CamelCase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CamelCase

CamelCase é a denominação em inglês para a prática de escrever palavras compostas ou frases, onde cada palavra é iniciada com Maiúsculas e unidas sem espaços.[1] [2] É um padrão largamente utilizado em diversas linguagens de programação, como Java, Ruby, PHP e Python, principalmente nas definições de Classes e Objetos. [3] [4] Pela sua associação com tecnologia, o marketing se apropriou dessa maneira de escrever, injetando certo ar de "tecnologia" nos produtos assim nomeados: iPod, GameCube, OpenOffice.org, StarCraft, dentre outros[1] [2] .

A provável origem do termo é a semelhança do contorno de expressões CamelCase, onde as letras em maiúsculo "saltam" no meio das minúsculas como corcovas de um camelo.

Há controvérsias quanto ao conceito e utilização do camelCase. Algumas referências quanto ao uso do camelCase para codificação de programas de computadores ditam que o camelCase segue a regra que a primeira letra da primeira palavra deve ser escrita em minúscula enquanto que a primeira letra das palavras subsequentes concatenadas devem ser escritas em maiúsculas.

Já as iniciais de cada palavras sendo escritas em maiúsculas corresponde as regras do ProperCase ou como descrito por alguns como PascalCase.

Variações[editar | editar código-fonte]

  • lowerCamelCase são iniciados por letras minúsculas. Usado na definição de variáveis e métodos;
  • UpperCamelCase são iniciados por letras maiúsculas. Usado para Classes em Orientação a objetos.

Exemplos:

lowerCamelCase
UpperCamelCase

Referências

  1. a b R P Santos e R P M Fortes. Interação com Wikis por meio de Mensageiros Instantâneos. Visitado em 20 de novembro de 2012.
  2. a b J Richards. [http://xbrl.org.au/training/XBRLNamingConventions.pdf Naming Conventions Used in XBRL Taxonomies]. Visitado em 20 de novembro de 2012.
  3. Catb. camelCase (em inglês). Visitado em 08 de janeiro de 2013.
  4. Computer Hope. CamelCase (em inglês). Visitado em 08 de janeiro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]