Caio Lutácio Cátulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Templo de Juturna, construído por Catulo para celebrar a sua vitória nas ilhas Égadi. Roma.

Caio Lutácio Cátulo (em latim: Caius Lutatius Catulus) foi um político e comandante naval romano que lutou na Primeira Guerra Púnica.

Foi eleito cônsul com A. Postúmio Albino em 242 a.C., sendo um novus homo (homem novo, sem antepassados aristocratas). Dirigiu uma frota romana para a vitória, lutando contra a frota cartaginesa de Hanão na batalha das ilhas Égadi, uma batalha decisiva na Primeira Guerra Púnica.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cátulo ocupou o consulado em plena guerra contra Cartago (Primeira Guerra Púnica), época em que renovou a força naval de Roma e colheu decisiva vitória na batalha travada às proximidades das ilhas Égadi (10 de março de 241 a.C.).

Foi ele quem negociou com o general cartaginês, Amílcar Barca, as condições do tratado que pôs fim à guerra, mediante o qual Cartago perdeu suas possessões na Sicília.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Bowder, Diana [s/d], Quem foi quem na Roma Antiga, São Paulo: Art Editora Ltda/Círculo do Livro S.A.


Precedido por:
Caio Fundânio Fúndulo e Gaio Sulpício Galo
Cônsul da República Romana
com Aulo Postúmio Albino

242 a.C.
Sucedido por:
Aulo Mânlio Torquato Ático e Quinto Lutácio Cátulo Cerco
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.