César de Bourbon, Duque de Vendôme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
César de Bourbon por Balthasar Moncornet

César de Bourbon (Coucy-le-Château-Auffrique, 3 de junho de 1594 -Paris, em 22 de outubro de 1665) foi Duque de Vendôme, filho bastardo do rei Henrique IV de França com sua mais famosa amante Gabrielle d’Estrées.

Legitimado em 1595, recebeu os títulos de duque de Vendôme, Duque de Beaufort, de Mercoeur, de Penthievre e Etampes, tendo sido também príncipe francês.

Para obter sua legitimação rápida, Henrique IV, querendo o consentimento de Mercoeur, prometeu casá-lo com sua filha Francisca de Lorena (1592-1669) e lhe dar o ducado de Vendôme e o governo da Bretanha (1598).

Vendôme se distinguiu na luta contra os huguenotes mas, afastado por Richelieu, entrou na conspiração de Chalais e foi internado em Vincennes de 1626 a 1630. Exilando-se na Holanda e Inglaterra, voltou em 1643, e, induzido por seu filho, o Duque de Beaufort, permaneceu fiel e leal e aceitou casar seu filho mais velho, Mercoeur, com Laura Mancini, sobrinha de Mazarino, e por isso recebeu o governo da Borgonha em 1651 e a superintendência da navegação.

Comandante do exercito da Guyenne, retomou Libourne e Bordeaux em 1653 e depois derrotou uma esquadra espanhola diante de Barcelona em 1655.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

César de Vendôme veio a casat com a mais rica herdeira do reino, Franisca de Lorena, condessa de Penthièvre, filha de Filipe-Emanuel de Lorena, duque de Mercœur, e da sobrina da rainha Luísa de Lorena, viúva de rei Henrique III, que lhe dará três filhos :

Ícone de esboço Este artigo sobre História da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.