Campeonato Paulista de Futebol de 1988

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Paulista de Futebol de 1988
Série A1
Dados
Participantes 20
Período 27 de fevereiro – 31 de julho
Gol(o)s 497
Jogos 217
Média 2,29 gol(o)s por partida
Campeão Corinthians
Vice-campeão Guarani
Melhor marcador Evair (Guarani) - 19 gols
◄◄ São Paulo 1987 Soccerball.svg 1989 São Paulo ►►

O Campeonato Paulista de Futebol de 1988 teve o Corinthians como campeão paulista e o Guarani com vice.[1] O Guarani conquistou o seu melhor resultado na história nesta competição. O artilheiro isolado da competição foi o atacante Evair, da equipe alvi-verde campineira, que marcou 19 gols.[2]

Disputa do título[editar | editar código-fonte]

Em 1988, aconteceu um caso atípico no futebol paulista. Ponte Preta e Bandeirante, que haviam sido rebaixados no ano de 1987, teriam que disputar o segundo nível do futebol paulista; mas ambos entraram na justiça comum e conseguiram uma liminar para ser incluídos na primeira divisão de 1988. Vários clubes boicotaram os dois clubes, não entrando em campo para jogar contra eles. Antes do término do campeonato, a justiça desportiva derrubou a liminar da justiça comum, retirando as equipes do campeonato.[3]

No primeiro jogo da decisão, o Corinthians empatou com o Guarani por 1 a 1, no estádio do Morumbi, em São Paulo. O meia Neto, em início de carreira, fez um gol de bicicleta pela equipe de Campinas. Édson empatou para o Corinthians.

Na segunda partida, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, as duas equipes empataram por 0 a 0 no tempo normal. Na prorrogação, o Corinthians venceu por 1 a 0, com gol do então iniciante Viola, aos quatro minutos do primeiro tempo. O árbitro foi o carioca Arnaldo Cezar Coelho, hoje comentarista da Rede Globo.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Na primeira fase, os vinte clubes dividiram-se em dois grupos com dez clubes cada. No primeiro turno, equipes do Grupo A enfrentaram as do Grupo B; no segundo turno, as equipes jogaram entre si em seus respectivos grupos. Classificaram-se os quatro primeiros colocados de cada grupo para a segunda fase.[1]

Grupo A
Time PG J V E D
1 Internacional 26 19 10 6 3
2 São Paulo 25 19 11 3 5
3 Santos 24 19 9 6 4
4 XV de Jaú 21 19 7 7 5
5 Noroeste 19 19 5 9 5
6 Botafogo 18 19 7 4 8
7 Mogi Mirim 18 19 7 4 8
8 Juventus 16 19 5 6 8
9 Novorizontino 11 19 3 5 11
10 União São João 11 19 3 5 11
Grupo B
Time PG J V E D
1 Corinthians 26 19 11 4 4
2 Guarani 26 19 9 8 2
3 São José 26 19 9 8 2
4 Palmeiras 23 19 8 7 4
5 Portuguesa 19 19 7 5 7
6 Ferroviária 18 19 7 4 8
7 XV de Piracicaba 16 19 6 4 9
8 Santo André 13 19 2 9 8
9 São Bento 13 19 2 9 8
10 América 12 19 3 6 10
PG – pontos ganhos; J – jogos disputados; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
Classificação
Segunda fase: os quatro primeiros de cada grupo.
No ano de 1988 não houve descensos.[4]

Segunda fase ou semifinais[editar | editar código-fonte]

Na segunda fase ou semifinais, havia dois grupos de quatro clubes em cada grupo, com jogos de ida e volta entre os quatro clubes.[1] Classificou-se apenas o primeiro colocado de cada grupo para a disputa do título. O sistema de pontuação atribuía dois pontos para vitórias, um ponto para empates e zero ponto para derrotas.

Grupo A
Pos Time PG J V E D GP GC SG
1 Guarani 9 6 4 1 1 7 3 4
2 São José 6 6 3 0 3 6 5 1
3 Internacional 5 6 2 1 3 5 5 0
4 XV de Jaú 4 6 1 2 3 2 7 -5
Grupo B
Pos Time PG J V E D GP GC SG
1 Corinthians 8 6 2 4 0 8 5 3
2 São Paulo 7 6 2 3 1 8 6 2
3 Palmeiras 5 6 1 3 2 3 4 -1
4 Santos 4 6 1 2 3 5 9 -4
PG – pontos ganhos; J – jogos disputados; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP – gols pró; GC – gols contra; SG – saldo de gols
Classificados
final

Finais[editar | editar código-fonte]


24 de julho de 1988[5] Corinthians 1 – 1 Guarani Estádio do Morumbi, São Paulo

Edson Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' (2ºT) Neto Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45' (1ºT) Público: 77.533
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschillia

Corinthians: Ronaldo, Édson, Marcelo Djian, Denílson e Dida; Biro-Biro, Márcio e Edmundo (Viola); Wilson Mano, Éverton e João Paulo (Paulinho Gaúcho). Técnico: Jair Pereira

Guarani: Sérgio Nery, Marquinhos, Vágner, Ricardo Rocha e Albéris; Paulo Isidoro, Tosin e Marco Antônio Boiadeiro; Neto, Evair e Careca. Técnico: Carbone


31 de julho de 1988[6] Guarani 0 – 0 Corinthians Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas

Tempo Normal Público: 49.727
Árbitro: Arnaldo Cezar Coelho

Prorrogação[editar | editar código-fonte]

Guarani 0 – 1 Corinthians

Viola Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4' (1ºT)

Guarani: Sérgio Nery; Marquinhos, Vágner, Ricardo Rocha e Albéris; Paulo Isidoro, Barbieri (Mário Maguila) e Marco Antônio Boiadeiro; Neto (Careca), Evair e João Paulo. Técnico: Carbone

Corinthians: Ronaldo; Édson, Marcelo Djian, Denílson e Dida; Biro-Biro, Márcio (Paulinho Gaúcho) e João Paulo; Viola, Éverton (Wilson Mano) e Paulinho Carioca. Técnico: Jair Pereira


Campeão Paulista de 1988
Bandeira da cidade de São Paulo.svg
CORÍNTHIANS
(20º título)

Referências

  1. a b c *rsssfbrasil. São Paulo Championship 1988 (em inglês). Página visitada em 15 de julho de 2013.
  2. *rsssfbrasil. São Paulo State - List of Topscorers (em inglês). Página visitada em 4 de agosto de 2013.
  3. *futebol interior. Solução Simples: Treze na Série C e boicote dos demais clubes 19 de junho de 2012. Página visitada em 15 de julho de 2013.
  4. *rsssfbrasil. Campeonato Paulista - Acessos e Descensos (em português). Página visitada em 14 de julho de 2013.
  5. João Paulo, do Guarani, diz que está indo para o São Paulo: Folha de São Paulo - Primeiro Caderno; Esportes, página A-26 - 25 de Julho de 1988
  6. GUARANI FUTEBOL CLUBE - Jogos de 1988: GUARANI FUTEBOL CLUBE - Jogos de 1988

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.