Campeonato Brasileiro de Futebol de 2009 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Brasileiro de 2009 - Série B
Brasileirão 2009 - Série B
Brasil
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 9 de maio28 de novembro
Gol(o)s 1056
Jogos 380
Média 2,78 gol(o)s por partida
Campeão Vasco da Gama
Vice-campeão Guarani
Promovido(s) Vasco da Gama
Guarani
Ceará
Atlético Goianiense
Rebaixado(s) Juventude
Fortaleza
Campinense
ABC
Melhor marcador 17 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Atlético Goianiense – 73 gols
Melhor defesa (fase inicial) Vasco da Gama, Figueirense – 29 gols
◄◄ Brasil Série B 2008 Soccerball.svg Série B 2010 Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro da Série B de 2009 foi a segunda divisão do futebol brasileiro. Disputado por 20 clubes, seu regulamento foi similar ao dos anos anteriores.

O Vasco da Gama foi o primeiro clube a garantir matematicamente a promoção para a Série A de 2010 após a vitória por 2–1 sobre o Juventude em 7 de novembro - nesse jogo foi estabelecido o maior público da história da Série B com 81.904 presentes.[1] [2] Em 13 de novembro, com três rodadas de antecipação, garantiu o título da Série B após vencer o América de Natal por 2–1 no Estádio do Maracanã.[3]

Na penúltima rodada do campeonato ficaram definidos os demais clubes promovidos à Série A: Ceará, após vitória sobre a Ponte Preta por 2–1 fora de casa, Guarani, mesmo perdendo para o Bahia por 2–0 em Salvador, e o Atlético Goianiense, com a vitória na casa do Juventude por 3–1.[4]

Em contrapartida, o primeiro clube rebaixado para a Série C de 2010 foi o ABC de Natal, após derrota para o Duque de Caxias por 2–1 em 10 de novembro.[5] O Campinense foi o segundo clube rebaixado, após a derrota para o Paraná Clube por 3–0 fora de casa, em 13 de novembro.[6] Na rodada seguinte o Fortaleza sacramentou o rebaixamento com a derrota para o São Caetano, frente aos seus torcedores, por 2–1.[7]

Na última rodada foi definido o último rebaixado para a Série C: O Juventude, que, necessitando vencer e depender de outros resultados, perdeu para o Guarani por 2–1.[8]

Nesse campeonato foi registrado o menor público da história da Série B, durante a partida entre Duque de Caxias e Ponte Preta válida pela última rodada. Apenas 5 pagantes, totalizando um renda de 50 reais, testemunharam a vitória do Duque de Caxias por 4–1 no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.[9]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Série B foi disputada por 20 clubes em 2 turnos. Em cada turno, todos os times jogaram entre si uma única vez. Os jogos do primeiro turno foram realizados na mesma ordem no segundo turno, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão brasileiro da segunda divisão o time que obteve o maior número de pontos após as 38 rodadas. Os 4 primeiros times no final das 38 rodadas subiram para a Série A de 2010. Os 4 últimos times no final das 38 rodadas cairam para a Série C.

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Caso haja empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempates serão aplicados na seguinte ordem:

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Desde 2004, a Rede Globo detém os direitos de transmissão para TV aberta, a cabo e de comercialização para o exterior da Série B do Campeonato Brasileiro. Algumas emissoras da Globo transmitiram apenas os jogos que são realizados nas tardes de sábado, por motivos de programação da emissora.

Pela primeira vez, foram exibidos todos os jogos da Série B. O SporTV transmitiu quatro jogos de horários diferentes em "sinal aberto", sendo que o resto da rodada foi transmitido apenas em pay-per-view pelo Sócio PFC e em VT durante a programação.

Desde 2005, mesmo com a garantia de exclusividade, a Rede Globo divide os direitos transmissão a outras emissoras, com a garantia de transmitir os mesmos jogos. A RedeTV! transmitiu pelo quinto ano consecutivo.

Existe uma restrição onde não se pode transmitir uma partida ao vivo para a mesma cidade onde se realiza, pelo risco de esvaziamento dos estádios. Esta restrição só não foi válida no PPV.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Mapa com os estados participantes da Série B 2009 (clique na imagem para ampliar).

