Cânone de Ptolomeu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O Cânone de Ptolomeu é uma lista de reis com suas datas de início e término do reinado usada na Antigüidade pelos astrônomos como uma maneira de registrar fenômenos astronômicos, como os eclipses. A lista foi conservada e publicada por Cláudio Ptolomeu, e por isso é também chamada de "Cânone de Ptolomeu". É uma das fontes mais importantes para de fixar a cronologia absoluta do antigo oriente.

O Cânone é herdeiro de listas babilônicas anteriores. Elas relacionam os reis da Babilônia desde 747 a.C. até a queda da Babilônia nas mãos dos persas em 539 a.C.. Prossegue com os monarcas persas desde 538 a.C. até 332 a.C.. Desde este ponto, a lista foi continuada pelos astrônomos gregos de Alexandria que listaram os monarcas macedônios desde 331 a.C. até 305 a.C., continuando com a Dinastia Ptolemaica desde 304 a.C. até 30 a.C. e finalmente com os imperadores romanos desde 29 a.C. até o ano 160.

O Cânone é uma lista anual. Só menciona reis cujo reinado se estendeu durantes mais de um ano e só menciona um monarca por ano, pelo que nos anos com diferentes reis só menciona um deles. Os dos períodos nos quais não se menciona nenhum rei, correspondem aos períodos em que Senaqueribe, rei da Assíria, deteve o controle da Babilônia. Seu nome não é mencionado devido ao ódio dos babilônios por um rei que destruiu sua cidade em 689 a.C..

Considera-se que a cronologia do Cânone é bastante precisa, e por isso os historiadores e arqueólogos consideram que a cronologia da antiga Mesopotâmia está firmemente estabelecida desde 747 a.C. em diante.

Reis da Babilônia, 747-539 a.C.[editar | editar código-fonte]

Imperadores da Pérsia, 538-332 a.C.[editar | editar código-fonte]

Reis da Macedônia, 331-305 a.C.[editar | editar código-fonte]

Ptolomeus do Egito, 304-30 a.C.[editar | editar código-fonte]

A numeração dos Ptolomeus é consensual até Ptolomeu Filométor, porém alguns historiadores modernos incluem, entre Filométor e Evérgeta II, um filho de Filométor, que teria reinado por semanas.

Imperadores Romanos, 29 a.C.-AD 160[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]