Côte-d'Or

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Côte-d'Or
Côte-d'Or
Blason21.PNG
Informações
País  França
Região Borgonha
Sede do depto. (Préfecture) Dijon
Sub-sedes (Sous-préfectures) Beaune, Montbard
População 506 755 hab. (1999)
Área 8 763 km²
Densidade populacional 57,8 hab./km²
Arrondissements 3
Cantões 43
Comunas 707
Presidente do conselho geral Louis de Broissia
Site Oficial www.cote-dor.pref.gouv.fr
Localização
Côte-d’Or-Position.png
Localização de Côte-d'Or na França

A Côte-d'Or (em português Costa de Ouro) é um departamento da França localizado na região da Borgonha. Sua capital é a cidade de Dijon.

História[editar | editar código-fonte]

Côte-d'Or foi um dos 83 departamentos originais criados durante Revolução Francesa em 4 de Março de 1790, tendo sido formado com uma da antiga província da Borgonha.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O departamento é parte da região da Borgonha e faz fronteira os departamentos de Yonne, Nièvre, Saône-et-Loire, Jura, Aube, e Haute-Marne.

Uma cadeia de montanhas chamada Plateau de Langres corre de nordeste a sudeste através da Côte-d'Or, ao norte de Dijon. Na face sudeste das escarpas da Côte-d'Or localiza-se o local de cultivo do célebre vinho Borgonha. Para o oeste do Plateau de Langres, em direção a Champagne-Ardenne, se encontra o distrito de Châtillon. Ao sudeste do plateau e das escarpas, o departamento segue plano pelo curso do rio Saône.

Inclui os rios:

  • O Saône
  • O Sena - nasce extremo sul do Plateau de Langres.
  • O Ouche - nasce nas encostas das escarpas e segue para o Saône via Dijon.
  • O Armançon - nasce nas encostas das escarpas e segue nordeste.
  • O Arroux - nasce nas encostas das escarpas ao extremo sul do departamento.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é temperado, com chuva abundante no lado oeste até a área central.

Economia[editar | editar código-fonte]

Esta é uma área de cultivo de vinhedos, embora também haja plantações de grãos e batatas. Ovelhas e gado também são criados no departamento. A região é famosa pela mostarda de Dijon.

Há minas de carvão e indústrias pesadas, incluindo aço, maquinária e agrícola.

As industrias mais desenvolvidas em Côte-d’Or são:

  • agricultura e alimentícia (14% de empregados)
  • metalurgia e manufaturados (12% de empregados)
  • química, borracha e plasticos (12% de empregados)
  • fármacia
  • elétrica, componentes eletrônicos e equipamentos
  • madeira e papel.

Os grandes trabalhos estão geralmente na área conurbada de Dijon, embora a maior (CEA Valduc) esteja nas Salives no Plateau de Langres. Existem também trabalhos em metal na SEB no Selongey abaixo do plateau às margens planas do Saône e o grupo Valourec em Montbard no oeste do departamento no rio Brenne próximo a junção com o Armançon. A indústria farmacêutica tem mostrado grande crescimento em anos recentes. No entanto, desde que a zona de estatística de emprego de Dijon inclui o centro administrativo urbano da Borgonha, o setor de serviços proporcionalmente maior em relação ao industrial, do que as outras três zonas de Côte-d'Or.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Alguns dos maiores atrativos turísticos são as abadias da Igreja gótica de Saint-Seine-l'Abbaye e a Igreja romanesca de Saulieu, bem como o Castelo de Bussy Rabutin em Bussy-le-Grand. A Abadia de Cîteaux, sede da Ordem de Cister, situa-se a leste de Nuits-Saint-Georges, no sul do departamento.

Comunas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Côte-d'Or