Cacique de Ramos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cacique de Ramos
Rio de Janeiro - O prefeito Eduardo Paes visita a quadra do bloco de carnaval Cacique de Ramos acompanhado de índios de várias etnias.JPG
Cacique de Ramos
Fundação 20 de janeiro de 1961 (53 anos)
Símbolo Cacique, tamarineira
Bairro Olaria
Presidente Bira Presidente
Rainha do bloco Evellyn Alves
Madrinha do bloco Beth Carvalho
Site Oficial

O Cacique de Ramos é um dos mais conhecidos blocos de carnaval do Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

O bloco foi criado no bairro de Ramos, na Zona Norte do Rio de Janeiro.[1] Fundado em 20 de janeiro de 1961,[1] é um dos principais blocos da cidade.

Entre seus componentes estão os membros do grupo de samba Fundo de Quintal que se originou do próprio bloco e Zeca Pagodinho. A também sambista Beth Carvalho é outra cria do bloco, que a homenageou elegendo-a como madrinha do bloco. Diversos outros cantores e compositores fazem parte do bloco entre eles: Almir Guineto, Jorge Aragão, Marquinhos Satã, Arlindo Cruz,Sombrinha, Jovelina Pérola Negra e Luiz Carlos da Vila. Sua sede fica na Rua Uranos, número 1326.

Como diz a letra de uma das músicas alusivas ao bloco: "Vai lá, vai lá / Vai lá, vai lá no Cacique sambar"

Tradicionalmente desfila na Avenida Rio Branco (concentração na esquina com a Avenida Presidente Vargas) aos domingos, segundas e terças de Carnaval, às 20 horas. em 2011, recebeu a Medalha Tiradentes, por representar a cultura do estado do Rio de Janeiro[2] . e no carnaval de 2012, foi o enredo da Mangueira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Projeto de Resolução N.4/2011, CONCEDE MEDALHA TIRADENTES E RESPECTIVO DIPLOMA AO GRÊMIO RECREATIVO CACIQUE DE RAMOS POR SEU QUINQUAGÉSIMO ANIVERSÁRIO OCORRIDO EM 20 DE JANEIRO DE 2011, INSTITUIÇÃO TRADICIONAL DA NOSSA CULTURA MUSICAL, DE RECONHECIMENTO INTERNACIONAL RESPONSÁVEL POR MANTER A TRADIÇÃO DO CARNAVAL CARIOCA BALUARTE DA CARREIA DE NOTÓRIOS DA NOSSA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA. [em linha]
  2. Titit do samba (11.05.2011). Cacique de Ramos recebeu medalha Tiradentes. Página visitada em 14.05.2011.