De acordo com o regulamento da Competição, os participantes foram definidos com base em três critérios, quais sejam:

  • Ter disputado o Campeonato Brasileiro da Série B de 2008, mantendo-se na Série B;
  • Ter sofrido descenso do Campeonato Brasileiro da Série A em 2008, como um dos quatro últimos classificados no Campeonato;
  • Ter acessado a Série B de 2009 por ter obtido vaga no Campeonato Brasileiro da Série C de 2008, como um dos seus quatro primeiros classificados.

Sendo assim, são doze os times que participaram do Campeonato Brasileiro da Série B de 2008 e que se mantiveram na respectiva série, quatro o número de times provenientes da Série A de 2008, além de quatro times provenientes da Série C de 2008.

Equipe Cidade Estado Em 2008 Estádio Capacidade
ABC Natal Rio Grande do Norte RN 13º (Série B) Frasqueirão 18.000
América Natal Rio Grande do Norte RN 15º (Série B) Machadão 30.000
Atlético Goianiense Goiânia Goiás GO 1º (Série C) Serra Dourada 50.049
Bahia Salvador Bahia BA 10º (Série B) Pituaçu 31.677
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP 7º (Série B) Nabi Abi Chedid 13.212
Brasiliense Taguatinga, Brasília Distrito Federal (Brasil) DF 14º (Série B) Boca do Jacaré 30.000
Campinense Campina Grande Paraíba PB 3º (Série C) Amigão 35.000
Ceará Fortaleza Ceará CE 12º (Série B) Castelão 60.326
Duque de Caxias Duque de Caxias Rio de Janeiro RJ 4º (Série C) Giulite Coutinho* 12.840
Figueirense Florianópolis Santa Catarina SC 17º (Série A) Orlando Scarpelli 19.069
Fortaleza Fortaleza Ceará CE 16º (Série B) Castelão 58.400
Guarani Campinas São Paulo SP 2º (Série C) Brinco de Ouro 32.453
Ipatinga Ipatinga Minas Gerais MG 20º (Série A) Ipatingão 20.500
Juventude Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS 8º (Série B) Alfredo Jaconi 23.726
Paraná Curitiba Paraná PR 11º (Série B) Vila Capanema 20.083
Ponte Preta Campinas São Paulo SP 5º (Série B) Moisés Lucarelli 19.722
Portuguesa São Paulo São Paulo SP 19º (Série A) Canindé 21.004
São Caetano São Caetano do Sul São Paulo SP 9º (Série B) Anacleto Campanella 16.744
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 18º (Série A) São Januário** 15.150
Vila Nova Goiânia Goiás GO 6º (Série B) Serra Dourada 50.049

* Estádio provisório localizado no bairro de Édson Passos em Mesquita (Baixada Fluminense), pois o estádio Marrentão (propriedade da Prefeitura e onde manda seus jogos) não atendeu as condições minimas para realização de jogos da Série B.

** O Vasco da Gama mandou parte de seus jogos no Maracanã, a partir da 19ª rodada, devido a grande procura de ingressos.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1 Rio de Janeiro Vasco da Gama 76 38 22 10 6 58 29 +29 67 Promovidos à Série A de 2010
2 São Paulo Guarani 69 38 21 6 11 55 51 +4 61
3 Ceará Ceará 68 38 19 11 8 54 34 +20 60
4 Goiás Atlético Goianiense 65 38 20 5 13 73 53 +20 57
5 São Paulo Portuguesa 62 38 18 8 12 53 45 +8 54
6 Santa Catarina Figueirense 60 38 19 3 16 64 51 +13 53
7 São Paulo São Caetano 54 38 15 9 14 52 38 +14 47
8 Rio de Janeiro Duque de Caxias 54 38 15 9 14 55 55 0 47
9 São Paulo Bragantino 53 38 15 8 15 52 51 +1 46
10 Paraná Paraná 53 38 14 11 13 51 56 -5 46
11 São Paulo Ponte Preta 52 38 14 10 14 62 55 +10 46
12 Bahia Bahia 51 38 14 9 15 52 53 -1 45
13 Goiás Vila Nova 49 38 14 7 17 42 59 -17 43
14 Distrito Federal (Brasil) Brasiliense 48 38 14 6 18 45 56 -11 42
15 Minas Gerais Ipatinga 48 38 12 12 14 43 50 -7 42
16 Rio Grande do Norte América de Natal 46 38 13 7 18 49 61 -12 40
17 Rio Grande do Sul Juventude 44 38 12 8 18 46 50 -4 39 Rebaixados à Série C de 2010
18 Ceará Fortaleza 38 38 10 8 20 56 64 -8 33
19 Paraíba Campinense 37 38 11 4 23 54 79 -25 32
20 Rio Grande do Norte ABC 35 38 10 5 23 40 66 -26 31

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Resultados do primeiro turno estão em verde.

