Códice magliabechiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Verso da folha 11 do códice magliabechiano, mostrando os sinais dos dias Faca, Chuva, Flor e Crocodilo.

O códice magliabechiano é um códice asteca pictorial, criado em meados do século XVI, no início do período colonial espanhol. É representativo de um conjunto de códices colectivamente denominados por grupo magliabechiano. Outros códices deste grupo incluem o códice Tudela e o códice Ixtlilxochitl.

Trata-se de um documento sobretudo religioso. As suas 92 páginas são quase um glossário de elementos cosmológicos e religiosos. Ilustram também os 20 nomes dos dias do tonalpohualli, os dezoito festivais mensais, e o ciclo de 52 anos. Mostram também várias deidades, rituais e vestes religiosos, e crenças cosmológicas.

História[editar | editar código-fonte]

Está baseado num códice mais antigo desconhecido, que se pensa ter sido o protótipo do grupo magliabechiano. Nomeado após Antonio Magliabechi, um coleccionador de manuscritos italiano do século XVII e encontra-se presentemente na Biblioteca Nazionale Centrale, Florença, Itália.

Foi criado em papel europeu, com desenhos e texto espanhol em ambos lados de cada página. Algumas das imagens são incluídas abaixo.

Imagens[editar | editar código-fonte]

SVG

Páginas de icons

Icons

Outras imagens

Referências[editar | editar código-fonte]

Boone, Elizabeth Hill. The Codex Magliabechiano and the Lost Prototype of the Magliabechiano Group. issued together with reprint of The Book of the Life of the Ancient Mexicans by Zelia Nuttall [1903], part 2 in two-volume set. ed. Berkeley: University of California Press, 1983. OCLC 8113016. ISBN 0-520-04520-3.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]