Campeonato Mineiro de Futebol da Segunda Divisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

{{Info/Torneio de Futebol |nome = Campeonato Mineiro de Futebol da Segunda Divisão |nomecódigo = Segunda Divisão |logo = |legenda_logo = |entidade = FMF |n_edições = 56 (incluindo 2013)[1] |local_disputa =  Minas Gerais |n_equipes = variável |sistema = |primeiro_vencedor= Minas Geraes (1930) |último_vencedor = Nacional de Uberaba (2013) |total_jogos = |total_golos = |outros_nomes = Terceira Divisão |divisões = Módulo IMódulo IISegunda DivisãoTerceira Divisão |current = Campeonato Mineiro de Futebol 2014 - Segunda Divisão

O Campeonato Mineiro da Segunda Divisão foi fundado em 1961 com o nome de Primeira Divisão de Profissionais - a divisão principal chamava-se Divisão Extra - e, com a subdivisão da Primeira Divisão em Módulo I e Módulo II em 1994, funciona desde 1993 como o terceiro nível do futebol mineiro, promovendo suas melhores equipes para o Módulo II da Primeira Divisão.

História[editar | editar código-fonte]

Primeira Divisão de Profissionais (PDP)[editar | editar código-fonte]

Dada a elevada quantidade de equipes profissionais que existiam no interior de Minas Gerais em fins dos anos 50, a expansão inicial do Campeonato da Cidade para Campeonato Mineiro não foi suficiente para abarcar a demanda crescente pelo futebol profissional. Surgiu, assim, em 1961, o Campeonato Mineiro da Primeira Divisão de Profissionais.

Em sua primeira edição, a "PDP" classificou seu campeão para um play-off contra o 12º colocado da Divisão Extra. O confronto entre Bela Vista e Itaú terminou com uma vitória para cada lado e um empate, tendo vencido o Bela Vista no saldo de gols e, assim, mantido-se na Divisão Extra.

De 1962 a 1966, o campeão garantia acesso direto à Divisão Extra. Em 1967 e 1968, o sistema de play-off contra o último da Divisão Extra voltou a vigorar, mas em 1968 o campeão, Villa do Carmo, que perdera o playoff para o Independente de Uberaba, foi também convidado para participar da Divisão Extra, junto a dois times que não jogaram a PDP - Tupi e Sete de Setembro - e ao Democrata-GV, eliminado nas semifinais da PDP 1968.

Divisão de Acesso (1969)[editar | editar código-fonte]

Vendo o inchaço da Primeira Divisão, que reuniu um recorde de 51 clubes em 1968, a Federação Mineira de Futebol resolveu criar uma divisão intermediária entre a PDP e a Divisão Extra, aumentando as garantias e infra-estrutura necessárias para participação nesse certame. Estava criada a Divisão de Acesso, que durou apenas uma temporada e teve um total de 26 clubes inscritos - desses, três desistiram antes do campeonato (Meridional, Pastoril e São Lourenço) e um não conseguiu o alvará de funcionamento junto ao CND (Nacional de Visc. Rio Branco); sendo que o campeão foi Nacional de Muriaé. Campeonato disputado por 22 clubes, divididos em 4 grupos: Grupo A: Acesita Esporte Clube, Cassimiro de Abreu, Nacional de Muriaé e outros; Grupos B: Athletic Club (Minas Gerais) e outros; Grupo C: (desconhecidos); Grupo D: Flamengo de Varginha, Caldense e outros.

Em 1970, o Conselho Nacional do Desporto extinguiu a Lei do Acesso, o que obrigou várias federações a adotarem os mais variados sistemas de copas regionais e fases pré-eliminatórias para apontar as equipes que disputariam os seus estaduais. Com o retorno da Lei do Acesso, o campeonato voltou a ser disputado em 1977. Naquele ano, a disputa começou com 10 times e terminou com 8, devido às desistências do Fama (Patrocínio) e Juventus (Betim). A "Primeira Divisão de Profissionais" teria sua última edição em 1978, com apenas sete times.

