Campeonato Paulista de Futebol de 1950

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Futebol não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Campeonato Paulista de Futebol de 1950
Times 12
Campeão Palmeiras
Vice-campeão São Paulo
Artilheiro Pinga - Portuguesa
Gols 22
Total de gols
Total de jogos
Média de gols/jogo

O Campeonato Paulista de Futebol de 1950 teve o Palmeiras como campeão. O artilheiro foi Pinga, da Portuguesa, com 22 gols.

Na última rodada, Palmeiras e São Paulo enfrentaram-se. Quem vencesse ficaria com o título, e o empate garantiria a taça ao time alviverde. Essa partida ficou conhecida como "Jogo da Lama", porque choveu muito, e o gramado do Pacaembu virou um lamaçal. Houve um gol anulado que causou polêmica nesse jogo, do são-paulino Teixeirinha, que poderia dar o tricampeonato ao Tricolor, mas Turcão, que também jogara no São Paulo, afirmou que o gol foi corretamente anulado: "O bandeirinha estava certo. Teixeirinha vinha por trás de mim para receber a bola. O bandeirinha levantou a bandeira antes de ele se posicionar em condição de jogo."

Foi devido a essa conquista que o Palmeiras disputou a Copa Rio de 1951, torneio que conquistou e até hoje pleiteia o reconhecimento como título mundial.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.