Resultados do segundo turno estão em azul.

Jogos "clássicos" estão em negrito.

  ABC AME ATG BAH BRG BRS CMP CEA DUQ FIG FOR GUA IPA JUV PAR PON POR SCA VAS VIL
ABC 1–0 2–1 3–0 0–1 6–2 1–2 1–3 1–2 1–3 2–1 1–1 1–1 2–1 1–1 2–1 1–0 0–4 2–3 1–0
América-RN 1–0 1–2 4–1 1–4 2–1 4–4 1–5 0–1 1–0 2–1 3–1 1–0 0–2 3–1 1–2 4–0 0–0 2–2 2–0
Atlético-GO 2–0 4–1 0–3 3–1 5–1 1–0 4–1 3–0 3–2 3–1 4–1 2–2 2–1 5–0 1–1 0–1 2–0 2–2 2–1
Bahia 4–0 3–3 2–1 1–1 1–2 3–0 1–0 1–2 0–1 2–2 2–0 1–1 2–2 2–0 2–2 1–4 3–1 2–1 1–0
Bragantino 3–0 2–1 2–2 3–0 1–2 3–2 1–1 2–0 1–0 4–1 0–1 1–1 3–2 2–2 1–1 1–2 2–0 0–0 2–1
Brasiliense 1–1 0–0 0–1 3–0 2–1 2–1 0–1 1–1 0–4 1–0 1–2 2–0 2–0 0–1 3–0 3–2 2–2 0–1 2–1
Campinense 3–1 0–1 2–1 1–2 2–0 1–0 1–3 1–2 4–2 2–4 1–2 5–1 1–0 2–2 2–3 3–3 2–1 0–1 2–3
Ceará 2–0 0–0 1–0 2–1 2–0 2–1 2–0 1–0 2–2 1–0 2–2 2–0 1–1 0–1 1–1 2–0 2–1 0–2 2–0
Duque de Caxias 2–1 4–1 5–1 0–0 0–1 0–0 1–4 1–2 2–3 4–3 1–1 3–1 4–2 2–1 4–1 2–1 2–1 0–1 1–2
Figueirense 1–0 0–1 2–1 2–0 2–1 3–1 3–1 2–1 1–2 3–1 0–1 3–0 3–1 1–0 1–2 1–2 0–2 1–1 3–1
Fortaleza 3–3 3–0 0–1 3–2 1–2 2–3 3–0 0–0 1–1 3–1 2–4 1–0 3–2 4–0 2–1 0–1 1–2 1–1 2–2
Guarani 1–0 1–0 1–3 2–1 3–2 2–1 3–0 2–1 2–1 3–2 2–1 3–1 2–1 1–2 2–1 0–3 1–0 0–0 1–1
Ipatinga 2–1 2–2 1–0 0–0 2–0 5–2 5–1 0–0 1–0 2–2 0–1 1–0 0–1 1–1 0–0 0–3 0–2 2–0 4–0
Juventude 2–0 2–1 1–3 0–1 1–0 2–0 0–1 2–2 0–0 2–0 2–0 4–1 2–2 0–1 3–1 1–0 1–2 1–2 1–1
Paraná Clube 1–3 2–1 2–1 1–2 4–1 0–2 3–0 3–3 1–1 0–4 1–1 2–0 2–0 1–1 0–0 0–2 1–0 3–1 3–0
Ponte Preta 2–0 4–0 3–1 1–3 2–1 2–0 3–0 1–2 4–1 0–1 1–1 0–1 1–2 3–0 3–3 5–2 1–3 1–1 3–1
Portuguesa 2–1 2–1 2–1 0–0 2–0 0–1 1–1 1–0 1–1 3–1 2–1 4–3 0–1 0–1 1–0 1–1 1–1 1–3 1–2
São Caetano 3–0 0–1 2–2 2–1 3–0 2–1 4–1 0–0 4–0 2–1 2–0 1–2 0–0 0–0 1–2 0–2 1–1 0–1 3–1
Vasco da Gama 3–0 2–1 3–0 2–1 0–0 1–0 3–0 0–2 0–0 1–2 2–1 1–0 4–0 2–1 2–1 3–0 0–1 0–0 4–1
Vila Nova 1–0 2–1 2–3 1–0 1–2 0–0 2–1 1–0 3–2 2–1 2–1 0–0 0–2 1–0 2–2 3–2 0–0 1–0 0–2

