasiliense (emp.)
Brasil Santa Cruz
Austrália Adelaide
0096 0000(3)
0044 0000(1)
0000 0000(0)
0016 0000(1)
0003 0000(0)
0022 0000(2)
0007 0000(0)
0014 0000(0)
0124 0000(7)

Cássio José de Abreu Oliveira (Rio de Janeiro, 8 de janeiro de 1980) é um ex-futebolista brasileiro, ex-lateral do Flamengo, Internacional e Santa Cruz. Pendurou as chuteiras em 2015, quando defendia o Adelaide United, da Austrália[1] .

Em 2011, foi eleito pela renomada revisa "FourFourTwo" como o melhor jogador brasileiro da história do futebol australiano, a frente de jogadores consagrados como Juninho Paulista e Romário[2] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Cássio pelo Adelaide.

Nas divisões de base, Cássio teve passagens pelo Grêmio e Flamengo, tendo se profissionalizado por este último clube. Estreou no time profissional do Flamengo no empate em 2 a 2 contra o Botafogo no Torneio Rio-São Paulo de 2000.

Ocupando a vaga deixada por Athirson, Cássio atuou no Flamengo, entre 2000 e 2002, tendo participado das conquistas de dois Estaduais e da Copa dos Campeões Brasileiros. Ele foi fundamental na conquista do tricampeonato estadual em 2001, com um "gol espírita” na decisão por pênaltis da Taça Guanabara de 2001, contra o arqui-rival Fluminense (o goleiro Murilo chegou a espalmar a cobrança de Cassio, mas a bola bateu no chão e entrou). Também foi fundamental na Final do Estadual, sofrendo o pênalti que originou o primeiro gol da vitória por 3 a 1 sobre o Vasco, marcado por Edílson.

Cquote1.svg "O gol de pênalti foi muito especial para mim, já que ficou marcado para o Flamengo e na minha carreira."[3] Cquote2.svg
Cássio, sobre o "gol espírita" de pênalti na final da Taça Guanabara de 2001

Ainda em 2001, perdeu sua cobrança de pênalti na decisão da Copa Mercosul de 2001, que acabou selando a derrota rubro-negra na final do torneio.

Em 2002, ainda no ínicio da temporada, foi emprestado ao Internacional por um ano. No clube gaúcho conquistou o Campeonato Estadual e foi o autor do milésimo gol do colorado em Campeonatos Brasileiros[4] . Contudo, no decorrer da temporada, acabou se transferindo para o México, aonde foi jogar no Atlas.

Retornou ao Flamengo, em 2003, mas ao final daquele ano, ironicamente, acabou sendo substituído por Athirson, que estava de volta à Gávea.

Consciente de que dificilmente venceria a disputa com Athirson pela vaga de titular, Cássio aceitou sair do rubro-negro carioca, sendo emprestado ao Atlas do México[4] .

Cquote1.svg "Eu passei momentos maravilhosos no Flamengo. Os maiores títulos da minha carreira são pelo Flamengo. Tudo na vida é aprendizado. Eu creio que minha passagem por lá foi muito proveitosa, foi muito boa. Poderia ter ficado mais tempo, mas eu era muito jovem, queria jogar de titular, ganhar dinheiro, essas coisas. Quando se é jovem, não se segura um pouco o ímpeto. Na época, o Athirson era jogador de seleção brasileira, então nem tinha como reclamar de ficar no banco. Mas, como sempre fui jogador titular, desde a base, queria jogar. Quando passei por uma lesão no joelho e voltei, comecei a pensar em sair. Hoje eu vejo que a melhor coisa que eu fiz foi sair, pois, se eu tivesse ficado, minha carreira teria outro rumo."[3] Cquote2.svg
Cássio, sobre sua passagem pelo Flamengo.

Assim, entre 2004 e 2005, Cássio esteve sumido do cenário nacional, atuando por clubes do exterior, como o Olimpia e o New England Revolution. Finalmente, em 2006, voltou a aparecer no cenário nacional, quando disputou o Campeonato Brasileiro pelo Santa Cruz. Sofrendo com contusões seguidas, o jogador viu o time amargar a lanterna do Brasileirão de 2006 e dispensá-lo ainda em Outubro.

No ano seguinte, porém, acertou sua ida para o futebol australiano, quando passou a jogar no Adelaide United, após indicação de Marcos Paquetá. Por lá, fez o gol do título de um torneio de pré-temporada logo no ano de sua estréia, e acabou virando ídolo, tendo sido eleito o melhor jogador do time, na temporada 2007-08. Disputou o Mundial Interclubes de 2008, ficando na quinta posição e, mais tarde, eliminou o Bunyodkor então comandado por Zico na Liga dos Campeões Ásia.

Em 2011, foi eleito pela renomada revisa "FourFourTwo" como "O Melhor jogador brasileiro da história do futebol australiano". Segundo a edição local da revista, Cássio é o melhor brasileiro por "tempo de serviço, consistência e qualidade"[2] .

A pedido do técnico da seleção Australiana, o alemão Holger Osieck, Cássio se naturalizou cidadão australiano para poder defender a seleção do país.[5] Assim, em 07 de setembro de 2012, ele recebeu a cidadania australiana.[3]

Encerrou a carreira em janeiro de 2015, após sete anos de futebol australiano[1] .

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Ano Jogos Gols Marcados Média
2000 1 0 0
2001 61 0 0
2002 4 0 0
2003 20 3 0,15
Total 86 3 0,03

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Internacional
Brasiliense
Ceará
Adelaide

Conquistas Individuais e Honrarias[editar | editar código-fonte]

  • 2011 - Melhor jogador brasileiro da história do futebol australiano - Revista "FourFourTwo"[2]

Referências

  1. a b globoesporte.globo.com/ Ex-Fla, lateral Cassio se aposenta e ganha festa da torcida do Adelaide
  2. a b c globoesporte.globo.com/ Ex-lateral do Fla é eleito o melhor brasileiro do futebol da Austrália
  3. a b c globoesporte.globo.com/ Ex-Fla recebe cidadania australiana e sonha jogar a Copa no Brasil
  4. a b clicrbs.com.br/ Flamengo empresta lateral Cássio ao Atlas, do México
  5. globoesporte.globo.com/ Ex-lateral do Fla vai se naturalizar australiano para atuar pela seleção

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.