Cânace

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Cânace é uma personagem da mitologia grega, filha de Éolo e Enarete, que teve vários filhos de Posídon. Teve sete irmãos e seis irmãs. Os seus irmãos eram Átamas, Creteu, Déion, Magnes, Perieres, Salmoneu e Sísifo. Segundo outros relatos tradicionais (um deles será contado à frente), aparecem ainda referidos os nomes de Macar (também chamado Macareu), Étlio e Mimas, como seus irmãos. As suas irmãs eram Alcíone, Cálice, Pisídice e Perimede (perfazendo seis irmãs com Tânagra e Arne, segundo outros autores).

Com Posídon, gerou Aloeus, Epopeus, Hopelus, Nireus e Triopas. Segundo Ovídio, que ter-se-á inspirado em Eurípides, Cânace foi forçada pelo seu pai (que lhe enviou uma espada) a cometer suicídio como punição pelo facto de ter mantido uma relação incestuosa com o seu irmão Macareu, da qual nasceu uma criança que foi morta pelo avô, que a lançou aos cães, depois de a ter tirado das mãos da ama que a tentava salvar.