Segunda Divisão[editar | editar código-fonte]

Dado o reduzido interesse dos clubes pelo torneio de 1978, a FMF não promoveu divisões inferiores em 1979 e 1980. Ao invés disso, em 1980, preferiu aglutinar no campeonato todos os dezenove clubes que participaram da Taça Minas Gerais daquele ano, competição esta que preencheu o calendário enquanto Atlético e Cruzeiro excursionavam pelo exterior. Fez-se então uma fase classificatória curta, classificando 8 times para a fase final, e os 13 eliminados se juntaram a Yuracán, Sete de Setembro e Paraisense para disputar o "Torneio da Esperança", que apontaria quatro times para a Primeira Divisão de 1981. Caldense, Uberlândia, Villa Nova e Tupi se classificaram para a Primeira Divisão e os outros clubes tiveram que disputar a recriada Segunda Divisão. No decorrer da década de 80, o campeonato cresceu a ponto da FMF ter de criar uma Terceira Divisão, que teve cinco edições (1986-1990).

Módulo II[editar | editar código-fonte]

No segundo semestre de 1993, para reduzir o número de times da primeira divisão de 23 para 12, todos os clubes que não disputassem qualquer divisão do Campeonato Brasileiro, jogariam a Supercopa Minas Gerais, uma espécie de "torneio da morte", que apontaria 8 times que se manteriam na primeira divisão para o ano seguinte. Algumas equipes, como o Rio Branco, não aceitaram disputar a competição. Outras já haviam desmontado seus elencos e desistiram de participar. Estas equipes foram, então, rebaixadas ao Módulo II de 1994, que ainda tinha o nome de Supercopa Minas Gerais.

Desde 1994, a Primeira Divisão é dividida em Módulo I e Módulo II, onde este, atualmente, funciona como a segunda divisão de fato.

Campeões[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mineiro série B[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Vice
1917 Flamengo (Belo Horizonte)
1918 Sem registros
1919
1920 Ipanema (Belo Horizonte) Hellênico (Belo Horizonte)
1921 Progresso (Belo Horizonte)
1922 Palmeiras (Belo Horizonte)
1923 Guarany (Belo Horizonte)
1924
1925
1926 Palestra Itália (Belo Horizonte) Palmeiras (Belo Horizonte)
1927 Grêmio Calafate (Belo Horizonte) Carlos Prates (Belo Horizonte)
1928 Santa Cruz (Belo Horizonte)
1929 Fluminense (Belo Horizonte)
1930 Fluminense (Belo Horizonte) Ypiranga (Belo Horizonte)
1931 Carlos Prates (Belo Horizonte)
1932 (AMEG)

1932(LMDT)

Prado Mineiro (Belo Horizonte) (AMEG)
Siderúrgica (Sabará) (LMDT)

O Campeonato da Cidade, em sua era profissional (1933-1957), nunca teve divisões inferiores, dada a reduzida quantidade de equipes que o disputavam.

Primeira Divisão de Profissionais (1961-1968) e Divisão de Acesso (1969)[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Vice
1961 Itaú (Itaú de Minas) Ferroviário (Divinópolis)
1962 Uberlândia (Uberlândia) Palmeirense (Ponte Nova)
1963 Nacional (Uberaba) Itaúna (Itaúna)
1964 Valeriodoce (Itabira) Araguari (Araguari)
1965 Formiga (Formiga) Ferro Brasileiro (Caeté)
1966 Araxá (Araxá) USIPA (Ipatinga)
1967 Independente (Uberaba) Alfenense (Alfenas)
1968 Villa do Carmo (Barbacena) Trespontano (Três Pontas)
1969 sem campeão

