Caio Júlio Víndice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Caio Júlio Víndice (em latim Gaius Iulius Vindex; 25 d.C. - 68), chamado por vezes apenas de Vindex, foi um general romano do século I.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Víndice procedia de uma família nobre da Aquitânia que alcançou a classe senatorial graças ao imperador Cláudio. Víndice governou a província da Gália Lugdunense sob o reinado de Nero, e rebelou-se contra a política fiscal do imperador Nero em finais de 67 e princípios de 68, chegando a reunir cerca de cem mil homens. Segundo o historiador Dião Cássio, Víndice "era poderoso fisicamente e dotado de grande inteligência, experto em matéria bélica e atrevido para acometer qualquer grande empresa; ademais amava a liberdade e tinha uma grande ambição".[1]

Com o objetivo de ganhar apoios, Víndice declarou a sua lealdade ao governador da província da Hispânia Tarraconense, Sérvio Sulpício Galba na sua carreira para o trono.

O governador da Germânia Superior, Lúcio Virgínio Rufo foi enviado para combatê-lo, mas acabou fazendo um acordo com ele para, unidos, marcharem sobre Roma, deporem o imperador e entregarem o poder a Galba, que governava a Tarraconense (Hispânia).

Mas, antes que o acordo fosse divulgado, as tropas de ambos entraram em luta[2] . Numa batalha perto de Vesôncio (a atual Besançon), Víndice foi derrotado. Desesperado, Víndice matou-se[2] , cortando a garganta com um punhal.

Em junho de 68, após o suicídio de Nero e a ascensão ao trono de Galba, este emitiu uma série de moedas nas quais elogiava a memória de Víndice.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

TOLEDO, J. - "Dicionário de Suicidas Célebres", São Paulo, Ed. Record, 1999

Referências

  1. Dião Cássio, História Romana 63.22.1-2
  2. a b Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Galba, 6.3
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.