CT Paraná (D-29)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
USS Sample (FF-1048)
CT Paraná (D-29)
CT Paraná - D 29.jpg

Marinha do Brasil
Marinha dos Estados Unidos
Estaleiro Lockheed Shipbuilding and Construction Company
Lançamento 28 de abril de de 1964
Incorporação 23 de março de 1968 USS Sample (FF-1048)
Baixa 23 de setembro de 1988 (Marinha dos Estados Unidos)
Incorporação 24 de agosto de 1989 (Marinha do Brasil)
Baixa 26 de julho de 2002
Situação Desmantelado em 8 de maio de 2005, em Alang (Índia)
Deslocamento 3 560 t carga total
Comprimento 126,3 m total
Calado 7.90 m
Boca 13,47 m
Propulsão 2 x caldeiras Foster-Wheeler turbo pressurizadas;
1 turbina a vapor G.E. de 35.000 shp, acoplados a um eixo com hélice de cinco pás.
Velocidade 27 nós
Raio de ação 4 000 mn a 20 nós.
Armamento 2 x canhões de 5 pol. (127 mm)

2 x lançadores triplos Mk 32 de torpedos
1 lançador óctuplo de foguetes A/S ASROC Mk-116
4 x metralhadoras Browning .50

Número de aeronaves 1 AH-11A Super Lynx
Tripulação 286 homens (18 oficiais e 268 praças)
Classe Garcia Marinha dos Estados Unidos
Pará Marinha do Brasil

O CT Paraná (D-29) é um contratorpedeiro da Classe Pará (1963), da Marinha do Brasil. O navio de guerra anteriormente havia prestado serviços a Marinha dos Estados Unidos com o nome de USS Sample (FF-1048).

Marinha dos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

O USS Sample (FF-1048) foi um contratorpedeiro da Classe Garcia da Marinha dos Estados Unidos.Foi reclassificado posteriormente como fragata.

O nome do navio homenageia o Contra-Almirante William Dodge Sample (1898-1946), oficial aviador naval, agraciado por quatro vezes com a Medalha da Legião do Mérito do Governo Americano.

Lançado ao mar em dezembro de 1964, foi comissionado em dezembro de 1968.

Marinha do Brasil[editar | editar código-fonte]

Incorporação[editar | editar código-fonte]

O navio foi incorporado na Base Naval de San Diego, Califórnia, em 24 de agosto de 1989. Chegou a cidade do Rio de Janeiro, em 13 de dezembro de 1989, acompanhado dos também contratorpedeiros CT Pará (D-27), CT Paraiba (D-28), CT Pernambuco (D-30), quando passaram a fazer parte da Força de Contratorpedeiros.

O navio foi construído pelo estaleiro Lockheed Shipbuilding and Construction Company, em Seattle, Washington. E transferido por empréstimo da Marinha dos Estados Unidos da América para a Marinha do Brasil.

Em 1975 foi reclassificado como fragata, conjuntamente com todos as unidades de escolta dotadas de apenas um eixo propulsor.

Em maio de 2005, chegou a cidade de Alang, na Índia, aonde foi desmanchado.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

É o quinto navio na Marinha do Brasil a ostentar esse nome em homenagem ao estado brasileiro Paraná. Paraná significa na língua indígena, rio grande, o rio que se parece com um mar [1] .

Referências

  1. Dicionário informal. Paraná. Página visitada em 21-5-2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre CT Paraná (D-29)
Ícone de esboço Este artigo sobre a Marinha do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.