Primeira Divisão de Profissionais (1977-1978) e Segunda Divisão (1981-)[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Vice Outros acessos
1977 Araxá (Araxá) Fluminense (Araguari)
1978 Nacional (Uberaba) Democrata (Governador Valadares) Esportiva (Guaxupé)
Ateneu (Montes Claros)
1979 Não disputado
1980
1981 Democrata (Sete Lagoas) Alfenense (Alfenas)
1982 Nacional (Uberaba) Fluminense (Araguari)
1983 Tupi (Juiz de Fora) Alfenense (Alfenas)
1984 Fabril (Lavras) XV de Novembro (Uberlândia)
1985 Esportivo (Passos) Caldense (Poços de Caldas)
1986 Atlético (Três Corações) Rio Branco (Andradas)
1987 Minas (Boa Esperança) Sport (Juiz de Fora)
1988 Flamengo (Varginha) Pouso Alegre (Pouso Alegre)
1989 Juventus (Divinópolis) Paraisense (São Sebastião do Paraíso)
1990 Araxá (Araxá) Patrocinense (Patrocínio) Trespontano (Três Pontas)
Ribeiro Junqueira (Leopoldina)
Ipiranga (Manhuaçu)
1991 Mamoré (Patos de Minas) U.R.T. (Patos de Minas)
1992 Atlético (Três Corações) Alfenense (Alfenas)
1993 Araguari (Araguari) Unaí (Unaí)
1994 Guarani (Divinópolis) Sete de Setembro (Belo Horizonte)[nota 1] Ideal (Ipatinga)
Caratinga (Caratinga)
1995 Social (Coronel Fabriciano) Montes Claros (Montes Claros)
1996 Ateneu (Montes Claros) Venda Nova (Belo Horizonte)
1997 Sete de Setembro (Belo Horizonte) Fabril (Lavras)
1998 Passos (Passos)[nota 1] Ipatinga (Ipatinga) Paraense (Pará de Minas)[nota 1]
Guaxupé (Guaxupé)
Ituiutaba (Ituiutaba)[nota 2]
Atlético (Três Corações)[nota 3]
1999 Ateneu (Montes Claros) Alfenense (Alfenas)
2000 Patrocinense (Patrocínio) América (Alfenas)
2001 Paraisense (São Sebastião do Paraíso) Ituiutabana (Ituiutaba)
2002 Tombense (Tombos) União Araxá (Araxá)
2003 Unit (Uberlândia) Democrata (Sete Lagoas)
2004 Olympic (Barbacena) Patrocinense (Patrocínio)
2005 Juventus (Minas Novas) Varginha (Varginha) Extrema (Extrema)
Nacional (Uberaba)
2006 Tombense[nota 1] (Tombos) Formiga (Formiga) Ideal[nota 1] (Sete Lagoas)
Alfenense[nota 1] (Alfenas)
2007 Araxá (Araxá) Itaúna (Itaúna) Passense (Passos)
Poços de Caldas (Poços de Caldas)
União Luziense (Santa Luzia)
Ideal (Ipatinga)
2008 Funorte (Montes Claros) América (Teófilo Otoni)
2009 Mamoré (Patos de Minas) Tombense (Tombos) Tricordiano (Três Corações)
2010 Nacional-NS (Nova Serrana) Patrocinense (Patrocínio) Fluminense (Araguari)
2011 Araxá (Araxá) Social (Coronel Fabriciano)
2012 Minas Futebol (Sete Lagoas) Democrata (Sete Lagoas)
2013 Nacional (Uberaba) Montes Claros (Montes Claros)
2014 A Definir A Definir

Títulos por time (Terceiro Nível 1994-2013)[editar | editar código-fonte]

  • 2 ⇒ Araxá, Ateneu, Tombense, Mamoré
  • 1 ⇒ Nacional de Uberaba Comercial, Minas Futebol, Araguari, Funorte, Guarani, Ipiranga, Juventus, Nacional de Muriaé, Nacional de Nova Serrana, Olympic, Passos, Paraisense, Patrocinense, Ribeiro Junqueira, Sete de Setembro, Social, União Desportiva Rodoviária, Unitri, Minas Geraes e Esperança.

