Círculo Austríaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
O Círculo Austríaco, em destaque, no Sacro Império Romano-Germânico no início do século XVI

O Círculo Austríaco (em alemão: Österreichischer Reichskreis) era um círculo imperial do Sacro Império Romano. Foi um dos quatro círculos imperiais criados em 1512, doze anos após o original Reichsreform que criou os seis círculos originais.

O círculo austríaco foi em grande parte coincidente com o chamado Erblande ("Terras Hereditárias de Habsburgo") da Casa de Habsburgos e corresponde aproximadamente à atual Áustria (exceto Salzburgo), Eslovénia e da região de Trentino-Alto Ádige do Norte da Itália.

Em geral, o círculo não era como os outros estados que eram pessoas coletivas, em âmbito regional, porque houve apenas uma câmara do círculo da Casa de Habsburgo, mesmo sendo poderoso politicamente. No entanto, ele fornecia um quinto de todos os impostos imperiais.

O significado político dos círculos imperiais, como um todo, sempre permaneceu baixo comparado com os grandes territórios soberanos, especialmente na parte oriental do império [1] .


A aplicação[editar | editar código-fonte]

O que se aplicava especificamente para o Círculo Austríaco, e que nem mesmo reuniões de conselho se realizaram. Os representantes do círculo participavam apenas em dias de "reuniões gerais de círculo". [2]

Composição[editar | editar código-fonte]

Domínios dos Habsburgos (laranja) em 1477,
por William R. Shepherd, 1911.

O círculo foi composto dos seguintes estados:

Nome Tipo de entidade Comentários
An der Etsch Bailiado Estabelecido cerca de 1260, um agrupamento administrativo de terras realizada pelos Cavaleiros Teutônicos no Tirol.
Áustria Arquiducado Marca da Áustria, estabelecida em 976 pelo imperador Otão II; elevado a Ducado pelo imperador Frederico I, Barbarossa em 1156, de Habsburgo em 1278; autoconcedido o título de "Arquiducado" em 1358.
Áustria Bailiado Um agrupamento administrativo de terras da Ordem Teutônica na Áustria.
Brixen Principado episcopal Estabelecido em 1027 pelo imperador Conrado II; Principado episcopal a partir de 1179.
Caríntia Ducado Estabelecido em 976 pelo imperador Otto II, realizada pela Arquiduquesa da Áustria desde 1457, parte da Áustria interior de 1564–1619.
Carniola Ducado Marca de Carniola, estabelecida em 1040 pelo imperador Henrique III; elevado a Ducado em 1364; realizada pelos arquiduques da Áustria desde 1457; parte da Áustria interior de 1564–1619.
Chur Principado episcopal Estabelecida no século IV; Principado Episcopal de Chur desde 1170; território realizada pela Liga da Casa de Deus desde 1367
Gorizia Condado Separou-se do Patriarcado de Aquileia em cerca de 1127; domínio dos arquiduques da Áustria desde 1500; parte da Áustria interior 1564-1619; fundido com Gorízia e Gradisca em 1747.
Ístria Marca Fundada em 1040 pelo imperador Henrique III; grande parte foi para Veneza em 1291, permanecendo o território em torno de Pazin (Mitterburg) de Gorízia; sob a autoridade dos Arquiduques da Áustria desde 1374.
Estíria Ducado Marca de Estíria estabelecida em cerca de 970 pelo imperador Otão I; renomeado para ducado em 1180; sob os Duques da Áustria desde 1192; parte da Áustria interior de 1564-1619
Áustria Suaba Landgraviato Os restantes dos territórios da casa de Habsburgo na Suábia desde 1386, incluindo Breisgau, Burgau, Sundgau (até 1648) e partes de Vorarlberg; para o Arquiducado da Áustria.
Tarasp senhorio Para os arquiduques da Áustria a partir de 1464.
Trento Principado episcopal Estabelecido em 1027 pelo imperador Conrado II.
Trieste Cidade Sob os arquiduques da Áustria a partir de 1382.
Tirol Condado Estabelecido em 1140; para os arquiduques da Áustria desde 1363; elevado à "Principesco concelho" em 1504; para a Áustria (1564-1665).

Referências

  1. Horst Rabe: Neue Deutsche Geschichte. Band 4: Reich und Glaubensspaltung. Deutschland 1500–1600. Beck, München 1989, ISBN 3-406-30816-3, S. 125.
  2. Winfried Dotzauer: Die deutschen Reichskreise (1383–1806). Geschichte und Aktenedition. Steiner, Stuttgart 1998, ISBN 3-515-07146-6, S. 564.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Winfried Dotzauer: Die deutschen Reichskreise (1383–1806). Franz Steiner Verlag, Stuttgart 1998, ISBN 3-515-07146-6, GoogleBooks
  • Gerhard Taddey (Hrsg.): Lexikon der Deutschen Geschichte. 2. überarb. Aufl., Stuttgart 1983, S. 921
  • Gerhard Köbler: Lexikon der deutschen Ländern. 4. Aufl., München 1992, S. 450


Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Círculo Austríaco
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Círculo Austríaco