Clássico das Multidões (Maceió)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de CRB vs. CSA)
Ir para: navegação, pesquisa

CSA X CRB é o maior clássico de futebol da cidade de Maceió, capital do estado de Alagoas. A grande partida também é conhecida como O Clássico das Multidões.[1]

O CSA, azul e branco, e o CRB, vermelho e branco, possuem, juntos as cores da bandeira de Alagoas. Essas cores também são as tradicionais de um dos folguedos culturais mais populares do estado - o Pastoril, onde o Azul disputa a hemegomia com o Encarnado (vermelho).

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

CSA e CRB protagonizaram 503 partidas na história quase centenária de confrontos entre os dois maiores clubes alagoanos.

ESTATÍSTICAS

JOGOS

GOLS

Vitórias do CSA

148

612

Vitórias do CRB

184

688

EMPATES

160

---

TOTAL DE JOGOS

492

TOTAL DE GOLS: 1.300

Títulos[editar | editar código-fonte]

CSA[editar | editar código-fonte]

Único time de Alagoas a disputar um torneio internacional a conhecida Copa Conmebol de 1999, foi a ultima edição deste torneio internacional de futebol interclubes organizado pela Confederacão Sul-americana de Futebol. O campeão foi o Talleres (Argentina), que na final venceu a equipe do CSA (Brasil) que sagrou-se vice-campeã.

Estaduais[editar | editar código-fonte]

  • Alagoas Campeonato Alagoano: 37 - ( 14 em cima do CRB, Fonte FAF) (Confrontos de 1, 2 ou 3 jogos- finais).
(1928, 1929, 1933, 1935, 1936, 1941, 1942, 1944, 1949, 1952, 1955,1956, 1957, 1958, 1960, 1963, 1965, 1966, 1967,1968, 1971, 1974, 1975, 1980, 1981, 1982, 1984, 1985, 1988, 1990, 1991, 1994, 1996, 1997, 1998, 1999, 2008)
  • Alagoas Torneio Início: 14
(1927, 1928, 1929, 1930, 1933, 1935, 1940, 1946, 1949, 1957, 1961, 1965, 1972)

Regionais[editar | editar código-fonte]

  • Brazil Region Nordeste.svg CSA CAMPEÃO DO TORNEIO ALFREDO JÚNIOR 1975

CRB[editar | editar código-fonte]

Regionais[editar | editar código-fonte]

CRB CAMPEÃO DO TORNEIO JOSÉ AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO 1975

Interestaduais[editar | editar código-fonte]

CRB CAMPEÃO DA SELETIVA AL/PB

Estaduais[editar | editar código-fonte]

  • Alagoas Campeonato Alagoano: 27 - (16 em cima do CSA Fonte FAF) (confrontos de 1, 2 ou 3 jogos - finais)
(1927, 1930, 1937, 1938, 1939, 1940, 1950, 1951, 196, 1964, 1969, 1970, 1972, 1973, 1976, 1977, 1978, 1979, 1983, 1986, 1987, 1992, 1993, 1995, 2002, 2012, 2013)
  • Alagoas Torneio Início: 16
(1936, 1937, 1939, 1943, 1944, 1945, 1946, 1951, 1956, 1958, 1962, 1963, 1966, 1969, 1970, 1973)

Jogo do Xaxado[editar | editar código-fonte]

Em 1952,o jogo do Xaxado foi um dos que mais emocionou a torcida azulina. Não somente pelo resultado de 4×0, mas pelo passeio que o clube deu no seu tradicional adversário em sua própria casa, o CRB. Foi um baile, um olé. Jamais se pensou em desrespeitar o adversário, mas era gostoso observar a bola de pé em pé com os alvirrubros na roda a torcida azulina batendo palmas e gritando, ritmicamente, a palavra xaxado. Muitos gols foram perdidos. Dida depois de driblar toda a defesa do CRB, inclusive o goleiro Levino, quase na linha de gol, preferiu voltar e passar a bola para um companheiro. Oscarzinho também esteve para marcar e terminou sentando na bola na linha do gol.

Jogo da Sofia[editar | editar código-fonte]

A maior vitória do clássico alagoano pertence ao CRB. A partida do dia 1º de outubro de 1939 ficou conhecida como o "jogo da Sofia", quando o CRB venceu o rival por 6 a 0 na decisão do Campeonato Alagoano. Diz a história que o jogador Arlindo (um dos destaques do CRB na partida) era adepto do jogo do bicho e criava uma cabra chamada Sofia. De vez em quando, ele cantava uma uma modinha com todos os bichos do jogo, e ao chegar na cabra, ele dava uma paradinha e relembrava o jogo. Arlindo (2), Duda Bocão (2), Ramalho e Cláudio Régis foram os aturoes dos gols da partida.

Artilheiro[editar | editar código-fonte]

Silva "Cão", ponta, artilheiro dos Campeonatos Alagoanos de 1968 (11 gols), 1972 (21 gols) e 1977 (16 gols) pelo CRB, mas que também jogou no CSA. Fez sessenta e dois gols na história do maior confronto do estado.

Casos de Vandalismo e Violência[editar | editar código-fonte]

Durante as partidas dos clássicos tem se notado o acontecimento de casos de vandalismo, com ônibus depredados, depredação do estádio, e briga entre as torcidas organizadas.[2]

http://placar.abril.com.br/materia/com-o-fim-dos-estaduais-como-esta-a-freguesia-nos-classicos