Participações na Primeira Divisão de Profissionais (1961-1968) e Divisão de Acesso (1969)[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Títulos Vices Acessos Participações Anos Última part. Part. consecutivas
Araguari Araguari 0 1 1 9 1961-1969 1969 9
Fluminense Araguari 0 0 1 9 1961-1969 1969 9
Ituiutabana Ituiutaba 0 0 0 9 1961-1969 1969 9
Paraense Pará de Minas 0 0 1 9 1961-1969 1969 9
Acesita Timóteo 0 0 1 5 1965-1969 1969 5
Comercial Campo Belo 0 0 0 5 1965-1969 1969 4
Cristalino Pompéu 0 0 0 5 1965-1969 1969 5
Caldense Poços de Caldas 0 0 1 4 1961; 1967-1969 1969 3
Atlético Três Corações 0 0 1 3 1967-1969 1969 3
Flamengo Varginha 0 0 1 3 1967-1969 1969 3
Olympic Barbacena 0 0 1 3 1967-1969 1969 3
Patrocínio Patrocínio 0 0 0 3 1967-1969 1969 3
Nacional Uberaba 1 0 2 5 1961-1963; 1968-1969 1969 3
Cassimiro de Abreu Montes Claros 0 0 1 2 1968-1969 1969 2
Fabril Lavras 0 0 0 2 1968-1969 1969 2
Santa Rita do Sapucaí Santa Rita do Sapucaí 0 0 0 2 1968-1969 1969 1
Ateneu Montes Claros 0 0 0 1 1969 1969 1
Frutal Frutal 0 0 0 1 1969 1969 1
Metalúrgico João Monlevade 0 0 0 1 1969 1969 1
Sport Juiz de Fora 0 0 1 1 1969 1969 1
Tupynambás Juiz de Fora 0 0 1 1 1969 1969 1
Yuracán Itajubá 0 0 0 1 1969 1969 1
Ituiutaba Ituiutaba 0 0 0 6 1963-1968 1968 6
Democrata Governador Valadares 0 0 0 5 1964-1968 1968 5
Mamoré Patos de Minas 0 0 0 5 1961; 1965-1968 1968 4
URT Patos de Minas 0 0 0 5 1961; 1965-1968 1968 4
Atlético Ituiutaba 0 0 0 4 1962; 1966-1968 1968 3
América Caratinga 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
América São João del-Rei 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Athletic São João del-Rei 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Guarani Divinópolis 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Laprata Lagoa da Prata 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Minas São João del-Rei 0 1 0 3 1966-1968 1968 3
Paranaíba Carmo do Paranaíba 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Social São João del-Rei 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Tupi Patos de Minas 0 0 0 3 1966-1968 1968 3
Meridional Conselheiro Lafaiete 0 0 0 4 1962-1963; 1967-1968 1968 2
Caratinga Caratinga 0 0 0 3 1961; 1967-1968 1968 2
Alfenense Alfenas 0 1 0 2 1967-1968 1968 2
América Barbacena 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
Andaraí Barbacena 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
Bambuiense Bambuí 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
CBC Varginha 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
Pouso Alegre Pouso Alegre 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
São Lourenço São Lourenço 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
São Vicente Patos de Minas 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
Sparta Campo Belo 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
Trespontano Três Pontas 0 0 0 2 1967-1968 1968 2
Villa do Carmo Barbacena 1 0 1 2 1967-1968 1968 2
Vera Cruz Betim 0 0 0 3 1961; 1964; 1968 1968 1
Atlético Curvelo 0 0 0 2 1964; 1968 1968 1
Águas Virtuosas Lambari 0 0 0 1 1968 1968 1
América Alfenas 0 0 0 1 1968 1968 1
Olímpica Lavras 0 0 0 1 1968 1968 1
Pastoril Governador Valadares 0 0 0 1 1968 1968 1
Pedro Leopoldo Pedro Leopoldo 0 0 0 1 1968 1968 1
Sacramentano Sacramento 0 0 0 1 1968 1968 1
Independente Uberaba 1 0 1 7 1961-1967 1967 7
Ipiranga Uberlândia 0 0 0 6 1962-1967 1967 6
Social Oliveira 0 0 0 3 1965-1967 1967 3
Dorense Dores do Indaiá 0 0 0 5 1961; 1963-1965; 1967 1967 3
Flamengo Contagem 0 0 0 1 1967 1967 1
Ferroviário Divinópolis 0 1 0 6 1961-1966 1966 6
Vila Formiga 0 0 0 6 1961-1966 1966 6
Floresta Uberlândia 0 0 0 4 1963-1966 1966 4
Araxá Araxá 1 0 1 3 1964-1966 1966 3
Maria Amália Curvelo 0 0 0 3 1964-1966 1966 3
USIPA Ipatinga 0 1 1 2 1965-1966 1966 2
Caiçara Araxá 0 0 0 2 1965-1966 1966 2
Corinto Corinto 0 0 0 2 1965-1966 1966 2
Ibiá Ibiá 0 0 0 2 1965-1966 1966 2
Clube dos Cem Monte Carmelo 0 0 0 2 1963; 1966 1966 1
Casa de Pedra Congonhas 0 0 0 1 1966 1966 1
CIT Araxá 0 0 0 1 1966 1966 1
Flamengo Congonhas 0 0 0 1 1966 1966 1
Bela Vista Sete Lagoas 0 0 0 3 1963-1965 1965 3
Patrocinense Patrocínio 0 0 0 3 1963-1965 1965 3
Formiga Formiga 1 0 1 2 1964-1965 1965 2
Ferro Brasileiro Caeté 0 1 0 2 1964-1965 1965 2
Metalusina Barão de Cocais 0 0 0 2 1964-1965 1965 2
Tupaciguara Tupaciguara 0 0 0 2 1964-1965 1965 2
Pontenovense Ponte Nova 0 0 0 2 1962; 1965 1965 1
Itaúna Itaúna 0 1 0 4 1961-1964 1964 4
Independente Vespasiano 0 0 0 3 1962-1964 1964 3
Sete de Setembro Belo Horizonte 0 0 0 3 1962-1964 1964 3
Valeriodoce Itabira 1 0 1 1 1964 1964 1
Santa Cruz Santa Luzia 0 0 0 1 1964 1964 1
Triângulo Monte Alegre de Minas 0 0 0 1 1964 1964 1
Itaú Itaú de Minas 1 0 0 3 1961-1963 1963 3
Uberlândia Uberlândia 1 0 1 2 1961-1962 1962 2
Palmeirense Ponte Nova 0 1 0 2 1961-1962 1962 2
Curvelo Curvelo 0 0 0 1 1962 1962 1
Itaú Contagem 0 0 0 1 1961 1961 1
Minas Nova Era 0 0 0 1 1961 1961 1

