Confederação de Futebol da Oceania

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Campeonato de Clubes da OFC)
Ir para: navegação, pesquisa
Confederação de Futebol da Oceania
(CFO)
OFC.svg

Fundação 1966
Tipo Desportiva
Sede Nova Zelândia Auckland, Nova Zelândia
Filiação FIFA
Presidente Malásia David Chung [1]
Sítio oficial Site Oficial

A Confederação de Futebol da Oceania (OFC) (em inglês: Oceania Football Confederation) é uma das seis confederações continentais de futebol internacional. É a autoridade máxima do futebol na Oceania e permite que as nações-membro se qualifiquem para a Copa do Mundo. Ao contrário das outras confederações, a OFC não tem direito a uma vaga direta para o mundial, tendo o campeão das eliminatórias que disputar um jogo de repescagem contra uma seleção asiática.[2] (na verdade, a cada Copa mudam os confrontos de repescagem. Para a Copa de 2014, a Nova Zelândia, representando a Oceania, enfrentou o México, filiado à CONCACAF (América do Norte e Central), não se classificando para o torneio.[3] [4] [5]

História[editar | editar código-fonte]

A confederação foi formada em 1966 e os membros fundadores foram a Soccer Australia, New Zealand Soccer Inc e Fiji Football Association. Em 24 de Maio de 2004, a Nova Caledônia se tornou o 12º membro da OFC.

A OFC se tornou uma confederação independente em 1996, com o propósito de classificação para a Copa de 1998, com apenas "meia vaga" (o direito de competir em dois jogos, em ida-e-volta com o time que ficasse em quinto lugar nas Eliminatórias da Ásia).

A OFC, e sua "meia vaga", é lembrada pela maioria dos admiradores do futebol da Austrália como um impedimento para a classificação para a Copa do Mundo. O antigo capitão da Austrália, Johnny Warren, por exemplo, defendia abertamente que o país abandonasse a confederação da Oceania e que as duas melhores seleções da região (que seriam a Austrália e a Nova Zelândia) deveriam jogar pelas Eliminatórias da Ásia, onde teriam a chance de se classificar na seqüência de jogos ao invés de apenas em uma disputa tipo "mata-mata".

Em 2005, a confederação da Austrália entrou em negociação com a Confederação Asiática de Futebol com o objetivo de uma possível mudança da OFC para a AFC. Em 23 de Março, o comitê executivo da AFC aprovou de forma unânime a proposta da Austrália; O próximo passo na mudança da Austrália para a AFC foi o pedido formal para se desligar da OFC, o que foi aprovado de forma unânime pelo comitê executivo da OFC em 17 de Abril. Em Julho, a FIFA aprovou a transferência e em 1 de Janeiro de 2006, a Austrália deixou a OFC e se filiou à AFC.

Desempenho em campeonatos internacionais[editar | editar código-fonte]

Este é o desempenho de seleções e clubes da OFC em campeonatos internacionais da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Comité Olímpico Internacional (COI) e outros:

A saída da Austrália[editar | editar código-fonte]

Desde 1 de janeiro de 2006, a Austrália faz parte da Confederação Asiática de Futebol (AFC). Era uma antiga reivindicação dos australianos e que acabou por ser aceita pela FIFA. Portanto, os resultados mais expressivos da Austrália só são considerados até 2006.

Campanhas de destaque de seleções[editar | editar código-fonte]

Campanhas de destaque de clubes[editar | editar código-fonte]

*: classificação para a competição obtida antes da mudança para a AFC.
**: organizado pela FIFA.
***: Ao vencer a Liga dos Campeões da Oceania em 2000, o Wollongong Wolves, da Austrália, ganhou o direito de disputar o Mundial de Clubes da FIFA de 2001. Porém, com a falência da ISL, empresa de marketing esportivo que, na ocasião, era parceira da FIFA, o campeonato foi cancelado e o Wollongong Wolves perdeu a chance de participar dessa competição[6] . Depois disso, o Wollongong Wolves não teve, até o momento, outra oportunidade de participar da Copa do Mundo de Clubes da FIFA.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]