Call of Duty: Black Ops: Declassified

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Call of Duty: Black Ops: Declassified
Desenvolvedora nStigate Games
Publicadora(s) Activision
Motor IW engine
Plataforma(s) PlayStation Vita
Série Call of Duty
Data(s) de lançamento 13 de Novembro de 2012[1]
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Um jogador, multijogador[2]

Call of Duty: Black Ops Declassified é um videojogo da série Call of Duty, exclusivo para a consola portátil PlayStation Vita desenvolvido pela nStigate Games (antiga Nihilistic Software). A Sony anunciou o titulo durante a sua conferencia de imprensa na Electronic Entertainment Expo em junho de 2012. Também é dito que o jogo tem "conectividade online perfeita".[3] Black Ops: Declassified foi lançado no mesmo dia que Black Ops II, a 13 de novembro de 2012.[1] Também está disponível com um pacote que inclui uma consola PS Vita e uma sacola.[4] [5]

A história irá passar-se entre o período de tempo entre os dois outros títulos Black Ops.[2]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 
Resenha crítica
Publicação Nota
Game Informer 3/10[6]
Giant Bomb 1 de 5 estrelas.Star empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[7]
GamesRadar 1.5 de 5 estrelas.Star half.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[8]
Edge 2/10[9]
Playstation Official Magazine 4/10[10]
1UP D-[11]
PlayStation LifeStyle 1/10[12]
IGN 4/10[13]
Destructoid 1.5/10[14]
Eurogamer Portugal 3/10[15]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic 31/100[16]

Call of Duty: Black Ops: Declassified foi muito criticado e muito mal recebido pela imprensa especializada. Tirando o jogo em si, tanto os produtores como o editor também foram alvo de criticas. Aquando do seu lançamento tinha uma pontuação média de 31/100 no site Metacritic.[16]

Criticas profissionais[editar | editar código-fonte]

Dan Ryckert da Game Informer deu a pontuação 3/10, chamando-o "um embaraço completo" para a série Call of Duty e que tem como único conceito "a tentativa de vender um jogo baseado apenas no nome", fazendo notar a fraca IA inimiga, ligação de rede pouco fiável e uma campanha muito curta.[6]

A IGN deu 4/10 e conclui a análise dizendo que Black Ops: Declassified "tem um acidente em cada curva; mau multijogador, má campanha e maus controlos. Não o compres."[13]

Jeff Gerstmann da Giant Bomb deu a pontuação 1/5 chamando-o "uma grande trapalhada", dizendo que os controlos tácteis são deficientes, os erros fazem com que os inimigos fiquem presos na geometria dos níveis e refere-se aos mapas do multijogador dizendo que "são tão pequenos que quando és recolocado ficas literalmente com um inimigo na tua mira...ou vice-versa" e conclui dizendo que Black Ops: Declassified "seria uma compra questionável a preços de transferência tradicionais. Mas a $50? Nem pensar!!"[7]

A GamesRadar deu a pontuação 1.5/5 e diz que Declassified "devia ter-se mantido em segredo", criticando muito a IA, a má ligação de rede e a campanha "incrivelmente curta."[8]

A Playstation Official Magazine deu a pontuação de 4/10 e diz que Declassified "Foi feito de uma forma cínica por forma a agarrar o dinheiro do Natal e coincidir com o primeiro período festivo da Vita, este CoD não deve ser apenas desclassificado, deve ser apagado da existência."[10]

Marty Sliva da 1UP deu a pontuação mais baixa (D-) chamando "atrocidades digitais" a Black Ops Declassified e refere que "este descalabro da Vita retira tudo o que existe de excitante e interessante sobre a série."[11]

Jim Sterling da Destructoid deu 1.5/10 e fez uma critica muito forte ao dizer que Declassified é simplesmente "repugnante". E conclui dizendo que "para um videojogo de $50 que tem o nome da maior série desta geração, este monte de lixo enoja-me. É um uso imperdoável da marca e uma falta de respeito total para com os fãs que vão ser enganados ao comprá-lo. Sem conteúdo, com design amador e cheio de erros de principiante, Black Ops: Declassified é um insulto a todos e a tudo o que existe na industria dos videojogos. Deveria ter ficado classificado. Foda-se para este jogo!"[14]

Heath Hindman da PlayStation LifeStyle deu 1/10 e conclui a sua análise a dirigir-se aos jogadores: "eles [editores] lançaram o jogo neste péssimo estado. Não há desculpa para isso. Esta gente que toma estas decisões acreditam que tu vais comprar um produto incompleto. Eles acreditam que o irás fazer, e a tua imagem deles não ficará muito manchada, porque no futuro não irás ter tanta hesitação em aproximar-te dos produtos que eles irão lançar [...] Eles acreditam, em tantas palavras, que tu não pensas. E isso é muito mau. Pensar que se é mais esperto ou melhor que o cliente é mau negócio, e também o é lançar um jogo nestas condições."[12]

Referências

  1. a b Jorge Loureiro (16-10-2012). Call of Duty: Black Ops: Declassified com data confirmada Eurogamer. Página visitada em 16-10-2012.
  2. a b Dan Amrich (14 Agosto de 2012). See the First Trailer for Call of Duty: Black Ops Declassified on PS Vita Official PlayStation Blog. Página visitada em 16 Agosto de 2012.
  3. http://www.joystiq.com/2012/06/04/call-of-duty-black-ops-declassified-hitting-vita/
  4. Luís Lemos (14/08/2012). Gamescom: PS Vita com bundle Call of Duty Black Ops 2 Declassified MyGames. Página visitada em 17/08/2012.
  5. Richard Mitchell (14/08/2012). Call of Duty: Black Ops Declassified Vita bundle announced Joystiq. Página visitada em 17/08/2012.
  6. a b Dan Ryckert (14-11-2012). Call Of Duty: Black Ops: Declassified A Complete Embarrassment For Gaming's Biggest Franchise Game Informer. Página visitada em 15-11-2012.
  7. a b Jeff Gerstmann (14-11-2012). Call of Duty: Black Ops Declassified Reviews Giant Bomb. Página visitada em 14-11-2012.
  8. a b Luke Brown (15-11-2012). Call of Duty: Black Ops Declassified review - This one should have been kept a secret! GamesRadar. Página visitada em 16-11-2012.
  9. Call of Duty: Black Ops Declassified review Edge. Página visitada em 16-11-2012.
  10. a b Call of Duty: Black Ops Declassified review Playstation Official Magazine. Página visitada em 16-11-2012.
  11. a b Marty Sliva. Black Ops Declassified Review: Digital Atrocities 1UP. Página visitada em 21-11-2012.
  12. a b Heath Hindman (19-11-2012). Call of Duty Black Ops: Declassified Review (Vita) PlayStationLifeStyle.net. Página visitada em 21-11-2012.
  13. a b Call of Duty Black Ops: Declassified Review IGN. Página visitada em 22-11-2012.
  14. a b Jim Sterling (20-11-2012). Call of Duty: Black Ops: Declassified Destructoid. Página visitada em 23-11-2012.
  15. Bruno Galvão (14-12-2012). Call of Duty: Black Ops Declassified - Análise Eurogamer Portugal. Página visitada em 17-12-2012.
  16. a b Call of Duty: Black Ops Declassified - PlayStation Vita Metacritic. Página visitada em 16-11-2012.