Participações na Primeira Divisão de Profissionais (1977-1978) e Segunda Divisão (1981-2013)[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Títulos Vices Acessos Participações Anos Última part. Part. consecutivas
Arsenal Santa Luzia 0 0 0 6 2006-2007; 2010-2013 2013 4
Coimbra Belo Horizonte 0 0 0 4 2010-2013 2013 3
Santarritense Santa Rita do Sapucaí 0 0 0 9 2003-2008; 2011-2013 2013 6
Jacutinga Jacutinga 0 0 0 4 2005; 2011-2013 2013 3
CAP Uberlândia 0 0 0 3 2011-2013 2013 3
Valeriodoce Itabira 0 0 0 3 2011-2013 2013 2
Montes Claros Montes Claros 0 2 2 5 1994-1995; 2004[2] ; 2012-2013 2013 2
Unitri Uberlândia 1 0 1 3 2003; 2009; 2013 2013 1
Nacional Uberaba 1 0 4 8 1977-1978; 1981-1982; 2005; 2007-2008; 2013 2013 2
Funorte Montes Claros 1 0 1 3 2007-2008; 2013 2013 2
Esportivo Passos 1 0 1 10 1985; 1997; 2000-2005; 2007; 2013[3] 2013 6
Novo Esporte Ipatinga Ipatinga 0 0 0 1 2013 2013 1
Trio Coronel Fabriciano 0 0 0 1 2013 2013 1
Democrata Sete Lagoas 1 2 3 6 1981; 1999; 2003; 2010-2012 2012 3
Contagem Contagem 0 0 0 3 2009; 2011-2012 2012 2
União Luziense Santa Luzia 0 0 1 5 2001; 2004; 2007; 2011-2012 2012 2
Siderúrgica Sabará 0 0 0 5 1993; 1997; 2007; 2011-2012 2012 2
Itaúna Itaúna 0 1 1 2 2007; 2012 2012 1
Esportiva Guaxupé 0 0 2 14 1978; 1982-1983; 1985-1987; 1991-1994; 1998; 2008-2009; 2012 2012 4
Ituiutabana Ituiutaba 0 1 1 13 1977-1978; 1981-1989; 2001; 2012 2012 9
Minas Futebol Sete Lagoas 1 0 1 1 2012 2012 1
Betim Betim 0 0 0 3 2007; 2009; 2011 2011 1
Araxá Araxá 4 0 4 13 1977; 1981; 1985-1990; 2004-2007; 2011 2011 6
Social Coronel Fabriciano 1 1 2 4 1981; 1991; 1995; 2011 2011 1
Araguari Araguari 1 0 2 13 1977; 1981-1988; 1990-1991; 1993; 2011 2011 8
Varginha Varginha 0 1 1 7 2002-2003; 2005; 2007-2010 2010 4
Guarani Pouso Alegre 0 0 0 8 2002-2006; 2008-2010 2010 5
Fluminense Araguari 0 0 1 14 1977; 1981-1990; 2006; 2009-2010 2010 10
Sport Juiz de Fora 0 1 1 6 1981-1982; 1987; 1989; 2009-2010 2010 2
Venda Nova Belo Horizonte 0 1 1 7 1995-1996; 1999; 2006-2008; 2010 2010 3
Sul Minas Pouso Alegre 0 0 0 4 2005-2006; 2008; 2010 2010 2
Ideal Ipatinga 0 0 2 4 1993-1994; 2007; 2010 2010 2
SE Patrocinense Patrocínio 0 1 1 1 2010 2010 2
Nacional Nova Serrana 1 0 1 2 2009[4] -2010 2010 2
Fabril Lavras 1 1 2 12 1981-1982; 1984; 1992; 1994; 1997; 2002-2003; 2006-2009 2009 4
Pirapora Pirapora 0 0 0 5 2002-2004; 2008-2009 2009 3
Tricordiano Três Corações 0 0 1 2 2008-2009 2009 2
Tombense Tombos 2 1 3 4 1999; 2002; 2006; 2009 2009 1
Mamoré Patos de Minas 2 0 2 2 1991; 2009 2009 1
Lavras Lavras 0 0 0 1 2009 2009 1
Pouso Alegre Pouso Alegre 0 1 1 7 1984-1989[nota 4] ; 2009 2009 6
Sul Mineiro Pouso Alegre 0 0 0 3 2005; 2007-2008 2008 2
América Teófilo Otoni 0 1 1 7 1977; 1984; 1991; 2004-2006; 2008 2008 3
Figueirense São João del-Rei 0 0 0 3 2005-2007 2007 3
Monlevade João Monlevade 0 0 0 4 2003-2004; 2006-2007 2007 2
Minas Boa Esperança 1 0 1 6 1985-1987; 1989; 2006-2007 2007 3
Passense Passos 0 0 1 5 2002-2005; 2007 2007 4
Poços de Caldas Poços de Caldas 0 0 1 1 2007 2007 1