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
FIG VAS GUA ATG VAS

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
IPA ABC CMP FOR CEA CMP SCA CMP ABC CMP ABC FOR CMP AME CMP ABC CMP ABC

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols Jogador Time
17 Brasil Elton Vasco da Gama
Brasil Marcelo Nicácio Fortaleza
Brasil Rafael Coelho Figueirense
15 Brasil Edivaldo Duque de Caxias
Brasil Lúcio América de Natal
14 Brasil Edmundo Campinense
Brasil Marcão Atlético Goianiense
Brasil Mendes Juventude
Brasil Ricardo Xavier Guarani
13 Brasil Fernandes Figueirense
Brasil Geraldo Ceará
Brasil Luiz Carlos Fortaleza

Fonte: UOL Esporte

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Público* Mandante Placar Visitante Local Data
1 78.609 Rio de Janeiro Vasco da Gama 2–1 Rio Grande do Sul Juventude Estádio do Maracanã 7 de novembro
2 76.211 Rio de Janeiro Vasco da Gama 4–0 Minas Gerais Ipatinga Estádio do Maracanã 22 de agosto
3 51.399 Ceará Ceará 2–2 São Paulo Guarani Estádio Castelão 14 de novembro
4 50.335 Rio de Janeiro Vasco da Gama 1–0 São Paulo Guarani Estádio do Maracanã 19 de setembro
5 50.237 Rio de Janeiro Vasco da Gama 2–1 Rio Grande do Norte América de Natal Estádio do Maracanã 13 de novembro
6 49.990 Rio de Janeiro Vasco da Gama 2–1 Bahia Bahia Estádio do Maracanã 24 de outubro
7 48.116 Ceará Ceará 0–0 Rio Grande do Norte América de Natal Estádio Castelão 28 de novembro
8 36.829 Ceará Ceará 2–0 São Paulo Bragantino Estádio Castelão 3 de novembro
9 33.869 Ceará Ceará 1–0 Ceará Fortaleza Estádio Castelão 3 de outubro
10 31.560 Bahia Bahia 2–0 São Paulo Guarani Estádio de Pituaçu 21 de novembro

*Considera-se apenas o público pagante.

Fonte: CBF

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeão Brasileiro 2009
Série B
Rio de Janeiro
Club de Regatas Vasco da Gama
(1º título)

Referências

  1. GloboEsporte.com (7 de novembro de 2009). Com muita festa no Maracanã, Vasco vence o Juventude e volta à Série A (em português). Página visitada em 8 de novembro de 2009.
  2. Globo.com (7 de novembro de 2009). Com público recorde da série B, Vasco volta à primeira divisão (em português). Página visitada em 28 de novembro de 2009.
  3. GloboEsporte.com (13 de novembro de 2009). Time da virada, Vasco vence o América-RN e conquista título da Série B (em português). Página visitada em 14 de novembro de 2009.
  4. UOL Esporte (21 de novembro de 2009). Rodada da Série B define retornos históricos à elite; queda está em aberto (em português). Página visitada em 21 de novembro de 2009.
  5. UOL Esporte (10 de novembro de 2009). ABC perde para o Duque de Caxias e se torna o 1º rebaixado para a Série C (em português). Página visitada em 11 de novembro de 2009.
  6. UOL Esporte (13 de novembro de 2009). Campinense perde por 3 a 0 para o Paraná e está rebaixado para a Série C (em português). Página visitada em 14 de novembro de 2009.
  7. UOL Esporte (21 de novembro de 2009). Fortaleza perde no Castelão e não evita queda para a Série C (em português). Página visitada em 21 de novembro de 2009.
  8. UOL Esporte (28 de novembro de 2009). Juventude perde do Guarani e está rebaixado para a Série C (em português). Página visitada em 21 de novembro de 2009.
  9. UOL Esporte (27 de novembro de 2009). Apenas cinco pagantes assistem a goleada do Duque sobre a Ponte Preta (em português). Página visitada em 28 de novembro de 2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]