Cambridge Five

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Donald Maclean

Cambridge Five foi um grupo formado por membros do topo da hierarquia dos serviços secretos do Reino Unido, que espionava para a União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial e início dos anos 1950. O grupo era formado por Anthony Blunt (nome de código: Johnson), Kim Philby (nome de código: Stanley), Donald Maclean (nome de código: Homer), Guy Burgess (nome de código: Hicks) e John Cairncross (nome de código: Liszt).

O termo Cambridge Five se refere à conversão de Philby, Burgess, Blunt e Maclean ao comunismo enquanto estudavam na Universidade de Cambridge, na década de 1930.

Parece que Blunt, o mais velho de todos (nascido em 1907) foi o primeiro a ser recrutado, após uma visita à Rússia em 1933. Ele recrutaria outros jovens, entre eles possivelmente John Cairncross.

Os demais integrantes do quinteto, Burgess, Maclean e Philby, foram recrutados diretamente pela KGB. Os três, aliás, nunca atuaram como espiões vinculados diretamente a Blunt.

Cambridge Five na ficção[editar | editar código-fonte]

  • A Perfect Spy, romance de John Le Carré (New York 1986). Eventos na vida do personagem Magnus Pym são parcialmente baseados na vida de Kim Philby.
  • The Untouchable, romance de John Banville. O personagem Victor Maskell parece ser uma combinação de Anthony Blunt e do poeta Louis MacNeice.
  • The Jigsaw Man, filme de 1983 estrelado por Laurence Olivier e Michael Caine. Caine faz o personagem chamado Philip Kimberley.
  • Blunt: the Fourth Man, filme para a televisão, com Anthony Hopkins como Guy Burgess e Ian Richardson como Anthony Blunt.
  • The Fourth Protocol, romance de Frederick Forsyth, que tem um ficcional Kim Philby como personagem central, que conspira para contrabandear uma arma nuclear portátil para o Reino Unido.
  • A Different Loyalty, filme de 2004 dirigido por Marek Kanievska. É inspirado no caso Kim Philby e seu subsequente casamento com Eleanor Brewer, assim como os eventos que levaram a sua deserção para a URSS.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]