Tupynambás Juiz de Fora 0 0 0 2 1983; 2007 2007 1
Formiga Formiga 0 1 1 3 1991; 2005-2006 2006 2
Ideal Sete Lagoas 0 0 1 2 2005-2006 2006 2
Alfenense Alfenas 0 3 4 8 1981-1983; 1985-1986[nota 5] ; 1992; 1999; 2006 2006 3
Itapevense Itapeva 0 0 0 1 2006 2006 1
Paraisense São Sebastião do Paraíso 1 1 2 12 1981-1989; 2000-2001; 2005 2005 2
Nacional Muriaé 0 0 0 6 1991; 1994-1995; 2000; 2003; 2005 2005 2
Tupy Janaúba 0 0 0 2 2001; 2005 2005 1
Juventus Minas Novas 1 0 1 1 2005 2005 1
Extrema Extrema 0 0 1 1 2005 2005 1
União Paracatu 0 0 0 1 2005 2005 1
CA Patrocinense Patrocínio 1 2 3 7 1987-1990; 1999-2000; 2004 2004 2
Olympic Barbacena 1 0 1 2 2003-2004 2004 2
Yuracan Itajubá 0 0 0 11 1981-1989; 2003-2004 2004 9
Ipiranga Manhuaçu 0 0 1[nota 6] 5 1988-1990; 1995; 2003 2003 3
União Araxá Araxá 0 1 1 3 2001-2002 2002 2
Sparta Campo Belo 0 0 0 7 1985-1989; 1992; 2002 2002 5
Passos Passos 1 0 1 3 1998; 2000-2001 2001 2
B.H. Futebol e Cultura Nova Lima 0 0 0 2 2000-2001 2001 2
Aciaria Ipatinga 0 0 0 2 1997; 2000 2000 2
América Alfenas 0 1 1 2 1991; 2000 2000 1
Botafogo Sabará 0 0 0 1 2000 2000 1
Grêmio Manhumiriense Manhumirim 0 0 0 1 2000 2000 1
Ateneu Montes Claros 2 0 3[nota 7] 10 1978; 1984-1989; 1995-1996; 1999 1999 6
Ipatinga Ipatinga 0 1 1 1 1998 1998 1
Atlético Três Corações 2 0 3 8 1977; 1986; 1988-1992; 1998 1998 5
Ituiutaba Ituiutaba 0 0 1 1 1998 1998 1
Paraense Pará de Minas 0 0 1 1 1998 1998 1
Sete de Setembro Belo Horizonte 1 1 2 11 1982-1990; 1994; 1997 1997 9
Caratinga Caratinga 0 0 1 4 1991-1994 1994 4
Ribeiro Junqueira Leopoldina 0 0 1 2 1990; 1995 1995 1
Três Pontas[5] Três Pontas 0 0 0 3 1991[nota 8] ; 1993; 1996[6] 1996 1
Guarani Divinópolis 1 0 1 8 1987-1994 1994 8
Aymorés Ubá 0 0 0 8 1985-1991; 1994 1994 7
Mariense Maria da Fé 0 0 0 1 1991; 1993 1993 1
Coromandel Coromandel 0 0 0 1 1991; 1993 1993 1
Santo Antônio Teófilo Otoni 0 0 0 7 1985-1990; 1993 1993 6
Unaí Unaí 0 1 1 1 1993 1993 1
União São Pedro Montes Claros 0 0 0 1 1993 1993 1
América Monte Santo de Minas 0 0 0 1 1992[nota 8] 1992 1
URT Patos de Minas 0 1 1 9 1978; 1984-1991 1991 8
Comercial Campo Belo 0 0 0 4 1987-1989; 1991 1991 3
Olímpica Lavras 0 0 0 5 1984-1988; 1991 1991 4
Camposgeraiense Campos Gerais 0 0 0 1 1991 1991 1
Ipanemense Ipanema 0 0 0 1 1991 1991 1
Operário Alfenas 0 0 0 1 1991 1991 1
Trespontano Três Pontas 0 0 1 7 1984-1990 1990 7
Clube dos Cem Monte Carmelo 0 0 0 3 1988-1990 1990 3
Juventus Divinópolis 1 0 1 9 1977; 1982-1989 1989 8
Bela Vista Sete Lagoas 0 0 0 1 1989 1989 1
Derminas Monte Carmelo 0 0 0 1 1989 1989 1
Flamengo Varginha 1 0 1 8 1981-1988 1988 8
Democrata Governador Valadares 0 1 2[nota 9] 3 1977-1978; 1988 1988 2
Villa do Carmo Barbacena 0 0 0 3 1985-1987 1987 3
Rio Branco Andradas 0 1 1 1 1986 1986 1
Caldense Poços de Caldas 0 1 1 1 1985 1985 1
Nova Lima Três Corações 0 0 0 1 1985 1985 1
XV de Novembro Uberlândia 0 1 1 3 1982-1984 1984 3
Tupi Juiz de Fora 1 0 1 1 1983 1983 1
América Uberlândia 0 0 0 1 1978 1978 1
Fama Patrocínio 0 0 0 1 1977 1977 1

