Caiapônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde Novembro de 2008).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Município de Caiapônia
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 29 de julho
Fundação 1873
Gentílico caiaponiense
Prefeito(a) Argemiro Rodrigues Santos Neto (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Caiapônia
Localização de Caiapônia em Goiás
Caiapônia está localizado em: Brasil
Caiapônia
Localização de Caiapônia no Brasil
16° 57' 25" S 51° 48' 36" O16° 57' 25" S 51° 48' 36" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Sul Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Sudoeste de Goiás IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Jataí, Rio Verde, Mineiros, Doverlândia, Montividiu, Bom Jardim de Goiás e Perolândia
Distância até a capital 318 km
Características geográficas
Área 8 653,189 km² [2]
População 16 734 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 1,93 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,693 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 237 892,182 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 508,27 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.prefeituracaiaponia.com/

Caiapônia é um município brasileiro do estado de Goiás. Sua população estimada em 2010 era de 16.757 habitantes.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O município é conhecido pelas inúmeras cachoeiras, como exemplo a Cachoeira de São Domingos, Cachoeira da Jalapa, Cachoeira da Samambaia, Cachoeira do Sereno, Cachoeira da Abóbora, Cachoeira do Rio Verdão, Cachoeira do Rio Bonito, Cachoeira da Santa Márcia, Cachoeira do Pântano, entre muitas outras.

Outra atração turística são os morros, como o Morro do Gigante e Morro do Peão tendo também varias serras(Uma ótima opção para aventuras). No centro urbano a maior atração é o lago dos Buritis, onde se realiza todas as festas da cidade, como carnaval(Zé Pereira), festa de maio (Barraquinhas), além de outras atrações turísticas.

É um município centenário, chegando inclusive a ser linha de rota da Fundação Brasil Central. Seu patrimônio histórico entretanto, foi quase que totalmente destruído, não restando quase nada das antigas edificações do lugar.

Economia[editar | editar código-fonte]

Tem uma importante fonte de recursos na pecuária, sendo o município detentor do 3° maior rebanho bovino do Estado com 415.000 Cabeças, perdendo somente para Nova Crixás (690.665 cabeças); São Miguel do Araguaia (483.000 cabeças). A cidade que viveu estagnada durante os anos 1970 e 1980, passou por um processo de reforma administrativa em meados dos anos 1990, experimentando um salto de desenvolvimento, na administração de Antônio Lary, no período de 1997 a 2004 o que na verdade aliviou de certa forma os efeitos de algumas administrações mal sucedidas.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.