Cólon descendente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Letra-eñe.png
O estilo desta tradução ainda não foi examinado por outros. Se você é falante nativo do português e não participou desta tradução, poderá colaborar revendo e ajustando o estilo desta ou de outras traduções.
Cólon descendente
Gray1223.png
Frente do abdômen, mostrando as marcas de superfície para o estômago, fígado, e intestino grosso. (Cólon descendente visível no centro à direita, em azul.)
Gray1056.png
O duodeno e pâncreas. (Cólon descendente visível no canto inferior direito).
Latim colon descendens
Gray assunto #249 1181
Vascularização Artéria cólica esquerda
Precursor Hindgut
MeSH Colon,+Descendin
Dorlands/Elsevier 12249871

O cólon descendente dos seres humanos desce através do hipocôndrio esquerdo e região lombar, ao longo da borda lateral do rim esquerdo.

O cólon descendente faz parte do intestino grosso. O intestino grosso inclui o apêndice vermiforme, o ceco e do cólon. O cólon descendente faz parte do cólon, que é constituído por várias partes. Eles incluem o cólon ascendente, flexura hepática, cólon transverso, flexura esplênica, cólon descendente e cólon sigmóide. O cólon descendente desce através da porção traseira superior do abdómen e ao longo do lado do rim esquerdo.

As funções do intestino grosso, são como um reservatório para o líquido que é depositado do intestino delgado. O intestino grosso é responsável pela absorção de água e outras substâncias, tais como sais. Ele também armazena os resíduos até que possa ser removido do corpo, quando uma pessoa tem um movimento do intestino. Como o alimento se move através do trato intestinal, a água é absorvida pelo intestino grosso. Isso causa os resíduos a sair do corpo em forma sólida.

É importante manter boa saúde do cólon, uma vez que existem várias doenças associadas com o cólon descendente. Entre as mais comuns estão a colite ulcerativa, doença de Crohn, e câncer de cólon. A colite ulcerativa pode afetar qualquer parte do cólon, mas quando isso afeta o cólon descendente, é chamado de colite lateral esquerda. Inflamação e úlceras no revestimento do intestino marcar a sua presença. Os sintomas da colite ulcerativa incluem sangramento, diarréia, febre, dor abdominal, muco demasiado no material fecal, e apetite e perda de peso. Os métodos de tratamento pode variar amplamente, que vão desde as mudanças na dieta à cirurgia corretiva, dependendo da gravidade da condição e da saúde geral do paciente.

Quando uma pessoa tem a doença de Crohn ou colite de Crohn, ela tem feridas nos tecidos do intestino, o que torna difícil para o intestino absorver água e sal. Os sintomas que podem desenvolver a partir desta doença incluem dor abdominal, diarreia ou constipação, náuseas e vômitos, febre, sangue nas fezes, perda de peso, abscessos e fadiga. Não há cura para a doença de Crohn, apenas mudanças na dieta pode ajudar a tornar os sintomas menos severos.

O câncer do cólon descendente é a mais grave das doenças. Uma pessoa pode ter câncer de cólon e ainda não apresentar sintomas nas fases iniciais. Como tal, exames regulares colorretais são necessários para detectar a doença em seus estágios iniciais. No entanto, existem alguns sinais que podem indicar câncer de cólon, que incluem mudanças bruscas nos hábitos intestinais, sangramento do reto, fezes pretas, constipação freqüente, e muco nas fezes. As opções de tratamento dependem do estágio do câncer e da saúde geral do paciente.

Imagens adicionais[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]