Maiores goleadas[editar | editar código-fonte]

  • 1986 Trespontano 10x1 Sete de Setembro
  • 1962 Independente-Uberaba 9x0 Atlético Ituiutabano
  • 1966 Araxá 9x0 Clube dos Cem
  • 1968 Democrata-GV 9x0 Athletic-SJDR
  • 1963 Fluminense-Araguari 9x1 Atlético Ituiutabano
  • 1963 Araguari 8x0 Independente-Uberaba
  • 1983 Caldense 8x0 Fluminense-Araguari
  • 1989 Araxá 8x0 Ateneu
  • 2000 Patrocinense 8x0 Manhumirim
  • 2005 Nacional-Uberaba 8x0 Paraisense
  • 2005 Jacutinga 8x0 Santarritense
  • 2005 Sul Mineiro 8x0 Santarritense
  • 2009 Tombense 8x0 Fabril
  • 2011 Coimbra 8x0 Siderúrgica
  • 2012 Minas de Sete Lagoas 8x0 Contagem
  • 1932 Siderúrgica 8x1 Esperança-BH
  • 1964 Araguari 8x1 Independente-Uberaba
  • 1965 Patrocinense 8x1 Caiçara-Araxá
  • 1968 Meridional 8x1 Social-SJDR
  • 1988 Democrata-GV 8x1 Juventus-Divinópolis
  • 2007 Nacional-Uberaba 8x1 Arsenal-Santa Luzia
  • 2013 Jacutinga 8x1 Esportivo-Passos
  • 1987 Sete de Setembro 8x2 Juventus-Divinópolis

