CTE Bauru (D-18)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «USS McAnn (DE-179)» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (março de 2015)
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
CTE Bauru (Be-4 /D-18 /U 28)
(ex-USS McAnn (DE-179))
O CTE Bauru (Be-4) navegando no litoral brasileiro.
Carreira   Bandeira da marinha que serviu Estados Unidos
Operador  Marinha dos Estados Unidos
Fabricante Federal Shipbuilding and Drydock Company[nota 1]
Homônimo Donald Roy McAnn
Batimento de quilha 17 de maio de 1943
Lançamento 5 de setembro de 1943
Comissionamento 11 de outubro de 1943
Descomissionamento 15 de agosto de 1944
Indicativo de chamada PXFA (MB)[nota 1]
Estado Retirado do registro em 20 de julho de 1953
Fatalidade Emprestado ao Brasil em 15 de agosto de 1943
Transferido ao Brasil em 30 de junho de 1953
Carreira Flag of Brazil.svg Brasil
Nome CTE Bauru Be 4/D 18/U 28[nota 1]
Operador  Marinha do Brasil
Homônimo Cidade de Bauru no estado de São Paulo
Data de
aquisição
15 de agosto de 1944
Comissionamento 16 de agosto de 1944
Descomissionamento 17 de setembro de 1981
Porto de registro Cidade do Rio de Janeiro
Estado Transformado em navio-museu em 21 de julho de 1982, foi colocado o indicativo original no casco Be-4.[nota 1]
Características gerais
Tipo de navio Contratorpedeiro de escolta
Classe Classe Cannon (USN)
Classe Bertioga (MB)
Deslocamento 1 240 t (2 730 000 lb) (padrão)
1 620 t (3 570 000 lb) (carregado)
Comprimento 93,2 m (306 ft) (total)[nota 1]
91 m (299 ft) (linha d'água)
Boca 11,23 m (36,8 ft)[nota 1]
Calado 6,09 m (20,0 ft) (máximo)[nota 1]
Propulsão 4 x General Motors M 16-278A[nota 1]
2 x eixos
- 6 000 hp (4 470 kW)
Velocidade 21 kn (38,9 km/h)[nota 1]
Autonomia 10 800 m.n. (20 000 km) à 12 kn (22,2 km/h)
Armamento 3 x canhões de 76,2 mm (3,00 in) em três reparos simples[nota 1]
2 x canhões Bofors L/60 de 40 mm (1,57 in) em reparo duplo[nota 1]
8 x metralhadoras Oerlikon de 20 mm (0,787 in) em reparos simples[nota 1]
1 x reparo triplo de tubos lançadores de torpedos de 533 mm (21,0 in)[nota 1]
1 x lançador de bomba-granada A/S (LBG) Mk 10[nota 1]
2 x calhas e 8 x projetores laterais de cargas de profundidade[nota 1]
2 x geradores de fumaça[nota 1]
Tripulação 216 (15 oficiais e 201 praças)[nota 1]

O CTE Bauru (Be-4) é um contratorpedeiro de escolta e um aviso oceânico da Classe Bertioga, é mantido como um navio-museu da Marinha do Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Construído durante a Segunda Guerra Mundial em Nova Jersey, nos Estados Unidos da América, foi lançado ao mar em 15 de setembro de 1943, e incorporado à US Navy em 11 de outubro do mesmo ano com o nome de "USS McAnn (DE-179)".

Foi descomissionado em 15 de agosto de 1944, data em que foi transferido para a Marinha do Brasil, recebendo o nome em homenagem à cidade de Bauru, no estado de São Paulo.

Ainda durante o conflito, o Contratorpedeiro-Escolta Bauru acompanhou comboios e desempenhou missões de apoio no transporte de tropas e no patrulhamento em zonas de guerra.

Ao fim do conflito, foi incorporado à Flotilha de Contratorpedeiros e, posteriormente, ao Esquadrão de Avisos Oceânicos, onde continuou a cumprir importantes e diversificadas missões.

Nos seus quase 40 anos de atividade, o Bauru navegou 295 405 milhas, perfazendo 1 423 dias de mar.

Após sofrer reformas de adaptação, foi aberto à visitação pública no ano de 1982. Como navio-museu temático, possui 14 ambientes que retratam a vida a bordo durante aquele período da Segunda Guerra Mundial. O foco da mostra está na Campanha do Atlântico, conjunto de combates navais ocorridos naquele oceano entre os aliados e os países do eixo. Está atracado no Espaço Cultural da Marinha exibindo armamento, instalações e aspectos da participação da Marinha Brasileira naquela Guerra Mundial.

Características[editar | editar código-fonte]

  • Deslocamento: 1 240 toneladas (padrão), 1 620 toneladas (carregado)
  • Dimensões: 306' (oa), 300' (wl) x 36' 10" x 11' 8" (max)
  • Raio de ação: 10 800 milhas náuticas a 12 nós
  • Velocidade: máxima de 21 nós
  • Propulsão: diesel-elétrica; 4 GM Mod. 16-278A; 6000 shp, 2 screws
  • Armamento: 3 x 3"/50 Mk22 (1x3), 1 twin 40mm Mk1 AA, 8 x 20mm Mk 4 AA, 3 x 21" Mk15 TT (3x1), 1 Hedgehog Projector Mk10 (144 rounds), 8 Mk6 depth charge projectors, 2 Mk9 depth charge tracks

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portais relacionados ao artigo

Notas

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q CTE Bauru - www.naviosbrasileiros.com.br (em português), visitada em 26 de março de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre CTE Bauru (D-18)