Caio Júlio César (pretor em 92 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Setembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Caio Júlio César
G J Caesar-pater.jpg
Caio Júlio César
Pretor da República Romana Spqrstone.jpg
Período de governo 92 a.C. - vitalício
Senador da República Romana Spqrstone.jpg
Período de governo vitalício
Vida
Nascimento 140 a.C.
Roma, República Romana
Morte 85 a.C. (55 anos)
Pisa, República Romana
Nacionalidade romano
Dados pessoais
Cônjuge Aurélia Cota
Religião Politeísmo Romano
Profissão militar e político
Serviço militar
Apelido(s) César
Lealdade Caio Mário, Populares e a República Romana
Serviço/ramo César
Graduação General
Comandos Legião Romana
Batalhas/guerras Guerra Civíl Romana de Sula

Caio Júlio César foi um patrício, general, pretor, e político romano. Foi o pai de Júlio César e um senador da República Romana. Ele viveu desde 140 a.c. a 85 a.c., era casado com Aurélia Cota, apoiante e cunhado de Caio Mário.

De acordo com o genealogista inglês William Berry, Caio e sua irmã Júlia eram filhos de Caio Júlio César (filho de Caio) e Márcia, filha de Quinto Márcio Rex. Seu bisavô (ou seja, o trisavô de Júlio César) seria o tribuno militar Sexto Júlio César.[1]

Sua irmã Júlia foi a mãe de Caio Mário, o Jovem, filho [Nota 1] de Caio Mário.[2]

No casamento com Aurélia Cota teve duas filhas, Júlia Maior, que se casou com Lúcio Pinário [3] e com Quinto Pédio,[4] [5] e Júlia Menor,[Nota 2] avó do futuro imperador Augusto, e um filho Júlio César.

Morreu quando Júlio César tinha dezesseis anos.[6] Com sua morte em Pisa, César deixou a educação de seu filho Júlio César nas mãos de um dos melhores oradores de Roma, Marco Antônio Grifo. Seu bens foram deixados de herança para Júlio César, mas, quando a facção de Caio Mário foi derrotada na Guerra Civil da República Romana, sua herança foi confiscada por Lúcio Cornélio Sula.


Notas e referências

Notas

  1. Outros textos dizem que Caio Mário, o Jovem, era filho adotivo de Caio Mário.
  2. Para os significados de Maior e Menor, ver convenção romana de nomes.

Referências

  1. William Berry, Genealogia antiqua: or, Mythological and classical tables, compiled from the best authors on fabulous and ancient history (1816)
  2. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de César, 1.2 [em linha]
  3. Tito Lívio, História Romana, Livro I, 7
  4. Apiano, As Guerras Civis, 3.22
  5. Suetônio, Vidas dos Doze Césares, Vida de Júlio César, 83
  6. Suetônio, Vidas dos Doze Césares, Vida de Júlio César, 1.1