Ver também[editar | editar código-fonte]


Notas

  1. a b c d e f Desistiu do Módulo II no ano seguinte
  2. Substituiu o desistente Paraense
  3. Substituiu a desistente Paraisense
  4. O Pouso Alegre chegou a disputar três rodadas da Segunda Divisão em 1989 antes de ser julgado o caso da partida remarcada contra o Atlético de Três Corações pela fase final da Segunda Divisão 1988, onde este protagonizou um WO. Nisso, o clube repentinamente saiu da Segundona 1989 e passou a disputar a Primeira Divisão 1989, cumprindo um calendário apertadíssimo e chegando a disputar 11 partidas num espaço de cerca de 25 dias.
  5. Em 1986, desistiu do campeonato nas primeiras rodadas da competição.
  6. Acesso por convite em 1991
  7. Acesso por convite em 1978
  8. a b Desistiu nas primeiras rodadas da competição.
  9. Prejudicado pelo imbróglio do Pouso Alegre contra o Atlético-TC em 1988, uma vez que o Pouso Alegre o ultrapassou na classificação, teve por isso seu acesso revogado após sua participação no Campeonato Mineiro 1989, e seus resultados foram anulados. Desta forma, passou o ano de 1990 tentando recuperar a vaga na Justiça, até ser convidado, junto a outros 4 clubes, para a edição de 1991 do Campeonato Mineiro, da qual seria vice-campeão.

Referências

  1. Não inclui anos onde se desconhece se houve edição do torneio nos anos 20.
  2. Participou como Montes Claros Esporte Clube
  3. Desistiu durante a competição em 2013.
  4. Em 2009, o clube se chamava Fabriciano Futebol Clube e tinha sede em Coronel Fabriciano.
  5. Inclui as participações com o antigo nome, Ypiranga.
  6. Desistiu da competição em 1996

Ligações externas[editar | editar código-fonte]