Cólofon (tipografia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O cólofon ou colofão designa a nota final de um manuscrito ou de um livro impresso, principalmente dos incunábulos. O termo "colophon" deriva do Latim colophon, que por sua vez deriva do Grego κολοφων ("cume", "topo", ou "final").

Não deve ser confundido com a antiga cidade grega de Cólofon, situada na ásia menor, a partir da qual o termo colofónia, ou resina retirou o nome.

Encontra-se normalmente em um cólofon as seguintes informações[1] :

  • o nome do autor do livro;
  • o título da obra;
  • o nome do impressor e/ou do editor;
  • o lugar e a data da impressão.

Também são encontrados desenhos, símbolos ou uma divisa. O cólofon desapareceu em razão da página de rosto, já que esta contém as mesmas informações na abertura da obra.

As palavras “fim” ou “finis”, e também “Laus Deos” (“Deus seja louvado”), após a conclusão de um texto, podem também ser consideradas colofões[1] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b e-dicionário de termos literários de Carlos Ceia. COLOFÃO OU CÓLOFON. Visitado em 25-4-2013.